Nos últimos anos, as Relações Internacionais se tornaram cada vez mais presentes no nosso cotidiano e notícias do mundo inteiro tomam conta do nosso newsfeed. Veja aqui nossa seleção de 5 países fascinantes mas politicamente abalados.

Reino Unido (não tão unido assim)

O Reino Unido tornou-se a imagem dos desafios dos novos tempos após a surpreendente vitória do Brexit, a campanha a favor da saída da União Europeia (UE), no mês passado. Com uma vitória de 52%, os resultados mostraram que há uma inegável divisão dentro do Reino Unido, uma vez que a Escócia e a Irlanda do Norte foram majoritariamente contrárias à saída do bloco, bem como a maior parte da cidade de Londres. Outro fator notável é que a maioria das pessoas favoráveis ao Brexit se encontram nas faixas de 50 a 64 anos e acima de 64 anos. Quer dizer…pessoas mais velhas foram determinantes para o futuro do Reino Unido e o futuro das gerações mais jovens.

O Brexit trouxe um gosto amargo das incertezas: ninguém sabe ao certo o que vai acontecer com a saída do bloco (que tem um prazo de 2 anos para acontecer), a economia sucumbe e a libra esterlina despenca, e, pasmem, as maiores buscas no Google no dia posterior à votação foram “o que é a UE” e “o que vai acontecer se sairmos”. Ou seja, a falta de informação associada à propagação de discurso de ódio no país (em grande parte pela extrema direita representada pelo partido UKIP) se refletiu num resultado que partiu o coração dos jovens ingleses que se sentem, igualmente, europeus.

Há, de fato, uma dualidade vista na sociedade britânica que também foi refletida poucas semanas antes da votação sobre a saída da União Europeia: Londres elegeu pela primeira vez um muçulmano como prefeito, Saidq Khan, filho de imigrantes paquistaneses. E é exatamente por isso que começamos com Londres na nossa lista de destinos fascinantes mas politicamente abalados: porque Londres é, e continua sendo acima de tudo, cosmopolita.

países fascinantes mas politicamente abalados Foto: Barbara Tigre

Ah, se você está confuso com o Reino Unido, Grã-Bretanha, Brexit, União Europeia, etc não precisa correr para o google: encontramos um vídeo engraçadinho para te explicar, só clicar aqui 😉

Leia Mais:

O que fazer em Londres em três dias

França

A França é a origem político-filosófica dos grandes valores que desde 1789 permeiam a sociedade ocidental: liberdade, igualdade e fraternidade. Apesar disso, nos últimos anos a sociedade francesa vem sendo assolada por suas diferenças, e, acompanhando o movimento global de ascensão da extrema-direita, por seus preconceitos – incompatíveis com os valores da República.

Carros incendiados e pontuais incidentes com a população francesa oriunda de ex-colônias, debates sobre a proibição do uso da burca em locais públicos, manifestações contrárias à transformação de igrejas abandonadas em novas mesquitas, manifestações sociais em Paris contra as reformas do governo socialista de François Hollande na legislação trabalhista, críticas duras à presença militar francesa no Oriente Médio e Mali, e os cada vez mais comuns atentados terroristas – executados por cidadãos franceses ou indivíduos em situação regular no país (com cidadania europeia ou titre de séjour).

Toda essa ebulição incoerente com o discurso francês não faz da França menos irresistível para nós viajantes, já que apesar de todos esses problemas o país continua sendo o destino turístico mais visitado do mundo. Depois de mais um covarde atentado nesse último 14 de Julho, o dia nacional, o dia símbolo da queda da Bastilha e de uma revolução que mudaria para sempre o mundo, fica nossa homenagem à belíssima Nice.

países fascinantes mas politicamente abalados Foto: Barbara Tigre

Leia Mais:

Como foram os atentados em Paris por Diego Imai

Estados Unidos

Os Estados Unidos são mais um país onde uma forte onda de conservadorismo ganha cada vez mais espaço. As últimas pesquisas políticas apontam um empate técnico entre a candidata democrata à sucessão de Barack Obama na Casa Branca, Hillary Clinton, e o candidato republicano, Donald Trump. Esse mesmo Donald Trump conhecido por seus empreendimentos milionários ao redor do mundo, por seu programa de televisão “O Aprendiz” e, mais recentemente, por suas inúmeras declarações racistas e bélicas. Quer dizer…aquele que ninguém levava a sério no início da disputa presidencial tem de fato grandes chances de liderar o país mais poderoso do mundo. Que mundo é esse, minha gente?!

Além do atentado terrorista numa boate gay-friendly em Orlando, os EUA ainda se vêem no meio de conflitos de cunho racial com uma atuação assustadoramente agressiva da polícia em relação à americanos negros. Nos últimos meses as mortes estúpidas de Alton Sterling em Louisiana e Philando Castile no Minnesota deram voz às diversas iniciativas da sociedade civil em prol de maior igualdade racial, mais respeito à vida humana, às minorias. Os casos tiveram tanta repercussão que diversas celebridades de Hollywood fizeram um gritante vídeo, que você encontra mais abaixo, sobre 23 maneiras que você pode morrer por ser negro nos EUA.

É em meio à esse turbilhão que Nova Iorque tem lugar garantido na nossa lista de destinos fascinantes mas politicamente abalados. Nova Iorque, a cidade mais internacional do mundo – e para muitos o centro do mundo ocidental – é a “selva de concreto dos quais os sonhos são feitos”. Lá não importa de onde você veio, mas para onde você vai: já dizia Frank Sinatra “se você consegue ter sucesso em Nova Iorque, você consegue ter sucesso em qualquer lugar”.

países fascinantes mas politicamente abalados Foto: Barbara Tigre

Leia Mais:

Museus em Nova York que valem a visita

 

Turquia

Originalmente a Turquia não estava na minha lista de países desse post mas ao fazer uma pausa-procrastinação na Internet eu vejo a notícia “ao vivo: tentativa de golpe militar na Turquia”. WTF, mundo tá ficando mais fácil acompanhar as Kardashians mesmo elas sendo muitas do que o que acontece com você!
Bem vamos lá, essa tentativa militar coloca em xeque o governo do conservador Recep Erdogan, que participa do governo do país desde 2003 e é o atual presidente apesar de seu envolvimento em diversas polêmicas e até escândalo de corrupção (#tamjuntobrasil). Além disso, Erdogan é acusado de medidas autoritárias, de ter apoiado o grupo radical Hamas na Palestina e utilizar refugiados sírios como objeto de barganha em negociações com a União Europeia. Ah, também vale lembrar que a Turquia é território transitado por centenas de terroristas que buscam unir-se ao Estado Islâmico e recentemente também sofreu atentados terroristas.
Ainda assim, a Turquia é sem dúvida um destino fascinante mas politicamente abalado na bucketlist de qualquer amante do turismo. Andar de balão na Capadócia, conhecer Istambul europeia e Istambul asiática, e se deliciar nas águas cristalinas do mediterrâneo turco são alguns dos programas imperdíveis que esse país, outrora grande império, nos oferece. O balneário de Bodrum, inclusive, é considerado a Saint Tropez turca, com redes de hotéis de luxo, cheia de ricos e socialites.

países fascinantes mas politicamente abalados Foto: Barbara Tigre

Créditos: Hotel Mandarin Oriental

Leia Mais:

Embarque imediato: Voo de balão na Capadócia

Brasil

O Brasil passa por uma crise política (econômica, social) tão grande e complexa que fica até difícil saber por onde começar. Temos um processo de impeachment em curso cuja legitimidade é questionável; uma reforma ministerial excluindo minorias, um Presidente da Câmara de Deputados em processo de cassação… Como diria George Clooney na propaganda da Nespresso… what else?

Bem, temos ainda um Rio de Janeiro falido que vai ser sede dos Jogos Olímpicos de 2016 e precisa de mais empréstimos públicos para conseguir sediar o evento. Um Rio de Janeiro cujas obras para as Olimpíadas ainda não terminaram, cuja violência urbana é cada vez maior, cujos policiais fazem greves nos aeroportos denunciando aos turistas que eles estão chegando “no inferno”, ou “Welcome to Hell”, como diziam seus cartazes. Difícil acreditar que o Rio é o destino turístico mais visitado do país, antiga capital do Brasil, uma das suas cidades mais importantes e representativas.

Apesar de tudo isso o Brasil e o Rio de Janeiro são destinos fascinantes: o reino de Chico Buarque guarda no rosto dos brasileiros e dos cariocas um sorriso inquebrável. “Apesar de você amanhã há de ser outro dia”. O pôr-do-sol cor de rosa do inverno abriga olhares vibrantes. Nos olhos dos cariocas resta a esperança daquele Brasil, país do futuro, que todos cresceram ouvindo. E isso é pura poesia.

países fascinantes mas politicamente abalados Foto: Barbara Tigre

Leia Mais:

Rio de Janeiro: 451 anos de tradição e estilo próprio

VIVA São Paulo: 462 anos de muita energia

Preparados para deixar a política de lado e conhecer esses países fascinantes?