Por que Marrakech?

A beleza de Marrakech não é percebida apenas com os olhos, mas também sentida com a alma. A cidade exala uma energia sem igual, transmitida através do exotismo da sua cultura muçulmana, pelo sorriso cativante do seu povo, pelo seu clima acolhedor, pelo som propagado pelas mesquitas convidando seus fiéis para orações do Islã, pela mistura de cheiros, cores e sabores.


Contrate seu seguro viagem com desconto!
Ganhe 10% off com o cupom DICASDEVIAGEM5 + pagamento em boleto.
Clique aqui e aproveite!


Marrakech El Badi Palace

Conhecida como Cidade Vermelha, Marrakech traz consigo a rudeza do monocromático no exterior de suas construções e a suavidade nos detalhes da bela arquitetura dos interiores.

A primeira impressão é de caos, já que pedestres, motocicletas e carros dividem o mesmo espaço por suas vielas, se misturando ao comércio desordenado de produtos variados. Rapidamente percebemos que tudo isso faz parte do encanto desse lugar, abrindo espaço à nossa curiosidade.

Enganam-se aqueles que acreditam que a cidade é perigosa. Basta manter a mesma cautela que estamos acostumados aqui no Brasil e poderá passear tranquilamente!

Para brasileiros não é exigido visto, nem vacinas. A língua oficial é o árabe e quase todos falam francês, mas você poderá se virar muito bem com o inglês.

Fora todo esse choque cultural, o que fazer por lá? Bom, cada voltinha é uma descoberta, mas listo abaixo os pontos mais interessantes:

1 – Medina

Em árabe significa cidade antiga. Passear sem rumo por suas ruelas pode ser um bom começo para sentir como pulsa o coração da cidade.

Marrakech Mesquita Minarete Koutoub

2 – Praça Jemaa El-Fna

É o ponto turístico mais visitado de Marrakech e foi declarada pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade. Durante o dia aproveite para saborear um delicioso suco de laranja em uma das dezenas de barracas (o melhor suco do mundo) e assistir aos domadores de serpentes e macacos, mas é com a chegada do anoitecer que esse lugar ganha vida e a praça é tomada por uma multidão. Turistas e locais se aglomeram para jantar, ouvir os contadores de histórias, participar de apostas ou brincadeiras.

Praça Jemaa El Fna Marrakech

Uma das dezenas de barracas noturnas de comida na praça Jemaa el Fna

3 – Souks

São os mercados de rua que ficam dentro da Medina. Lá encontrará artigos de couro, sapatos, tecidos, tapetes, cestas, joias, artigos em cobre, bronze ou prata, roupas, temperos, doces, etc. Aqui a brincadeira é barganhar! O valor inicial sempre será absurdamente mais alto do que os vendedores esperam receber, então entre no jogo para ganhar!

Tenda de especiarias no Souk Marrakech

4 – Ben Youssef Madrasa

Era uma escola na qual alunos já graduados cursavam uma espécie de especialização. Apenas aqueles mais brilhantes eram escolhidos para dar continuidade aos estudos, onde também moravam e rezavam, tendo permissão para sair apenas às sextas-feiras.

A arquitetura da Madrasa é deslumbrante, com piso em mármore italiano, paredes esculpidas com estuque, gesso e cedro, além dos azulejos pintados a mão.

Marrakech Ben Youssef Madrasa

5 – Museu de Marrakech

Localizado dentro de um antigo Riad, que teve o pátio interno fechado para preservação dos objetos expostos. É possível encontrar kaftans antigos, jóias, cerâmica, mas o impressionante mesmo é a decoração.

Museu Marrakech Marrocos

Museu Marrakech Marrocos

6 – Jardim Majorelle

Louis Majorelle expunha ali a sua coleção de árvores e plantas dos cinco continentes. É um lugar fascinante e que mesmo com o falecimento do dono manteve-se vivo, após ter sido comprado e restaurando por Yves Saint Laurent.

Marrakech Jardim Majorelle

7 – Aula de culinária marroquina

Dedique umas horinhas para aprender a cozinhar o verdadeiro cuscuz marroquino, um saboroso carneiro ou preparar uma tajine!

Após alguns dias vivendo o que essa cidade tem a lhe oferecer, garanto que voltará deslumbrado, como eu voltei!

Acalorada recepção no Riad Marrakech

Leia Mais