Uma vila de pescadores construída às margens do encontro do rio com o mar, rodeada de dunas e lagoas cristalinas. Se prepare para conhecer este lugar impressionante que dá um toque especial nas belezas dos Lençóis Maranhenses.

Atins é um daqueles lugares simplesmente maravilhosos: de um lado tem casas simples, construídas em ruas de areia, e de outro há uma imensidão impressionante de dunas, lagoas e mar.

Pequena vila de Barreirinhas, no Maranhão, Atins faz parte dos incríveis Lençóis Maranhenses. Geralmente, o lugar ocupa um dia no roteiro para conhecer o parque, no entanto, neste post você vai descobrir que é possível ficar muito mais tempo por lá.

Inclusive, é uma experiência incrível se hospedar em uma das charmosas pousadas e aproveitar toda a atmosfera rústica e tranquila do local. Sem muito sinal de celular, o vilarejo exige apenas uma roupa confortável, um chinelo e uma câmera para registrar as paisagens estonteantes.

Já prepare a câmera para a sua viagem e, caso a sua não seja profissional, não se preocupe. O cenário de Atins não exige muito para render belas fotos, as paisagens por si só já compõem os melhores cliques.

O que fazer em Atins

Lagoa, em Atins.
Lagoa em Atins – Foto: Fred Schinke via Flickr

Os passeios em Atins são nas lagoas que se formam entre as dunas, na praia que se encontra com o Rio Preguiças, além de atividades no mar e no meio da natureza. Ver a Revoada dos Guarás também é um presente da natureza para você assistir.

Algo que você vai perceber que é único lá é o pôr do sol. Você vai se surpreender quando ver o sol descendo entre as dunas e refletindo o tom amarelado nas águas cristalinas. Um verdadeiro espetáculo natural!

Para assistir o pôr do sol, a dica é prolongar os passeios nas lagoas e dunas. Inclusive, depois que o sol partir, as estrelas tomam conta do céu e compõem mais um cenário incrível. Como citado acima, o vilarejo é simplismente maravilhoso: basta um nascer do sol ou algumas estrelas no céu para você não querer ir embora mais.

Algo importante para programar os passeios é buscar uma agência de turismo para te acompanhar, pois as dunas são realmente enormes e é arriscado se perder por lá. Além disso, um carro 4×4 é necessário para andar na areia.

Outro detalhe é que, geralmente, Atins faz parte de algumas rotas turísticas. Sendo assim, você pode incluir no seu roteiro outros destinos vizinhos da região. A Rota das Emoções, por exemplo, é um itinerário bem mais completo e que passa por cidades do Maranhão, Piauí e Ceará.

A seguir, veja uma lista bem prática de o que fazer em Atins:

  1. Praia de Atins
  2. Conhecer as lagoas e dunas
  3. Ver a Revoada dos Guarás
  4. Assistir o pôr do sol nas dunas
  5. Praticar Kitesurf
  6. Ir ao Canto de Atins

Lagoas e Praia de Atins

Praia de Atins.
Praia de Atins – Foto: Cepkol via Wikimedia Commons

Atins tem uma praia, que se encontra com o Rio Preguiças, e várias lagoas que se formam entre as dunas. Essas são, sem dúvidas, as atrações mais imperdíveis do vilarejo.

A Lagoa Tropical é uma das mais famosas da região, bem extensa e com várias outras lagoas menores por perto. Geralmente, ela atrai maior número de pessoas, sendo mais difícil encontrar o lugar completamente deserto.

Outras para você conhecer, são as Lagoa das Sete Mulheres e a Lagoa da Capivara. Lembrando que um guia com carro 4×4 é essencial para fazer esses passeios. Algumas pessoas arriscam alugar um buggy e fazer o trajeto por conta própria, mas, neste caso, o recomendado é buscar informações sobre as localizações para não se perder.

Queridinha do vilarejo, a Praia de Atins é o melhor lugar para praticar o Kitesurf. Lá tem bastante vento e, quando a maré está baixa, dá para aproveitar as piscinas naturais e os enormes bancos de areia que se formam. É aqui que o Rio Preguiças desagua, então, também dá para se refrescar na água doce.

As principais lagoas e praias de Atins:

  • Praia de Atins
  • Lagoa Tropical
  • Lagoa das Sete Mulheres
  • Lagoa da Capivara

Onde ficar em Atins

As acomodações de Atins aliam o estilo simples da vila com a familiaridade do povoado. Distribuídas em ruas de areia e sempre bem rústicas, as hospedagens são um refúgio para você relaxar e curtir o clima familiar da região.

A maioria das acomodações são pousadas, pequenos hotéis e chalés. Apesar do estilo bucólico, não faltam possibilidades sofisticadas e cheias de charme. Inclusive, tem a La Ferme de Georges, pousada bem charmosa em meio às naturezas da região.

As pousadas se concentram nas redondezas da Praia de Atins e da Rua Principal. A principal dica para você decidir onde ficar é escolher as que ficam mais próximas da praia. Isso porque a areia das ruas é bem fofa e cansa bastante fazer longas caminhadas.

Devido a essa dificuldade de locomoção, quando necessário, algumas pousadas vão buscar seus hóspedes no porto. Isso facilita muito e te ajuda a evitar pegar o sol quente da região. Antes de fechar a reserva, confirme se a acomodação faz este tipo de serviço.

Para te ajudar, veja a seguir ótimas sugestões de lugares para ficar em Atins.

Pousadas em Atins

Varanda de um dos quartos do Vila Vento.
Clique na imagem e faça sua reserva no Vila Vento.

Apesar de rústicas, é um engano achar que as pousadas de Atins são todas simples e com pouca estrutura. Há opções para todos os bolsos e gostos, desde as mais econômicas até as mais sofisticadas.

Confira algumas recomendações de pousadas bem avaliadas em Atins:

Veja todas as opções de pousadas em Atins.

Chalés em Atins

Café da manhã e área externa do Atins Charme Chalés.
Clique na imagem e faça sua reserva no Atins Charme Chalés.

Tendo em vista que as acomodações de Atins são mais rústicas e com muita natureza, os chalés não podem ficar de fora.

Veja algumas sugestões para uma boa estadia no vilarejo:

Veja todas as opções de chalés em Atins.

Onde comer em Atins

Parte do Bar.co
Bar.co em Atins – Foto: reprodução do bar via Facebook

Impossível falar da gastronomia de Atins sem citar o camarão do Antônio e da Dona Luzia. O prato se tornou bem famosinho na região graças ao capricho e talento culinário dos dois, que são irmãos e têm restaurantes diferentes no Canto de Atins. Apesar de cada um ter o seu estabelecimento, dá para cada dia visitar um lugar, porque o prato é tão gostoso que vale a pena repetir o cardápio.

Ainda sobre o camarão, há um delicioso risoto da iguaria servido no abacaxi, no Restaurante da Sesé. Aliás, como qualquer litoral, pode ser que você encontre outras variações de peixes e frutos do mar nos cardápios da vila.

Mas nem só de camarão e frutos do mar vive Atins. É possível encontrar também nos restaurantes charmosos e rústicos do vilarejo, pizza, carne, hamburgueres e outras opções internacionais. Você pode encontrar esses lugares no centrinho de Atins e na Rua Principal.

O Bar.co fica na beira mar e, literalmente, em um barco. O lugar é muito criativo para visitar, comer e curtir uma música ao vivo à noite.

  • Restaurante da Luzia e Restaurante do Antônio
  • Restaurante da Sesé
  • La Pizza
  • Bar.co

Quando ir para Atins

A melhor época para ir a Atins, nos Lençóis Maranhenses, é entre junho até meados de setembro. Isso porque, geralmente, as chuvas acontecem nos primeiros meses do ano, e em junho as lagoas já começam a ficar mais cheias e as garoas diminuem.

Se você for depois de setembro, provavelmente, vai encontrar as lagoas mais vazias e o cenário do lugar não vai ser o mesmo. Mas, vale destacar que ultimamente o clima está bem diferente e o período chuvoso pode variar de um ano para o outro. É importante conferir a previsão antes de ir, ou até conferir com a agência de turismo que você for fechar algum passeio.

Quantos dias ficar em Atins

A dica é ficar pelo menos três dias em Atins. A vila faz parte do roteiro dos Lençóis Maranhenses e algumas pessoas fazem até passeios bate e volta para conseguir ficar em outros lugares da região também.

Porém, quanto mais dias em Atins, melhor vai ser sua experiência por lá. O vilarejo tem um clima bem tranquilo e aconchegante, e fazer um passeio sem pressa vai contribuir para você sentir tudo isso. Sem contar que vai ser possível ter mais tempo para descansar e relaxar.

Como chegar em Atins

Atins faz parte dos Lençóis Maranhenses e é um vilarejo um pouco afastado, localizado no município de Barreirinhas, principal porta de entrada da vila.

Para chegar em Barreirinhas, há o Aeroporto Internacional de Paraíba (Piauí) e o Aeroporto Internacional de São Luís. O mais perto é o de Paraíba (187 km de distância de Barreirinhas), porém o de São Luís tem mais opções de voos e fica a 255 km de distância da cidade.

Geralmente, São Luís é o principal acesso à Barreirinhas e você pode ir de uma cidade para a outra de ônibus, vans e transfer com agências de turismo. Carro também é possível, no entanto somente os autorizados podem andar pelo Parque dos Lençóis Maranhenses.

De Barreirinhas até Atins

Há dois meios de transporte para ir de Barreirinhas até Atins: carro (estilo jardineira) ou de barco. A maneira mais rápida é indo de barco, porém, ir de 4×4 é o jeito mais barato.

Leia mais detalhes a seguir para definir qual é o melhor jeito para você ir, de acordo com sua preferência de conforto e orçamento.

De barco (voadeira)

Geralmente, os barcos saem da Avenida Beira Rio, nas margens do Rio Preguiças. O custo é em média R$ 80, podendo variar de acordo com a demanda e época do passeio. Você pode optar pelos barcos tipo voadeira, ou pelo os maiores e mais baratos.

O passeio pode ser comprado em agências de turismo ou dá até para arriscar ir na beira do rio e tentar encontrar uma vaga em algum barco. Há percursos diretos até Atins ou tem os que vão parando em outros vilarejos, uma oportunidade incrível de conhecer mais ainda a beleza da região.

De carro 4×4 (jardineiras)

Para ir de carro é necessário pegar estrada em caminhonetes, geralmente adaptadas com bancos atrás e chamadas de jardineiras. O trajeto é bem cansativo, pois o caminho é todo de terra ou areia e o carro balança bastante. O custo costuma ser por volta de R$ 30.

Transporte em Atins

Todas as ruas de Atins são de areia, então, não dá para usar carro de passeio por lá. Além disso, a areia é bem fofa e caminhar a pé é bastante cansativo. A dica é fechar passeios com agências de turismo, hospedar-se perto da praia e contar com os motoristas de buggy, que fazem alguns serviços de táxi e cobram por pequenos trajetos ou tours de um dia inteiro.

Outra informação importante sobre transporte em Atins, é que somente carros autorizados podem andar no Parque dos Lençóis Maranhenses, portanto, você vai precisar de um guia para passear nessas redondezas.

Internet e condições de pagamento em Atins

O sinal de celular em Atins é muito ruim. Vá preparado para se desligar um pouco do mundo digital. Além disso, é recomendado levar dinheiro, pois não tem banco e nem caixa eletrônico na vila, e é difícil contar com pix (a internet é bem precária por lá).

Seguro viagem para Atins

Contratar um seguro viagem para Atins é uma excelente dica para garantir uma viagem tranquila e evitar preocupações. Mesmo sem ser obrigatório, ter a assistência de um seguro te dá a paz que você precisa para curtir o destino e saber que tem apoio, caso seja necessário. Aproveite também nosso cupom de desconto Seguros Promo. – VER PREÇOS

Passagens aéreas para São Luís

Quer garantir uma passagem para São Luís com preços super atrativos? Nós usamos a plataforma Passagens Promo para encontrar os voos mais em conta do mercado. Confira as promoções do dia e fique de olho para economizar na compra das suas passagens aéreas. – VER PREÇOS

Dúvidas frequentes

O que fazer em Atins?

Conheça as lagoas, praia e dunas, e depois, assista um pôr do sol inesquecível. Veja mais o que fazer em Atins.

Quais são os principais passeios em Atins?

Os principais passeios em Atins são nas dunas, lagoas e praia. Assistir um pôr do sol, ver a revoada de Guarás e praticar Kitesurf também são atividades muito legais para fazer por lá. Leia mais sobre passeios em Atins.

Onde ficar em Atins?

O vilarejo é bem pequeno e as pousadas costumam ficar nas redondezas da Praia de Atins e da Rua Principal. Confira mais informações de onde ficar em Atins.

Há hotéis em Atins?

Muito pouco! A maioria das acomodações são pousadas, como, por exemplo, a La Ferme de Georges, uma pousada bem charmosa para se acomodar. Veja ótimas recomendações de hospedagens em Atins.

Tem opções de pousadas em Atins?

Sim! Atins tem várias pousadas rústicas, confortáveis e cheia de vegetação para você relaxar, como, por exemplo, a Pousada Eureka, a Vila Aty Lodge e a Vila Vento. Confira outras acomodações em Atins.

Quantos dias ficar em Atins?

O recomendado é ficar pelo menos três dias no vilarejo, para aproveitar as atrações ao máximo e com calma. Leia mais sobre quantos dias ficar em Atins.

Como chegar em Atins?

A maneira mais prática de chegar é ir de barco ou carro 4×4 (jardineiras), de Barreirinhas até Atins. Confira as melhores informações sobre como chegar em Atins.

Quando ir para Atins?

O período mais recomendado para visitar Atins, nos Lençóis Maranhenses, é entre junho até meados de setembro. Leia mais dicas de quando ir para Atins.

Melhor época para ir a Atins?

A melhor época para ir em Atins é quando a fase de chuva passa e as lagoas já estão cheias. Geralmente, os melhores meses para ir é entre junho e meados de setembro. Fora desse período, as dunas e lagoas podem ficar bem diferentes do que se vê nas fotos. Confira mais sobre a melhor época em Atins.

Quais as melhores praias de Atins?

A principal praia da vila é a Praia de Atins. Depois, as lagoas também chamam muito a atenção dos viajantes, como, por exempo, a Lagoa das Sete Mulheres, a Lagoa Tropical e a Lagoa da Capivara. Leia mais sobre Atins.

Onde fica Atins?

Atins é um vilarejo de Barreirinhas, município do Maranhão, e faz parte dos Lençóis Maranhenses. Confira um guia completo sobre Atins.

Como se locomover em Atins?

Atins é uma vila com ruas de areia e os melhores meios de transportes de lá são os carros 4×4 ou buggy. Andar a pé é cansativo, devido a areia ser bem fofa, e não tem como andar de carros sem tração nas quatro rodas. Confira mais sobre transportes em Atins.