Um charmoso palácio do século XVIII localizado entre Paris, o Mont Saint Michel e as principais praias do noroeste da França - Le Château La Chenevière - é uma excelente opção de hospedagem para os viajantes que buscam onde ficar na Normandia com sofisticação e conforto.

Paris é uma festa, a Riviera Francesa é um espetáculo, mas existem outras regiões surpreendentes na França que na minha opinião merecem estar sua rota ou na programação de viagem. A Normandia é uma delas! A cultura local é rica e existe uma extensa lista de atrações e lugares para se visitar. Eu recomendo você alugar um carro e desbravar a região durante alguns dias ou até mesmo em um final de semana e conhecer o Le Château La Chenevière

Foi o que eu fiz em setembro para conhecer um dos lugares icônicos da área. Alugamos um carro e pegamos a estrada na sexta-feira no final do dia e voltamos no domingo depois do pôr do sol. O destino: o Le Château La Chenevière, um hotel cinco estrelas localizado num parque belíssimo perto de Port-en-Bessin e da Omaha Beach.

Um escapadela da loucura-super-bacana da vida parisiense. Vou contar tudo e passar as dicas, mas vou por partes para facilitar a leitura 🙂

Chateau La Cheneviere - onde ficar na Normandia

Quem nunca sonhou em dormir num castelo!?

Check in

Chegamos depois do horário programado (15 h) e o procedimento de check in foi feito na recepção do Château La Chenevière. Passaportes, confirmação da reserva, perguntinhas básicas sobre estacionamento, horários e etc. Tudo normal.

Fora do esperado: uma resenha sobre o Brasil. O Dennis que trabalha no hotel é um francês que ama o Brasil, já visitou nosso país mais de 6 vezes e assim como eu é apaixonado por Salvador. Depois do papo, ele nos acompanhou até o quarto e mostrou alguns detalhes como o funcionamento do cofre, frigobar e o sistema de temperatura interna.  Algumas pessoas não gostam desse acompanhamento pessoal até o quarto, mas eu gosto. São tantos botões por todo lado que eu prefiro quando alguém mostra na prática como usar todos.

Cartão escrito a próprio punho (chic!) e balinhas de caramelo (típicas da região) finalizaram o momento da chegada.

Localização

O Le Château La Chenevière fica localizado em Escures-Commes em Port-en-Bessin. De Paris são aproximadamente 3 horas de carro e 4 de trem – a estação mais próxima é a Bayeux, localizada a 10k do hotel.

Eles oferecem serviço extra de translado e podem te ajudar depois que você fizer a reserva.

Um quarto cheio de história 

O La Chenevière oferece vários tipos de suítes – são cinco categorias de acomodação – cada quarto conta com décor e detalhes distintos, o que eu acho super interessante. Existe também uma maison separada com mais de 150 metros  que fica em um prédio anexo. Boa pedida para grandes famílias.

Dei uma viajada literalmente e fiquei imaginando quem já dormiu nas dependências e nos quartos desse castelo. Isso porque o La Chenevière foi, por mais de um século, propriedade da família Gosset – sobrenome de peso de vários arquitetos, filósofos, artistas e políticos franceses.

Além da sobrecarga familiar, o chatêau também chegou a ser um dos QG’s dos oficiais alemãs de alto escalão durante a Segunda Guerra Mundial. Eles criaram os pontos de telecomunicações e usaram o espaço como estoque/garagem de carros, motos e outras máquinas usadas para os combates. Muita história! Foi só em 1988 que o casal Marie-François e Thomas Dicker compraram o local e decidiram criar um hotel de prestigio e luxo.

Fiquei em um chambre standard bem confortável e agradável. Me senti realmente num quarto de um castelo francês. Cama king extremamente confortável, televisão de plasma, armário, cofre, frigobar, uma mesa para refeições com vista para o jardim, uma escrivaninha charmosa em um ambiente interior clássico com toque country francês.

O banheiro conta com chuveiro, ducha e  amenities  refrescantes e cheirosas criadas pela renomada Nuxe Paris.

Facilidades e áreas do Le Château La Chenevière

São vários ambientes externos e internos lindos. Salões com mesas, sofás e almofadas e obras de arte encantam e são quase que um convite para ficar. Na parte externa, a natureza é a grande protagonista. Cada canto parece ser feito para sentar e admirar. É para relaxar e curtir o tempo passar. É tudo muito tranquilo, confidencial e agradável.

No térreo se encontram a recepção, uma antessala com livros interessantes e poltronas que te abraçam, um bar e os salões do Le Botaniste, o restaurante gastronômico do hotel, onde também é servido o café da manhã. Vou falar mais sobre as experiências gastronômica abaixo.

No subsolo se encontra o Zanzibar – uma espécie de bar/salão de jogos escondido – repleto de obras, artigos e souvenirs de viagens dos próprios donos do Château La Chenevière. Um incrível cabinet de curiosités com bar de confiança. Você se serve, se quiser, e fica super a vontade.

O que mais aproveitei foi a parte externa e a piscina. A área da piscina é linda e formada pelo contraste da natureza exuberante com a construção de vidro e pedra, onde está instalado o outro restaurante do hotel, chamado de Le Petit Jardin – excelente opção para almoço.

Eu amei o Potager – que é como eles chamam horta aqui na França. O espaço é super bem cuidado. Por lá eles cultivam grande parte dos alimentos utilizados nos pratos servidos no hotel. Tomates, alfaces, cebolinhas, manjericão, rúcula e etc – Tudo plantando e cultivado ali de forma caseira e orgânica. Até o mel delicioso é fait Maison, ou seja produzido no local. Me impressionou muito.

Mais:

  • Serviço de concierge
  • Lavanderia
  • Seleção de jornais franceses e internacionais
  • Sala de ginástica (não fui, mas achei bem justa e uma gracinha)
  • Tours e passeios privados
  • Massagens e tratamentos de spa
  • Bicicletas a disposição dos hóspedes

Café-da-manhã

Café-da-manhã com opções bem francesas e também americanas. Os típicos do petit déjeuner francês como pain au chocolat, pão de cereais e grãos, croissant, claro que são servidos, na mesa com frutas, geleias, diversas opções de queijos e presuntos. Além de uma boa seleção de cereais, iogurtes e sucos. Também existe um menu com as opções de bebidas quentes e ovos – você os escolhe como preferir. Eu pedi omelete francês (queijo emmental e presunto) em um dia e ovos mexidos com tomates no outro.

Detalhes cinco estrelas: os arranjos de flores com vários lírios e orquídeas, a prataria e as porcelanas de Limonges – região francesa conhecida mundialmente por produzir as porcelanas mais chiques do mundo.

Jantar no Le Botaniste

A alta cozinha do Le Botaniste, o restaurante gastronômico do hotel La Chenevière, é comandada pelo chef francês Didier Robin. Ele propõe um menu de season para aproveitar os melhores alimentos de cada época – todos cuidadosamente produzidos na região do hotel – evidenciando também a cultura sustentável, orgânica e de “curto circuito” garantindo o frescor dos pratos e a sobrevivência de pequenos produtores locais.

Seguimos as recomendações do chef e fomos de menu descoberta. Para começar pedimos drinks deliciosos – o La Chenevière – champagne, suco de maçã e pêssego e o Tip of the Iceberg com framboesas da horta, gelo de cidra e champagne. Seguidos de amuse-bouche (pequenas entradas para abrir o apetite) tão bom quanto os cocktails.

Degustamos: de entrada o foie na cama de alcachofra com pesto e flores. O prato principal foi o riz de veau com berinjela na cama de abobrinhas com mousse de foie gras. A lá francesa tivemos uma rodada de queijos deliciosos, saladinha com azeite de avelã e terminamos com um sobremesa super refrescante e maravilhosa chamada de Le Vacherin Melon-Framboise – um  merengue com amêndoas, confit de framboesa e ganache de verveine e limão no suco de framboesa com sorbet de melão.

Os menus variam como os preços entre 57, 75 e 95 euros, sem bebida. Os drinks custam na faixa de 19 euros.

Se você está planejando uma viagem para essa região, agora já sabe onde ficar na Normandia e definitivamente onde comer também. Recomendo vivamente o hotel e o restaurante.  Veja o menu e mais detalhes aqui

 

Curiosidades

Château La Chenevière possui uma herança histórica bastante rica. Muito antes de ser hotel e abrigar oficiais durante a guerra, desde o inicio do século XVIII, em sua localização atual, funcionara como um grande campo de produção de cânhamo – que na época era usado para produção de roupas de pescadores.

A herança do cuidado com a terra é direta e presente até hoje. Os franceses em geral sabem muito bem como manter os códigos e a tradição de outrora e transformar o que teria cheiro de naftalina em pó de ouro.  Como comentei no parágrafo do quarto, o Château foi ponto-chave para as comunicações dos alemães. Em 1944 o francês Armand Lapierre, membro da Réseau Alliance, entrou no local e destruiu as linhas de comunicação dos inimigos – o episódio ficou conhecido como a  Grande Coupure. No hotel está instada uma placa dedicada ao grande ato que ajudou a base aliada contra a Alemanha. Viajar é cultura!

  • O hotel tem o selo e faz parte da rede Small Luxury Collection desde 1992 e está na lista de recomendações de onde ficar na Normandia pela Cond Nast Traveller. Receberam também outros prêmios pela Trip Advisor e da Trivago.
  • O Château La Chenevière é também  é uma excelente opções para casamentos. A propósito quando estive lá rolou um casamento francês intimista e agradável. Como os espaços são amplos, só vi um pouco da montagem e os carros que chegaram. Um sonho se casar num local desses, não?
  • Muitas obras de arte e artigos interessantes de viagens decoram as salas do hotel. É muito interessante observar cada cantinho e tentar viajar com as peças colecionadas vindas da África, Oceania, Índia e etc. Eu amei a coleção de coelhos… estão por toda a parte.
  • Durante o verão o hotel promove alguns brunchs com Jazz. Deve ser um show!
Onde ficar na regiao de Normadia - Château La Chenevière

Carro da noiva

 

Preços

Os preços das diárias, como em quase todos os hotéis, variam de acordo com o período, categoria, canal e data da reserva. As tarifas e outras condições especiais podem ser verificadas diretamente com o hotel, mas você também pode fazer uma cotação e reserva aqui pelo site com o Booking.com. O valor médio para um quarto duplo standard é 450 euros por noite.

FAÇA SUA RESERVA OU SAIBA MAIS DO HOTEL AQUI

 

Anota ai:

*** O nosso colunista Luis Felipe se hospedou a convite do Château La Chenevière***

Ainda quer saber mais detalhes do hotel, veja o vídeo abaixo. Você irá se apaixonar por esse luxo.

 

Já sabe onde ficar na Normandia e agora quer saber o  fazer em durante sua estadia?

 

Duas recomendações para curtir o dia:

Visitar a cidadela e o porto de Port-en-Bassin e fazer uma trilha pelas falésias da área. É um passeio leve e bem agradável. Na beira da praia você vai encontrar um chão surpreendente formado de conchas. Nunca tinha visto nada igual.

Visitar a Omaha Beach, onde aconteceu o desembarque de tropas aliadas Americanas em 6 de junho de 1944 – esse dia ficou conhecido como o Dia D. Foi a maior invasão por mar da história que contribuiu para acabar com a Segunda Guerra Mundial que assombrava o mundo e destruía a França.

E aí, já sabe onde ficar na Normandia ?

Encontre hotéis em promoção na região da Normandia



Booking.com

 

Você sabia que é obrigatório fazer um seguro em viagens à França?

Se você estava pensando em viajar sem um seguro viagem para a Europa, saiba que isso pode se tornar um problema na hora da imigração. Então é bom anotar uma dica importantíssima para quem está planejando a viagem para lá: O Seguro Viagem para qualquer destino da Europa é obrigatório.

O motivo? É o Tratado de Schengen, que estabelece a livre circulação e obrigatoriedade do seguro viagem em 26 países europeus. Já que nos planejamos tanto para as férias, criamos expectativas, investimos dinheiro, não vale a pena arriscar qualquer contratempo que pode estragar tudo isso. Você pode conferir as histórias de nossos colunistas que contam o por que vale a pena contratar um seguro viagem.

Para encontrar boas ofertas em seguro viagem, nós recomendamos o site Seguros Promo. Ele compara os preços e coberturas das principais seguradoras do mundo, como SulAmerica, Assist Card, GTA, Affinity, entre outras. Por lá, você pode conferir as apólices que mais tem a ver com a sua viagem e contratar a que você achar melhor.

Como a gente gosta bastante dessa ferramenta, nós conseguimos um desconto de 5% no Seguros Promo para nossos leitores!  É só usar o cupom DICASDEVIAGEM5 no site, clicando aqui.

 

Receba um chip em sua casa no Brasil e use Internet ilimitada na França e por toda a Europa

Você também está cansado de só conseguir usar o seu celular em pontos que encontra Wi-Fi liberado durante a viagem? E ter que pagar por dia para poder usar um GPS no carro alugado na viagem?

A gente também não aguentava mais, ainda mais porque queríamos postar em tempo real fotos de nossa viagem nas redes sociais. Além disso, o Google é um grande aliado para encontrar o que precisamos durante as férias, como informações e lugares, e não dá para usá-lo só onde tem Wi-Fi. Então descobrimos uma das melhores soluções para acabar com este problema, que você não vai mais precisar gastar horas da viagem em lojas de telefonia do país, falando um idioma desconhecido para conseguir um chip. Essa é uma das dicas que adoramos dar para nossos leitores: a EasySim4You.

Anota aí: A empresa envia um Chip internacional em sua casa no Brasil. Quando estiver no avião, é só você trocar o seu chip brasileiro por este internacional. Você vai chegar na França com Internet ilimitada, usando seu celular à vontade, como usa no Brasil. O melhor de tudo? É super barato conseguir este chip: os preços começam em U$ 35!

Chegando na França, você pode usar o dia inteiro, em qualquer lugar da Europa. Você vai economizar com aluguel de GPS, com créditos de Skype, e ainda vai poder usar as redes sociais, o Google, ou pesquisar qualquer coisa na internet o dia todo. Além disso, ainda pode ligar para sua casa para mandar notícias da viagem quantas vezes quiser pelo WhatsApp ou Facetime.

 

 

Veja mais:

Qual o melhor seguro viagem para Europa?

Seguro Viagem Europa: O que você PRECISA saber antes de contratar

Onde se Hospedar em Paris: o guia completo bairro a bairro

O que fazer em Paris em 2 dias

O que fazer no Sul da França?