O processo do visto de turismo para entrar na Índia é cheio de detalhes, mas bastante fácil de tirar. Antes de escolher qual visto é mais adequado para sua viagem, é importante levar em conta quais são seus planos: se pretende ficar mais de 30 dias no país, visitar algum país vizinho e voltar, ou qualquer outro detalhe que possa ser relevante.

O Consulado Geral da Índia no Brasil fica em São Paulo. No entanto, a Embaixada da Índia, localizada em Brasília, possui uma seção consular que atende diversas regiões do país, mas o procedimento e documentação exigida em cada local são um pouco diferentes.

visto para Índia

Por do sol na Índia

Visto online de turismo

A Índia oferece um serviço online de visto para Índia de turismo que é extremamente prático e fácil de tirar. O melhor é que pode ser feito em até 4 dias antes do desembarque no país.

No entanto, este visto só é válido para 30 dias no país e tem entrada única – ou seja, você não poderá sair e voltar caso deseje visitar um país vizinho. Fique muito atento a isso caso queira flexibilidade durante sua viagem, pois muitas pessoas acabam ficando limitadas quando decidem conhecer um pouco mais da região. Caso tenha dúvidas quanto ao seu itinerário, é melhor optar pelo Visto Regular de Turismo que descrevo em seguida.

Para solicitar o visto online, você vai precisar dos seguintes documentos:

– Formulário de visto: entre neste link, acesse e preencha o formulário disponível na primeira aba “e-Tourist Visa Application”

– Primeira página do passaporte escaneada. Em formato PDF com tamanho mínimo de 10KB e máximo de 300KB.

– Foto padrão para documentos como passaporte e identidade (fundo branco, sem sombras ou recortes no rosto). A foto deve ser quadrada em formato JPG com tamanho mínimo 10KB e máximo 1MB.

Procedimento:

Com estes documentos em mãos, o procedimento para conseguir seu visto para Índia é bastante rápido: o pagamento da taxa do visto é feito online, assim como o recebimento do mesmo. Após receber seu e-Tourist Visa (eTV) via e-mail, basta imprimir e levar o documento para apresentar na entrada do país.

IMPORTANTE: No momento da alfândega, fique atento às placas que irão te direcionar a fila correta para o visto de turismo online (eTV), pois normalmente eles possuem um atendimento exclusivo para isto – muita gente se confunde e acaba perdendo um tempo em vão na fila.

O viajante que tirar o Visto para Índia de Turismo eletrônico deve obrigatoriamente chegar por um dos aeroportos listados: Nova Déli, Mumbai, Chennai, Kolcatá, Trivandrum, Bangalore, Hyderabad, Kochi, Goa, Ahmedabad, Amritsar, Gaya, Jaipur, Lucknow, Trichy ou Varanasi.

Como tirar visto para Índia

Visto regular de turismo

Válido por 6 meses de duração com entradas múltiplas. Antes de enviar sua solicitação, é fundamental conferir se as informações estão atualizadas, especialmente referente à taxa de visto que pode ser alterada a qualquer momento.

Formulário online para visto regular de turismo

Acesse o site, clicando aqui, clique na primeira aba superior “Regular Visa Application” e preencha todas as páginas do formulário até finalizar. Lembre-se de guardar o seu número de referência do mesmo pois este número deverá ser usado em qualquer futura correspondência ou solicitação.

Você também irá precisar para tirar o visto para Índia uma foto digital em formato quadrado dentro dos padrões para documentos como passaporte e identidade (fundo branco, sem sombras ou recortes no rosto). Esta será usada no formulário.

O formulário tem validade de no máximo 2 semanas até o envio da documentação, caso contrário é necessário refazer o procedimento.

Requerimentos para o consulado geral de São Paulo:

Apenas para residentes dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina ou Rio Grande do Sul.

– Passaporte com validade mínima de 6 meses.

– Formulário online devidamente preenchido, impresso e assinado. Neste caso, lembre-se de discriminar “SAO PAULO” no campo onde é solicitado “Indian Mission”. O documento deve ter duas assinaturas: uma sob a foto na primeira página e outra no final da segunda página.

– Uma foto física no tamanho 5x5cm (a foto deve ser a mesma que foi usada no formulário).

– Recibo original (não pode ser cópia) de pagamento da taxa do visto – o valor inclui Sedex de retorno e taxas consulares. Detalhe importante: o pagamento só pode ser efetuado em dinheiro na boca do caixa (no comprovante estará escrito “em dinheiro”) e não será aceito qualquer outro tipo de pagamento como transferência ou depósito em caixa eletrônico.

Confira aqui os dados para depósito e o valor total da taxa

– Envelope auto-endereçado com o endereço e todos os detalhes relevantes para onde o passaporte deve retornar. Lembre-se de incluir o número de referência (formulário) no envelope.

– Carta de autorização para retorno do passaporte via Sedex. Confira aqui o modelo a ser seguido.

O Consulado Geral de SP garante a entrega do visto em no máximo 7 dias úteis a partir da data de recebimento dos documentos, se não houver nenhuma irregularidade na documentação ou no serviço dos Correios.

A solicitação também pode ser feita pessoalmente com um custo adicional de R$100. Portanto, mesmo que você more na frente do Consulado, o processo deve ser feito preferencialmente pelos Correios. Em caso de urgência, entrar em contato direto com o Consulado.

Requerimentos para a Embaixada da Índia em Brasília:

Para residentes de qualquer outro estado do Brasil, exceto São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina ou Rio Grande do Sul.

– Passaporte com validade mínima de 6 meses.

– Formulário online devidamente preenchido, impresso e assinado. Neste caso, lembre-se de discriminar “BRASILIA” no campo onde é solicitado “Indian Mission”. O documento deve ter duas assinaturas: uma sob a foto na primeira página e outra no final da segunda página.

– Duas fotos físicas no tamanho 5x5cm (a foto deve ser a mesma que foi usada no formulário).

– Para solicitação feita pessoalmente, o pagamento das taxas de visto para Índia deve ser feito em dinheiro com a quantia exata. Confira aqui o valor total das taxas na aba “turismo”.

– Para solicitação via Sedex, as taxas devem ser pagas por meio de três cheques administrativos* (um exclusivamente para a taxa do visto, um para a taxa do SEDEX e outro para a taxa consular).

  • Cheques pessoais ou empresariais não são aceitos – o cheque administrativo deve ser solicitado ao seu banco mediante fornecimento do CNPJ da Embaixada da Índia (04.386.483/0001-65). Confira aqui o valor discriminado de cada taxa na aba “turismo”.

IMPORTANTE: O Certificado Internacional de Vacinação contra Febre Amarela é um requisito obrigatório para brasileiros ou residentes no Brasil antes de iniciar o processo para qualquer tipo de visto indiano.

A vacina é oferecida gratuitamente em qualquer posto de vacinação, onde o viajante receberá o Cartão Nacional de Vacinação, válido apenas em território nacional. Para viagens internacionais, apresente seu cartão nacional no Centro de Orientação ao Viajante mais próximo (confira a lista aqui) para a emissão do Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia, que deverá ser anexado ao seu passaporte durante a viagem.