Programando uma viagem para a Ásia? O Mochilando te dá 15 dicas da Tailândia para você não ter dúvidas na hora de escolher o país como destino.

Conhecer a Tailândia é uma experiência muito tranquila. A chegada é pela capital, Bangkok, e não exige visto de entrada. Basta apresentar um passaporte válido e permanecer no país como turista por no máximo por 30 dias. A única exigência do governo aos brasileiros é que apresentem a carteira de vacinação e comprovem que foi feita a prevenção contra a febre amarela, pelo menos dez dias antes da chegada.
Bangkok é o centro econômico, político, cultural e religioso da Tailândia. A cidade é um mix de tradição e modernidade. Oferece vida noturna intensa, templos budistas, palácios, mercados flutuantes, artesanato rico, prédios high-tech, massagens e spas de beleza de primeira linha. O Rodrigo passou 1 mês no país e te da as melhores dicas da Tailândia! Anote ai:

Transporte:

TUK TUKs, parecem de brinquedo

Os tuk-tuks são simpáticos “carrinhos” e representam uma alternativa aos táxis. Negocie o valor da corrida antes e deixe claro a rota que irá fazer. E como este transporte é aberto, fique atento aos seus pertences.

dicas da tailândia

dicas da tailândia

TÁXIS, um festival de cores

Os táxis na Tailândia parecem estar prontos para um desfile de cores. Rosa, laranja, verde e amarelo, tem de tudo. Os taxistas fazem a corrida com valores já definidos e é difícil encontrar algum que não faça desta forma. Se não estiver com pressa, insista até encontrar alguém que faça a corrida pelo taxímetro. Caso contrário, pechinche para diminuir o valor cobrado inicialmente, ou procure os famosos TUK TUKS.

dicas da tailândia

Passeios indispensáveis:

WAT PHO, o templo do Buda de ouro

Conhecido como Templo do Buda Deitado, o Wat Pho é um dos maiores e mais antigos templos de Bangkok. É um ponto turístico imperdível.

Dentro do complexo, vários prédios abrigam salas de estudo dedicadas ao budismo, esculturas mitológicas em tamanho gigante e uma escola de massagem de monges budistas.

dicas da tailândia

Na ala oeste, o templo abriga uma imagem do Buda deitado, com 46 metros de comprimento e 15 metros de altura. A escultura é feita em tijolo e cimento, e toda folheada em ouro. A imagem, que representa o estado de Buda ao atingir o Nirvana, tem 108 sinais que o identificam. No pátio, quatro chedis – pequenos templos sem porta ou janelas que abrigam relíquias religiosas – chamam a atenção pela beleza arquitetônica.

GRAND PALACE, símbolo da monarquia tailandesa

É o principal ponto turístico da capital da Tailândia. Localizado na zona histórica da cidade, o Grand Palace é um complexo de 218 mil metros quadrados que abriga prédios oficiais e templos construídos pelo rei Rama I, no final do século 18, época em que a capital do país foi transferida para Bangkok.

dicas da tailândia

Este palácio funciona como residência real e sede do governo há 150 anos e sedia as grandes cerimônias reais. É o maior símbolo da arquitetura monárquica tailandesa e abriga importantes prédios e templos, como o Wat Phra Kaeo, a casa de hóspedes do rei, a sala de coroação, os jardins, as imagens mitológicas, as relíquias religiosas e a biblioteca real. Para visitar o local, turistas devem usar vestidos, calças ou saias compridas. Camisas sem manga e decotes devem ser evitados.

dicas da tailândia

A gastronomia em restaurantes e bares

SKY BAR, experiência inesquecível

É o bar onde foi filmado “Se Beber não case 2”. Porém, este é apenas um detalhe, o que importa mesmo é o pôr do sol e o anoitecer com uma vista sensacional para a cidade. Pode anotar como indispensável entre as dicas da Tailândia.

dicas da tailândia

Este estabelecimento está no 64º andar do Lebua Hotel e, além do visual, tem como atração uma banda de jazz excelente. Lá não tem mesas, pois a proposta é que as pessoas consumam e saiam rapidamente.

MEZZALUNA, o “Terraço Itália” da Tailândia

Mezzaluna é um refinado restaurante italiano contemporâneo, com cozinha aberta, que serve pratos cinco estrelas. Tudo isso junto a vista panorâmica da cidade, pois localiza-se no 65º andar da State Tower. É uma experiência gastronômica e visual incrível.

SIROCCO, romance nas alturas

Para um jantar romântico com o pôr do sol ou sob o céu estrelado. É uma experiência memorável jantar à “céu aberto”. O Sirocco está situado no 63º andar do The Dome at Lebua.
É o restaurante ao ar livre mais alto do mundo e uma das mais cobiçadas escolhas de Bangkok. Oferece culinária mediterrânea com ingredientes de qualidade dos melhores mercados do mundo. Geralmente, a casa oferece como atração, shows de jazz com cantores de renome internacional.

Restaurante próximo a ponte do Rio Kwai

Ponte sobre o rio Kwai, que ainda mantém os arcos da estrutura original e tem um restaurante próximo com comidas locais. Vale a pena pela vista da ponte.

dicas da tailândia

Arredores de bangkok

Mercado flutuante Dumnoen Saduak

É o mercado flutuante mais famoso da Tailândia. Vende-se de tudo, desde comidas típicas e frutas até roupas de seda e souvenirs. Reserve uma manhã inteira para fazer este programa.
O melhor é ir por terra até Ratchaburi, pegar um Hang Yao (barco do rabo comprido) e fazer um percurso de 15 minutos pelo canal. A travessia oferece vista para uma exuberante vegetação tropical e para as palafitas e casas dos canoeiros.

dicas da tailândia

Massagem

Bem-estar

Quem visita Bangkok não pode deixar de experimentar a tradicional massagem tailandesa. Diferentemente do que ocorre na técnica tradicional, os massagistas focam na circulação e nos pontos de pressão. Eles usam não só as mãos, mas os pés, as pernas e os cotovelos para energizar o cliente. Dependendo do ponto massageado, pode doer um pouco, mas basta pedir para reduzir a pressão no local. As casas também oferecem a opção de meia hora de massagem relaxante ou banho de óleo nos pés, nas costas ou na cabeça. É imperdível.

Os centros de massagem e day spa estão distribuídos por toda a cidade. É fácil de encontrar. Aquela massagem que se coloca os pés numa espécie de aquário com peixes também tem por todo o lugar.

dicas da tailândia

Massagem com peixes na Tailândia

CHIANG MAI, as montanhas da Tailândia

Com um clima mais frio que Bangkok e protegida por montanhas, Chiang Mai serviu, por muito tempo, como porta de entrada para mochileiros que iam para o norte da Tailândia. O fluxo grande de artistas tailandeses transformou esta calma cidade num destino verdadeiramente vibrante e cheio de energia. Vale também colocar entre as dicas da Tailândia.

MAE HONG SON

Uma província e cidade, adjacente à Chiang Mai, no extremo noroeste do país, que faz divisa com Mianmar. Possui vários pontos interessantes para serem visitados, como a cidade de Chiang Dao e as “mulheres-girafas”, que moram em uma vila próxima, chamada Padong. O nome da província se refere a um profundo vale, ideal para o treinamento de elefantes, que se tornou um grande campo de criação desses mamíferos.

KO SAMUI

Situada na terceira maior ilha da Tailândia, Kho Samui é rica em beleza natural, com paradisíacas praias de areias brancas, recifes de corais e milhões de coqueiros.

Situada no Golfo da Tailândia, ela está no centro de um pequeno arquipélago constituído por 85 ilhas, das quais somente seis são habitadas. O local tornou-se uma elegante alternativa à lotada Phuket, oferecendo uma infraestrutura com bares, restaurantes, hotéis e resorts.

Hotel Intercontinental 

É maravilhoso e oferece serviço impecável. O bar com vista para o mar é uma atração à parte, como também o restaurantes pé na areia com cadeiras e vista para o mar com pôr do sol deslumbrante. Vale a pena cada centavo gasto. É inesquecível!

dicas da tailândia

PHUKET

A ilha em forma de lágrima, de vegetação exuberante, areia branca e águas cristalinas, é um dos principais destinos turísticos da Tailândia. É muito conhecida pelas praias deslumbrantes e pela vida noturna. O local tem cenário cinematográfico e é roteiro preferido de casais em lua-de-mel.

Após o catastrófico tsunami asiático de 2004, a recuperação foi rápida e nos últimos anos a ilha se reafirmou como um resort praiano de ponta, com um número crescente de hotéis de luxo. Antigamente, o local era um centro de comércio de borracha frequentado por comerciantes árabes, indianos, malaios, chineses e portugueses. A dica é hospedar-se no Hotel Pullman Phuket Arcadia.

dicas da tailândia

Hotel Pullman

ILHAS PHI PHI

Localizam-se no Oceano Índico, entre a Ilha Phuket e o continente e ficam a cerca de uma hora de Phuket. Primeiramente, essas ilhas foram frequentadas por alpinistas que desejavam escalar os enormes paredões rochosos. Contudo, as paisagens e a variedade de flora e fauna aquáticas fizeram fama e as Phi Phi passaram a ser procuradas pelos amantes do mergulho. O filme A Praia – com Leonardo DiCaprio – também ajudou a divulgar a ilha mundo afora. Na foto, a praia da ilha de Kho Phi Phi:

dicas da tailândia

PHUKET FANTASEA

Imagine a Las Vegas asiática. Este monumental parque mostra exotismos da cultura siamesa com a típica imaginação tailandesa. Pode ser deselegante, mas os elefantes, acrobatas e pirotécnicos seduzem até os mais descrentes no espetáculo.

NIGHTLIFE

Patong é o centro da vida noturna na ilha, onde você vai encontrar muitos bares, discotecas, salões de karaokê, salas de bilhar e espetáculos de dança. Não se espante se te oferecerem o Ping Pong Show, um show bizarro, em que as mulheres fazem acrobacias com o órgão genital. Não sabemos como é, mas enfim, se tiverem curiosidade, pelo menos já sabem o que é.

E aí, gostaram das dicas da Tailândia do nosso colunista Rodrigo Scarpa? Comente aqui.

Leia Mais:

Onde ficar em Koh Lanta: Pimalai Resort & Spa