A Austrália é um país que sempre tive vontade de conhecer, e antes de chegar aqui ficava me imaginando passeando pelas praias paradisíacas, assistindo campeonatos de surf e esbarrando em um canguru ou outro, mas na realidade tem sido muito mais do que isso.

Eu adoro acampar, e essa viagem de três dias que fiz recentemente para Fraser Island com certeza me fez gostar ainda mais.
Saímos cedinho de Hervey Bay em um grupo de mais ou menos 30 pessoas, em 4 jipes 4×4 para pegar o ferry para Fraser Island. Chegando lá, cada grupo entrou no seu carro e começamos de fato a viagem.
Fraser Island Austrália
Essa ilha é a maior ilha de areia do mundo, e as praias são como estradas normais, com sinalização e tudo. Até polícia circulando de 4×4 e aviões pousando nas praias você vê! Infelizmente, todas as praias da ilha são impróprias para banho devido a grande quantidade de tubarões.
Depois de muita emoção pelas estradas de areia, fizemos a nossa primeira parada. O guia não poderia ter escolhido um lugar melhor para nos dar as boas vindas. O Lake Mackenzie é um dos 27 lagos de água doce espalhados pela ilha e, para mim, o mais bonito que já vi na vida. Difícil de acreditar que um lago enorme e perfeito como aquele é formado apenas de água da chuva.
A areia do lago é composta de pura sílica, então aproveitei para colocar a esfoliação em dia! Depois de umas duas horas no paraíso, digo, no Lago Mackenzie, seguimos viagem.
No dia anterior havíamos feito compras e abastecido os carros com comida para os três dias. Optamos por fazer sanduíche de atum para comer no almoço, a opção mais prática já que sempre almoçávamos em alguma parada rápida pelo caminho.
Antes de irmos para o camping, fizemos a última parada do dia. Fomos conhecer um outro lago da ilha, o Lake Wabby. Para chegar nesse lago, tivemos que fazer uma trilha de mais ou menos 30 minutos. O lago é cercado de dunas, e a vista de cima é sensacional! Esse foi o momento mais relax da viagem, deitei na beira do lago e deixei os peixinhos darem um trato nos meus pés! Na volta do lago pegamos uma chuva danada no meio da trilha, deixando o passeio ainda mais emocionante!
  
Chegamos no camping e as tendas já estavam todas armadas, a única coisa que tivemos que fazer foi guardar tudo dentro do carro antes de dormir, já que a noite os Dingoes (cachorros selvagens que parecem uma mistura de cachorro com raposa) aparecem para fazer uma visita e “roubam” as coisas que o pessoal deixa pra fora da barraca.
As duas noites que passamos no camping fizemos churrasco e jogamos conversa fora. Nem parecia que aquele grupo inteiro tinha acabado de se conhecer!
Às 7 da manha do dia seguinte, o nosso guia começou a bater panela para que todos acordassem. Tomamos café da manhã juntos e fomos conhecer o famoso Eli Creek, o rio que tem a fama de curar ressaca! A água é super gelada (realmente não há ressaca que resista), e para descer o rio você não precisa fazer o mínimo esforço, ele é super raso, e a correnteza te leva de volta para onde os carros estão estacionados, uma delícia! Ao planejar a sua viagem para Fraser Island, inclua na sua lista de coisas para levar uma boia para sentar em cima. Descer o rio sentado numa boia deve ser ainda mais divertido, pena que eu não tinha uma.
 O segundo e último passeio do dia foi para as Champagne Pools, umas piscinas formadas por pedras na beira da praia. O nome foi dado porque essas piscinas ficam cheias de espuma quando as ondas batem nas pedras, tipo uma jacuzzi natural. Coisa fina!
No terceiro dia de viagem acordamos cedo novamente ao som de panelada, tomamos café, arrumamos todas as coisas e fomos dar uma conferida no Lake Birrabeen antes de pegar o ferry de volta. Como os outros lagos, esse também não deixou nada a desejar. A água bicolor e a paisagem em volta são de tirar o fôlego.
Se você gosta de aventura, não deixe de conhecer esse lugar maravilhoso que ainda é pouquíssimo explorado por brasileiros.