Depois de alguns bons anos juntos, um tempinho separados, uma volta cheia de emoções e um pedido de casamento dos sonhos no Egito (contarei detalhes em outro post). Decidimos que era o momento certo para unirmos para sempre nossa bagagem e passarmos na fila da imigração juntos, como marido e mulher! E ainda curtir nossa LUA DE MEL no Shangri-La Maldivas!

Depois de toda a correria com os preparativos do casamento, chega o momento mais esperado: planejar nossa LUA DE MEL!!! Queríamos algum lugar que pudéssemos relaxar, curtir um pôr do sol lindo, começar com o pé direito numa praia paradisíaca nossa longa caminhada juntos (que assim seja!).

O hotel Shangri-La Maldivas

Dentre várias possibilidades, muitos rascunhos de roteiros, testes de compras de passagens com múltiplos destinos na caça de melhores preços. Eis que surgiu a oportunidade de finalizar uma viagem pela Ásia nas Maldivas! Sim, aquele paraíso chamado República das Maldivas! Situado no Oceano Índico ao sudoeste do Sri Lanka e da Índia. Constituído por 1.196 ilhas, das quais apenas 203 são habitadas. Votos feitos, SIM dito em alto e bom som no altar, partimos então para viver esse sonho!

Nossa escolha foi pelo Shangri-La’s Villingili Resort & Spa. Como era nossa lua de mel optamos por um bangalô. Foi sem dúvidas uma das melhores experiências de nossas vidas!

Shangri-La Maldivas - Onde passar a lua de mel

Lua de mel nas Maldivas

Como chegar no Shangri-La Maldivas?

Voo de 14h30min até Dubai – se preferir, você pode fazer um stopover na cidade e em breve brasileiros serão isentos de visto para o país, mas por enquanto se faz necessário um rápido processo de concessão de visto online. Depois mais 4h10min até Malé (capital das Maldivas) e de lá ainda há necessidade de uma viagem de avião ou barco para a ilha escolhida. A maioria das ilhas são propriedades exclusivas de resorts, portanto, é importante sair daqui com hospedagem reservada para poder também planejar essa segunda parte do percurso.

Shangri-La Maldivas, onde se hospedar

Vista do avião, chegando no paraíso!

Recepção e Check in

Chegamos em Malé e um funcionário do Shangri-La Maldivas já nos aguardava para pegar nossas bagagens e nos direcionar ao check-in com nossas passagens que eles já haviam reservado (serviço oferecido na confirmação das diárias). Pediu nossos passaportes e cuidou de tudo. Decolamos rumo a Gan (aeroporto de Addu Atoll, nossa ilha escolhida) num voo de 1h10min e, chegando ao aeroporto, um novo funcionário estava a espera para nos levar até um barco, para mais 10min de viagem!

Ao avistarmos a ilha, nós e mais 3 casais no mesmo barco, percebemos a movimentação de cerca de 15 funcionários do Shangri-La’s Villingili para nos receber! Que recepção!!! Já haviam apurado as fotos dos nossos passaportes, enviadas on line pelos funcionário que estava no aeroporto horas antes, e nos receberam pelo nome, como se já nos conhecessem. Não foi necessário fazer check-in no hotel, como de costume, apenas curtir uma água de coco e flores como boas-vindas! Não preciso dizer que foi amor à primeira vista, né?

O quarto

Num carrinho de golfe fomos conduzidos até nosso bangalô no Shangri-La Maldivas. Sabiam que estávamos em lua de mel e cuidaram de todos os detalhes para nos impressionar. E conseguiram! Pétalas de rosas, champanhe gelada, chocolates… o que mais eu poderia pedir?

Mas, na verdade ficamos impressionados mesmo com a estrutura daquilo que chamaram humildemente de bangalô. Com seus 166 metros quadrados, sob o mar dono da vida marinha mais rica que eu já conheci e de cor azul mais turquesa que meus olhos já viram. Os quartos são equipado com TV de tela plana, ar condicionado, canais pagos, wi-fi por toda a ilha (lembrem-se que se encontra isolado no meio do oceano), chuveiro interno com massageador, chuveiro externo com vista para o mar, banheira, frigobar, iluminação e cortineiros automatizados. Tudo abastecido com muitos e muitos mimos que me deixaram como criança por meia hora ocupada abrindo cada “pacotinho”.

Amenities

Além do habitual shampoo, condicionador e sabonete. Oferecem creme pós-sol para aliviar a ardência, elásticos para cabelo, kit depilação descartável, chinelos, sais de banho, nadadeiras, snorkel, chinelos e coletes salva-vidas exclusivos para nosso uso durante a estadia.

O que fazer Shangri-La Maldivas

Nosso bangalô

 

Como se locomover

Para se locomover nessa ilha, com três quilômetros de extensão de pura beleza, 12 hectares de vegetação e três lagoas naturais. Os hóspedes podem pedir o carrinho de golfe para ir e voltar quando quiserem de qualquer parte ou optar por pedalar com as bicicletas disponíveis em cada quarto.

O hotel – Shangri-La’s Villingili Resort & Spa

Há mais de 150 funcionários trabalhando para tornar a experiência da média diária de 60 hóspedes a mais incrível possível. A cada vez que deixávamos o quarto, algum funcionário entrava para garantir que estivesse completamente abastecido, limpo e organizado.

Sempre achamos que passar uma semana em um lugar desses seria demais, mas estando lá, o que eu gostaria mesmo era ficar um mês inteiro curtindo cada segundinho desse paraíso. Só pisando em suas areias finas e branquinhas, sentindo na pele suas águas mornas e cristalinas. Avistando nada além de mar em qualquer direção do horizonte, com aquela sensação de que a Terra parou e todos os seus problemas acabaram. Dá para compreender os motivos desse destino ser tão bem avaliado e tão inesquecível.

FAÇA SUA RESERVA OU SAIBA MAIS DO HOTEL AQUI

 

Como se locomover no Shangri-La Maldivas

Locomoção pela ilha

Andar de bicicleta no Shangri-La Maldivas

Passeio pela ilha com esse por do sol de filme <3

Dicas para família

Lugar de paz e tranquilidade, sol e céu estrelado grande parte dos dias, o que propicia verdadeiros momentos românticos. Ideal para lua de mel e renovação de votos! Mas, engana-se quem pensa que só de casais vive o turismo desse país. Muitas famílias também escolhem esse destino para curtir férias e, sim, é uma escolha perfeita para crianças devido a toda infraestrutura.

Como escolher seu hotel nas Maldivas ?

Para os mais precavidos, ressalto que a ilha conta com um centro clínico para emergências e também para atendimento aos mergulhadores em processo de descompressão. A dica mais importante de uma viagem para lá é escolher bem onde se hospedar.

Mediante a tantas opções, leia sobre a proposta do hotel e analise se está de acordo com sua expectativa. Como quase todas as ilhas são de acesso restrito a hóspedes, não temos muito para onde correr e é da estrutura oferecida que depende a sua boa impressão ou não.  Você até pode trocar de hotel, passar dois/três dias em uma ilha e outros dois/três em outra, o que te permitirá ter visões diferentes. Mas em contrapartida terá que desembolsar uma graninha a mais com voos ou viagens de barco.

Outra alternativa para aqueles que tem um orçamento determinado, mas gostariam de se hospedar nos bangalôs. É reservar parte das diárias em quartos dentro da ilha e ao menos uma  diária em um bangalô – é mais econômico e permitirá viver essa experiência.

O que fazer nas Maldivas ?

Além de usufruir de praias inacreditavelmente lindas, ninguém ficará entediado com as inúmeras opções de lazer oferecidas para preencher o dia. Como mergulhos, passeios de barco (com fundo de vidro, catamarã ou para pesca), caiaques, kite surf, paddle boards, parasailing, esqui aquático, wake board, jet ski, snorkelling, cruzeiros para ver as centenas de golfinhos, campo de golfe, muitas opções de massagens e tratamentos estéticos no CHI, The Spa, sessão de fotos e atividades recreativas para as crianças, além de serviço de babysitting.

ilhas maldivas lua de mel Foto: Joli Ribeiro

Passeio de bike pela ilha

ilhas maldivas lua de mel Foto: Joli Ribeiro

O show a parte dos golfinhos!

Quando ir?

Clima: faz calor o ano inteiro, mas os melhores meses são de novembro a março (estação seca). De abril a outubro é o período de monções (ventos e chuvas fortes).

Onde comer?

Cada resort fica em uma ilha particular, então você não terá como fugir dos restaurantes presentes na estrutura do hotel. Geralmente são ótimas opções, com grande variedade de comidas e preços de acordo com o nível de luxo do seu hotel. O nosso hotel oferecia experiências gastronômicas suntuosas nos 3 restaurantes, mas achamos o valor um pouco salgado. Média de 100 dólares a refeição por pessoa (entrada + prato principal + sobremesa + bebida não alcoólica).

Quanto custa?

Adianto que está longe de ser um destino barato, mas há ilhas que são mais acessíveis, hospedagens mais simples e baratas,. Também aquelas para quem busca total exclusividade, luxo e não está preocupado em gastar o equivalente a um carro zero com cinco diárias.

Os valores variam de acordo com a época do ano e tipo de acomodação. No Shangri-La’s Villingili Resort & Spa, por exemplo, as diárias começam a partir de US$ 500 (quarto duplo em solo) mais US$ 600 por pessoa do voo para a ilha. Se está planejando sua viagem, pesquise os valores e as diferentes opções de acomodações através do Booking.com e encontre o melhor preço.

O que levar na mala?

Você não precisará muito mais do que roupas de banho e chinelos! Para os jantares leve trajes casuais, o que não significa que homens precisarão vestir sapatos e mulheres usar salto alto. Leve bastante protetor solar e um adaptador de tomada para manter sua câmera carregada e registrar os mais lindos momentos.

ilhas maldivas lua de mel Foto: Joli Ribeiro

Pode ser que essa seja o look mais usado rs

 

Dicas úteis:

  • O país isenta brasileiros de visto;
  • A República das Maldivas é um país muçulmano e bastante rígido com suas regras. Só se pode consumir/comprar bebidas alcoólicas dentro dos resorts. As garrafas alcoólicas são confiscadas na chegada ao aeroporto, assim como qualquer objeto que remeta a outra religião. Estávamos carregando um Buda na bagagem de mão que havíamos comprada na Tailândia e nem adiantou chorar. Buda apreendido, mas “resgatado” intacto na volta;
  • A moeda do país é a Rúpia Maldívia (MVR), mas dentro dos resorts todos os valores são sinalizados em USD e você poderá pagar com a moeda americana ou com cartão de crédito.
  • A língua oficial é Divehi, mas por ser um país que vive de turismo, todos falam inglês muito bem.

Ao final dos nossos dias inesquecíveis pela ilha, concluímos que casar é muito bom, mas curtir a lua de mel é melhor ainda! Que venha nossa renovação de votos, que será lá com toda certeza!

Por que vale contratar um seguro viagem para as Maldivas?

Você não quer arriscar qualquer contratempo que possa estragar todo o planejamento de uma viagem! Você pode conferir as histórias de nossos colunistas que contam o por que vale a pena contratar um seguro viagem. De qualquer modo, o ideal em um Seguro Viagem é DIMINUIR RISCOS que podem acontecer em uma viagem. Os “extras” você pode escolher de acordo com a oferta da seguradora: que pode cobrir até extravios de bagagem, furtos e roubos e até mesmo a viagem de uma família em caso de emergência.

Para encontrar boas ofertas em seguro viagem, nós recomendamos o site Seguros Promo. Ele compara os preços e coberturas das principais seguradoras do mundo, como SulAmerica, Assist Card, GTA, Affinity, entre outras. Por lá, você pode conferir as apólices que mais tem a ver com a sua viagem e contratar a que você achar melhor.

Como a gente gosta bastante dessa ferramenta, nós conseguimos um desconto de 5% no Seguros Promo para nossos leitores! É só usar o cupom DICASDEVIAGEM5 no site, clicando aqui.

 

 

Leia Mais:

Omã, a pérola do Oriente Médio

O que fazer no Sri Lanka : O que você precisa conhecer

O que fazer em Ubud, na Indonésia

Dicas de Seguro Saúde Internacional para turistas e estudantes

Onde ficar em Koh Lanta: Pimalai Resort & Spa

Lua de Mel em Dubai: 7 dicas para preparar a viagem perfeita