Saiba como é viajar com a Inca Rail e como é a experiência sobre trilhos em meio à paisagem dos Andes. Confira este guia completo sobre o trem para Machu Picchu!

Ir até a cidade perdida dos Incas não é fácil. Machu Picchu fica praticamente escondida entre montanhas da Cordilheira dos Andes, no Peru, sendo necessário percorrer uma trilha de alguns dias para chegar até lá. Mas existe uma outra alternativa, muito mais simples: o trem da Inca Rail.

Viajei de trem pela IncaRail para a cidade perdida dos Incas e aqui conto tudo sobre minha experiência. Saiba como é viagem e o serviço oferecido pela empresa. Continue lendo para descobrir porque essa é a sua melhor escolha para ir até Machu Picchu.

Flávio Antunes em trem de primeira classe da Inca Rail, ao lado de grande janela para apreciar a vista.
Eu curtindo a vista e a gastronomia do vagão First Class da Inca Rail 🙂

Você vai ver nesse post:

A Inca Rail

A Inca Rail é uma empresa ferroviária que atua no caminho até Machu Picchu desde 2009. Os trens são novos e muito confortáveis. As estações de embarque ficam em três localidades próximas à cidade perdida dos Incas, e você pode escolher onde quer pegar o comboio de acordo com o seu roteiro.

A viagem é oferecida em quatro modalidades: The Voyager, The 360°, The First Class e The Private. Os serviços são diferenciados entre cada uma delas, sendo o Voyager mais simples e o Private o mais luxuoso. Para quem busca uma viagem tranquila para a montanha, o trem é, sem dúvida, a melhor escolha.

Eu fui de First Class na ida – com um serviço de primeira, muito confortável – e voltei com os vagões do 360°, o que foi uma experiência MUITO divertida! Na seção “Experiência” conto os detalhes 😉

Trem da Inca Rail no caminho para Machu Picchu.
Trem da Inca Rail no caminho para Machu Picchu Pueblo – Foto: El Guirre via Flickr

Já comprou seu voo do Brasil para Lima/Cusco?

A primeira etapa para visitar Machu Picchu é garantir sua passagem aérea para o Peru! Acesse o Passagens Promo e aproveite as ofertas!

Rotas do trem IncaRail

A Inca Rail opera três rotas de trem até Machu Picchu. Você pode partir de Cusco ou de duas cidadezinhas que fazem parte do Vale Sagrado dos Incas, Ollantaytambo ou Poroy – pegue um táxi em Cusco para chegar até elas. Dependendo do seu ponto de partida, o preço do trajeto pode sair um pouco mais em conta.

Se a sua ideia é explorar mais cidades históricas, considere pegar o trem de uma das duas cidades do Vale Sagrado (Ollantaytambo ou Poroy). Embarcando em qualquer uma das cidades, o destino final é o mesmo – Machu Picchu Pueblo, também conhecida como Aguas Calientes.

Este é o último local povoado antes da cidadela Inca, e onde muitos se hospedam para ir à montanha bem cedo no dia seguinte. Dali até Machu Picchu existe mais um trajeto de ônibus, que dura cerca de 30 minutos.

#AnotaADica: Fique um dia hospedado em Machu Picchu Pueblo, fazer bate e volta de Cusco no mesmo dia é corrido e você não vai conseguir aproveitar direito.

Encontre as melhores opções onde ficar em Machu Picchu Pueblo no Booking clicando aqui!

Confira as Rotas do trem da Inca Rail:

Mapa com o trajeto de trem pela Inca Rail.
Mapa com o trajeto do trem e as três estações da Inca Rail

Ainda não reservou seu hotel em Aguas Calientes?

Confira as promoções do Booking e reserve já o seu hotel! Não espere os melhores se esgotarem! Clique aqui para garantir sua hospedagem 😉

Rota Inca Rail partindo de Ollantaytambo

Ollantaytambo é o vilarejo mais próximo do destino final, ou seja, onde você consegue comprar as passagens de trem mais baratas. A pronúncia da palavra é “Oiantaytambo”, mas para facilitar vamos chamá-la pelo apelido de Ollanta 🙂

A viagem a partir dali, além de mais curta, segue direto até Machu Picchu Pueblo, e por isso é bem mais rápida (1h40 de duração). Isso não chega a ser uma vantagem, já que você vai ter menos tempo para curtir o trem e a paisagem do caminho, que é incrível.

Para chegar lá, é necessário pegar um táxi. É recomendado pedir ajuda ao hotel para chamar o transporte.

Descemos na estação de Ollanta no caminho de volta, para pegar a van que nos retornaria à Cusco depois do passeio. Lá existe uma estação bem arrumadinha da IncaRail, com café, banheiro, mesas e banquinhos.

Foto da área interna da estação de Ollantaytambo, onde o trem para no trajeto de ida e volta para Machu Picchu.
Por dentro da estação de Ollantaytambo, onde há banheiros e bebidas

Rota Inca Rail partindo de Poroy

Em Poroy fica a estação mais próxima de Cusco. O local tem forte tradição artesanal, e é um distrito cusquenho. Antes da inauguração da estação San Pedro (no centro de Cusco), muitos turistas pegavam o comboio neste local.

Para chegar lá, é necessário pegar um táxi. É recomendado pedir ajuda ao hotel para chamar o transporte.

Rota Inca Rail partindo de Cusco

O trem de Cusco direto para Machu Picchu é uma novidade que foi inaugurada ainda em Maio de 2019. A estação fica a 10 minutos da Plaza de Armas de Cusco, e é chamada de estação San Pedro.

Foi este o trajeto que fiz até Águas Calientes pela Inca Rail, com o trem partindo de Cusco. O caminho todo até o destino leva 4 horas, parando nas outras estações para embarques de mais viajantes.

De Cusco também existe outra possibilidade, que é optar pelo serviço bimodal da Inca Rail. Como o próprio nome indica, você vai usar duas modalidades de transporte nesse caso: um ônibus até Ollanta, e depois segue de trem até Machu Picchu. 

>> Leia mais O que fazer em Cusco – Selecionamos as melhores atrações, hotéis e restaurantes da cidade.

Estações e pontos de venda da IncaRail em Cusco e o trajeto até Ollanta

Tickets Inca Rail – Onde comprar seu ingresso

Cada modalidade de trem têm preços e disponibilidades diferentes. Ao contrário do que se imagina, não são somente vagões que separam os serviços, mas cada tipo é um único trem. Os horários também dependem do tipo de trem escolhido e de qual estação você vai embarcar.

Os preços da IncaRail variam a partir de 70 dólares para o Voyager, 80 dólares para o 360° e cerca de 190 dólares para a Primeira Classe. Os valores para vagões privativos devem ser consultados com a própria empresa.

Compre seu ingresso para Inca Rail clicando aqui.

Assentos dos trens da IncaRail que viajei até Machu Pichu – O 360° e o First Class, respectivamente

O The Voyager, com poltronas simples, e o vagão Private todo estiloso

Experiência com a IncaRail

Como já contei mais acima, na ida desfrutei da First Class e na volta me diverti com o 360°. Minha experiência foi completa, porque pude aproveitar o melhor dos dois vagões, cada um com seus destaques.

Foto de brinde com taças de vinho no Inca Rail, trem que faz o trajeto até Machu Picchu Pueblo.
Brindando com amigos na primeira classe do IncaRail!

The First Class

A Primeira Classe do Inca Rail oferece um serviço de primeira. Recebemos um coquetel de boas vindas logo no início da viagem, além de um repelente natural – super útil! Os assentos são verdadeiras poltronas, super confortáveis e com uma mesa dobrável em frente. Haviam mesas para dois ou para quatro pessoas.

A refeição desse trem é completa. O primeiro lanche foi um croissant, delicioso e frutas com iogurte. Café, água e chá são à vontade. Depois brindamos uma taça de vinho, com uma entrada de salmão com tomate e molho. O prato principal era um frango empanado com purê e molho de shimeji, acompanhado de sobremesa. Delícia!

O vagão é espaçoso, com quantidade bem limitada de assentos – são 30 lugares por carro. A viagem é agradável, com uma vista privilegiada das janelas panorâmicas, enquanto você aproveita o menu gourmet com ingredientes andinos selecionados.

O preço desse serviço é mais salgado que as outras modalidades da IncaRail (em torno de 190 dólares por pessoa), mas o conforto compensa. O valor do ônibus até Machu Picchu está incluso, e vale a pena para chegar descansado em Machu Picchu Pueblo.

Foto de detalhes da mesa do vagão de primeira classe da Inca Rail. com taça de vinho branco, guardanapos escuros, talheres e conjunto de saleiros.
Detalhe do serviço da Primeira Classe no Inca Rail

The 360º

O trem 360º possui janelas panorâmicas ainda mais amplas, sendo a escolha ideal para quem adora viajar olhando a paisagem. Os carros possuem assentos confortáveis, e acomodam mais pessoas por vagão, por isso o espaço não é tão grande quanto no First Class.

Além das janelas maiores, também existe uma parte sem assentos e sem vidro, dedicada para aqueles que querem admirar a paisagem dos Andes e tirar belas fotos. Esse vagão é todo aberto, e os passageiros podem acessá-lo para fazer uma parte da viagem ao ar livre.

Há um sistema de entretenimento nesse trem da IncaRail, com áudio-guia informativo. O lanche servido é mais simples, com uma opção de suco ou bebida quente.

A paisagem no trajeto do IncaRail – no 360° você tem uma vista privilegiada das belezas do caminho

Lanche no trem 360° para Machu Picchu
Lanche mais simples no trem 360º da IncRail

The Private

O Private é o vagão mais exclusivo da Inca Rail, que opera somente mediante pedidos. Não viajei neste dessa vez, mas reuni algumas informações para compartilhar aqui.

Ele tem serviço diferenciado, com música ao vivo e bebidas de cortesia. Ao entrar no Private, você é recebido com champanhe. Esse vagão tem um bar exclusivo com bebidas premium, sofá aconchegante decorado com teares andinos, poltronas soltas e mesa para dois em um espaço mais amplo.

Também possui uma varanda ao ar livre e está incluso o transporte de Machu Picchu Pueblo até as ruínas de Machu Picchu.

Foto de sofá decorado com teares incas no trem privado da IncaRail.
Sofá finamente decorado com teares incas no Private do Inca Rail

The Voyager

O Voyager é o vagão mais simples do IncaRail. Ainda assim, é sofisticado e tem decoração fina. Ele tem a maior capacidade de passageiros de todos os outros trens – são 12 vagões que comportam até 44 pessoas.

Por conta da quantidade de assentos, o espaço é um pouco mais apertado. Ainda assim, são poltronas confortáveis com uma mesa dobrável entre os lugares, e a viagem é confortável nesse modelo também. São servidos snacks e há música ambiente.

Assentos do voyager, classe mais econômica do Inca Rail.
As poltronas do Voyager do IncaRail

Dicas para curtir bem o passeio com a Inca Rail

  • Compre seus tickets de trem com antecedência. Não são muitos lugares disponíveis, e se deixar para comprar na hora você pode ficar sem (principalmente durante a alta temporada, de Junho a Agosto)
  • Não faça bate e volta até Machu Picchu, vai ser corrido e você não vai conseguir aproveitar. Tente organizar sua viagem para dormir uma noite em Machu Picchu Pueblo e deixe para visitar as ruínas no outro dia
  • Se fizer o tour pelo Vale Sagrado, vale a pena dormir em Ollanta um dia, pegar o trem na estação da cidade e aí conhecer Machu Picchu
  • Evite ir a Machu Picchu aos domingos. Nesse dia os peruanos não pagam a entrada do parque, por isso normalmente fica mais cheio
  • Leve bastante água e alguns snacks. Em Machu Picchu não existem vendedores ambulantes, por tanto vá preparado!

Não esqueça do seu Seguro Viagem!

Cusco e Machu Picchu ficam em altitudes elevadas, e é comum sentir o mal de altura (soroche). Contrate seu plano pela Seguros Promo e viaje tranquilo, com cobertura para imprevistos!

E aí, gostou do Inca Rail? Vai para Machu Picchu de trem? Conta pra gente nos comentários!

Flavio viajou a convite da Belvitur, Seguros Promo, Xmart e do Inca Rail

O que você PRECISA saber ANTES de ir para o Peru

Você está cheio de coisas para pensar e ainda tem que planejar a viagem inteira?

Ou você já viu tudo, mas está com aquela conhecida sensação “Será que esqueci alguma coisa?” Então calma, nós te ajudamos com alguns itens que você não pode esquecer antes de embarcar. Vamos lá? 

1) Já comprou sua passagem aérea? 

Onde Comprar: PASSAGENS PROMO

Procurando uma boa oferta e preços de voos? Na hora de comprar passagens para XX,  vale dar uma olhadinha no site Passagens Promo. É bem comum encontrar opções de voo mais em conta e melhores que de outros sites. Nós sempre usamos e vale a pena 😉

2) Já marcou sua hospedagem?

Onde Comprar: BOOKING.COM

Se você ainda não marcou sua hospedagem, a dica é comparar hotéis, hostels e pousadas através do Booking.com. Essa é a maior plataforma de reservas de hotéis do mundo, garantindo uma experiência segura e ótimas ofertas em acomodações.

#FicaADica: Fique de olho nas ‘Ofertas Espertas’, que duram apenas um dia. Alguns hotéis incríveis oferecem ótimos desconto usando este selo na plataforma. Se encontrar um bom negócio, vale fechar 🙂 

Booking.com

3) Seguro Viagem é INDISPENSÁVEL 

Onde Comprar: SEGUROS PROMO

Já pensou ter que pagar despesas médicas ou precisar desembolsar fortunas por contratempos na viagem? Nós já soubemos de diversos casos de pessoas que passaram por isso.

Apesar do seguro viagem não ser obrigatório para entrar no Peru, a contratação de um plano é altamente recomendada. O Seguro Viagem é baratinho e um investimento necessário para te livrar de problemas maiores que podem acontecer durante as férias. 

Para encontrar um bom seguro viagem, compare preços e coberturas no Seguros Promo.

#FicaADica: Economize 10% em seu seguro viagem. Use o cupom DICASDEVIAGEM5 para ganhar 5% de desconto e pague no boleto para garantir 5% OFF adicional. 

4) Como ter internet ilimitada durante a viagem

Onde Comprar: EASYSIM4U

Você sabia que está cada vez mais fácil – e barato – ter internet ilimitada durante toda a viagem? 

É só pedir um chip de celular internacional através da EASYSIM4U. Nós sempre usamos e adoramos! Eles enviam um chip em seu endereço no Brasil, você insere no seu celular quando chega no destino e tem internet ilimitada durante toda a viagem.

#FicaADica: Economize com o aluguel de GPS no carro e use o GoogleMaps e Waze com sua internet ilimitada 😉

5) Alugue carros com os melhores preços

Onde Alugar: RENTCARS

Gostamos muito da RentCars para encontrar os carros que usamos em nossas viagens. Ela é a única no Brasil que compara as melhores locadoras do mundo, mas te deixa pagar em reais, sem IOF. Além disso, também é a única que deixa você pagar em 12x sem juros. Vale a pena!

#FicaADica: Tente encontrar carros com a cobertura completa de seguro para o carro e terceiros. Assim, você evita surpresas inoportunas na hora de retirar o carro.

Além disso, fique muito esperto ao fechar com outros comparativos de locadoras de carro. Isso porque os preços geralmente são cobrados em dólar e fecham com o seu cartão. Se o dólar subir, o preço do seu aluguel de carro também sobe.

#FicaADica:  Faça o seu planejamento e, antes de comprar, veja os museus que oferecem dias com entrada grátis. Compre os ingressos das  atrações concorridas e dos que não oferecem gratuidade.

Obs:  Prezamos muito pela credibilidade de nossas informações. Todos os sites que recomendamos acima são sites que já usamos, temos boas experiências e feedbacks de leitores!

Além disso, vale a pena conferir outras informações úteis para sua viagem para o Peru

Leia Também

Hoteis de Luxo em Machu Picchu para Relaxar nas Montanhas

Sumaq Machu Picchu Hotel – Nossa Avaliação

O que fazer em Cusco – Melhores atrações da cidade

Trilha Choquequirao Peru – Como é a trilha de 4 dias para a cidade perdida no Peru

O que fazer em Lima – Dicas para quem vai ficar de 1 a 5 dias na cidade

Country Club Lima Hotel – Uma experiência única de hospedagem de luxo no Peru