A capital Toscana é um verdadeiro tesouro da Época Renascentista na Itália. Não só pelo acervo maravilhoso, com obras como “O Nascimento de Vênus” de Botticelli, mas também pelo autêntico cenário que são as ruas da cidade.

Morei em Florença 1 ano e meio e reuni as melhores dicas de meu tempo por lá. Confira aqui todos os pontos turísticos e experiências gastronômicas imperdíveis. Listamos tudo o que fazer em Florença que vai tornar sua viagem inesquecível.

Tente ficar ao menos três dias para conhecer os pontos indispensáveis de nossa lista de o que fazer em Florença. Separamos o quarto dia para passeios alternativos, lindíssimos, ou compras em outlet.

O que fazer em Florença em 1 dia

Se você tem apenas um dia para visitar Florença, então o ideal é ficar pelo Centro Histórico e visitar alguns pontos turísticos imperdíveis.

Catedral de Santa Maria del Fiore

Comece pela Catedral de Santa Maria del Fiore, o icônico Duomo de Florença. Esta obra monumental levou seis séculos a ser terminada, tendo sido enriquecida pela intervenção de vários arquitetos ao longo do tempo. Como é o caso da fachada toda trabalhada em mármore de cores diferentes. #Dica: Para visitar, evite pegar fila na bilheteria e compre o seu ingresso antecipadamente online. Ele custa 18 euros e dá acesso à Catedral, à cúpula, ao batistério, ao Museu do Duomo e ao campanário de Giotto. Não esqueça de reservar horário para subir a cúpula, que tem uma das melhores vistas da cidade.

Depois de visitar o Duomo, percorra as ruas da cidade, um autêntico cenário. Passeie pela Piazza della Republica e pela Via de’ Tornabuoni, repleta de lojas de designers italianos. Faça uma pausa para almoçar uma deliciosa pasta fresca no restaurante Obicá

o que fazer em Florença

A Catedral de Santa Maria del Fiore – Foto: Cristian Martinez via Flickr

O que fazer em Florença

Duomo de Florença – Foto: Elias Rovielo via Flickr

Ponte Vecchio

Continue passeando pelas ruelas charmosas da cidade e no caminho para a Ponte Vecchio, faça uma parada no Mercato del Porcellino. É um ótimo mercado a céu aberto para comprar souvenirs, bolsas e carteirinhas de couro.

Chegando num dos cartões postais da cidade, a Ponte Vecchio, você vai reparar que ela mais parece uma galeria de joalherias, umas atrás das outras. De fato, a Ponte sempre foi um dos lugares mais importantes de comércio em Florença. Sendo que antigamente era também ocupada por vários outros tipos de negócios, tal como aparece no filme “O Perfume”.

Outra curiosidade, é que existe nela um corredor secreto atravessando o Rio Arno. Mandado construir pela família Medici, ele liga o Palazzo Vecchio (sede da prefeitura de Florença) ao Palazzo Pitti. A ideia do Corridoio Vasariano era que a família pudesse chegar em sua residência rapidamente caso houvesse algum problema nas ruas da cidade.

#Dica: Se você estiver visitando a cidade em Junho, não perca a magnífica visão da Ponte Vecchio e os fogos de artifício no Rio Arno desde a Ponte Santa Trinita. É que dia 24 de Junho é o dia das festas de São João, o padroeiro de Florença e a cidade entra em festa ao longo do dia.

Termine como um verdadeiro local, comendo uma maravilhosa bistecca alla Fiorentina acompanhada de uma taça de Chianti no restaurante Il Latini.

Ponte Vecchio – Foto: visitflorence.com

O que fazer em Florença

Corredor Vasariano – Foto: Saverio Salvadori via Flickr

 

O que fazer em Florença em 2 dias

Depois de um dia conhecendo a cidade, temos mais dicas ótimas para você sobre o que fazer em Florença no segundo dia.

Galleria degli Uffizi

Outro lugar icônico em Florença é a Galleria degli Uffizi, onde fica um dos mais antigos museus do mundo e o mais antigo de Itália. Aqui você vai entender o porque de Florença ser considerada o berço do Renascimento. Desde Caravaggio, a Botticelli, passando pelo genial Leonardo da Vinci, você vai ter a chance de ver de perto obras primas absolutamente imperdíveis.

#Dica: Evite as longas filas e compre seu ingresso online. Vale a pena pegar o ingresso “Cumulativo 3 giorni”, de 18 euros, que inclui a Galleria degli Uffizi, o Palazzo Pitti e o Giardino di Boboli. Você pode usá-lo ao longo de três dias, valendo uma entrada em cada atração.

Depois de visitar a Galleria degli Uffizi, aproveite para passear pela praça onde ela está localizada, a Piazza della Signoria (Praça da Senhoria). Leve seu tempo admirando cada uma das estátuas na Loggia dei Lanzi, cada uma mais impressionante do que a outra.

Piazza della Signoria – Foto: llee_wu

É também nesta praça que fica o Museu Gucci, absolutamente imperdível para quem gosta de moda. Ou simplesmente para conhecer a história de uma das marcas de luxo mais emblemáticas e  o minucioso trabalho por trás de cada bolsa.

#Dica: Se você for fã das marcas italianas, outro museu que você vai adorar conhecer é o Museu Salvatore Ferragamo que fica no início da Ponte de Santa Trinitá.

O que fazer em Florença

Museu Gucci – Foto: gucci.com

Basilica di Santa Croce

Saia da Piazza della Signoria na direção Leste e explore as ruazinhas repletas de comércio local, que levam até à Basílica di Santa Croce. Este incrível exemplo da arquitetura renascentista é também conhecido como Panteão das Glórias Italianas.

É que ali estão sepultadas várias figuras ilustres italianas, como Galileu Galilei, Michelangelo e Machiavelli. Paga-se para visitar o complexo da Santa Croce, mas vale a pena já que inclui não só a igreja, mas também 16 capelas com afrescos de Giotto, os claustros e o Museu dell’Opera. O ingresso custa 8 euros e pode ser comprado antecipadamente online.

Aproveite para fazer uma pausa e provar umas das melhores pizzas de Florença. O restaurante Il Pizzaiuolo é uma autêntica osteria Italiana e fica a 5 minutos a pé da Basílica di Santa Croce.

Basilica di Santa Croce – Foto: @santacroceopera via Facebook

Galleria dell’Accademia

Outro museu que vale a pena visitar é a Galleria dell’Accademia – Galeria da Academia de Belas Artes de Florença. É lá que está o famoso e original David de Michelangelo, uma verdadeira obra prima. Ele foi inicialmente pensado para ficar na frente do Palazzo Vecchio.

Porém, para uma melhor conservação acabou sendo substituído por uma réplica e colocado na Galleria. Por lá, são várias as salas com esculturas e pinturas de cenas religiosas, como a “Pietá di Palestrina” e a “Árvore da Vida” de Pacino di Buonaguida. #Dica: Evite as longas filas e compre seu ingresso online por 8 euros. 

Depois de um dia intensivo de museus, é bem merecido um verdadeiro gelato italiano, você não acha? O nosso favorito é o da sorveteria Grom que fica perto da Piazza del Duomo. Aqui todos os sabores são gluten-free e absolutamente deliciosos, experimente!

o que fazer em florença

David de Michelangelo – Foto: prinzipal via Flickr

APROVEITE AS PROMOÇÕES DESSA SEMANA E ENCONTRE AQUI OS MELHORES HOTÉIS EM FLORENÇA PELA BOOKING

 

O que fazer em Florença em 3 dias

No terceiro dia na cidade, atravesse a Ponte Vecchio e explore a região de Oltrarno.

Palazzo Pitti e Giardino di Boboli

Atravessando a Ponte Vecchio, você chegará no famoso Palazzo Pitti. Mandado construir por Lucca Pitti, ele fez questão de usar o projeto de Brunelleschi que havia sido rejeitado pela família Medici, sua rival no século XV. No século seguinte, porém, a família acabou se mudando para lá. A partir daí, tornou-se a residência dos governadores da cidade.

Além dos apartamentos da realeza, você pode visitar os vários museus que o palácio engloba. Desde o Museu da Moda e do Traje, ao Museu dos Coches e à Galeria de Arte Moderna. Reserve também um tempinho para explorar tranquilamente o Giardino di Boboli.

#Dica: Evite as longas filas e compre seu ingresso online. Vale a pena pegar o ingresso “Cumulativo 3 giorni”, de 18 euros. Ele inclui o Palazzo Pitti, o Giardino di Boboli e a Galleria degli Uffizi. Você pode usá-lo ao longo de três dias, valendo uma entrada em cada atração.

Depois de um agradável passeio pelos jardins, pegue uma mesa ao ar livre na enoteca Le Volpi e L’Uva. Esse é o local perfeito para experimentar os melhores vinhos de produtores locais. Não deixe de acompanhar a degustação com uma tábua de queijos, enchidos, mostardas e geléias gourmet.

o que fazer em florenca

Palazzo Pitti – Foto: uffizi.it

Giardino di Boboli – Foto: uffizi.it

Piazzale Michelangelo

Os verdadeiros tesouros da capital da Toscana se encontram dentro das igrejas seculares que tem em cada esquina. E por isso você não pode deixar de visitar uma das mais belas igrejas de Itália, a San Miniato al Monte. Ela fica localizada num dos pontos mais altos de Florença, no topo de umas escadarias na Piazzale Michelangelo. Dessa praça você também vai ter uma das melhores vistas da cidade, principalmente no pôr do sol.

Para chegar lá, você pode ir a pé desde a Ponte Vecchio. Porém, isso pode levar uma meia hora já que o caminho fica numa subida. O ideal é pegar um táxi na ida e voltar caminhando. Se você tiver optado por alugar um carro esse é um dos pontos em que vale a pena usá-lo em Florença.

Compare os melhores preços para alugar um carro em mais de 100 locadoras com a Rentcars! E ainda pode parcelar em até 12 vezes

 

O que fazer em Florença em 4 dias

Depois de 3 dias conhecendo Florença, é hora de se aventurar pelos arredores.

Fiesole

Fiesole é uma ótima opção para visitar no quarto dia. Fica a menos de trinta minutos de Florença. É possível chegar até lá de transporte público, pegando o ônibus 7 na Piazza San Marco. Tente ir no domingo, para aproveitar o mercado de artesanato na praça principal.

Considerada um dos melhores subúrbios de Florença, é uma vila charmosa cheia de vestígios históricos com mais de vinte séculos de idade. Não deixe de passear pelo Sítio Arqueológico Romano-Etrusco, composto pelas termas, o templo e o teatro. A sua ótima preservação permite receber shows no festival de verão, absolutamente imperdíveis.

Fiesole fica em cima de uma das colinas que circundam Florença. Por isso, tem uma vista panorâmica incrível sobre a cidade. Suba a pé até o Convento de São Francesco e veja você mesmo!

Teatro Romano – Foto: Paul Albertella via Flickr

The Mall Outlet

Se por outro lado você quer aproveitar o último dia para fazer umas comprinhas, então temos outra dica para você. A menos de uma hora de carro do centro histórico de Florença, tem um Outlet incrível que vale muito a pena: The Mall.

Você pode chegar lá através do serviço de ônibus do próprio outlet. Ele sai da Via Santa Caterina da Siena 17, perto da estação de Santa Maria Novella. A passagem de ida e volta custa 13 euros. Por lá, você vai encontrar lojas como a Gucci, Prada, Jimmy Choo, entre outras.

O que fazer em Florença a noite

Se você procura o que fazer em Florença à noite como os locais, então não deixe de ir a um “Apperitivo” num dos bares da cidade. É muito comum no final de um dia de trabalho, os Italianos se encontrarem para tomar um drink e petiscar. Você paga pela bebida e a comida é liberada nos bares.

Perto do Centro Histórico, um dos mais legais é o Colle Bereto. Lá, você precisa experimentar o cocktail Aperol Spritz, o mais pedido da casa. Outra ideia é ir até o animado bairro de Santo Spirito. Por lá o pessoal fica convivendo na praça da igreja e nos barzinhos com música ao redor. O Volume, por exemplo, é uma boa pedida.

Se por outro lado você procura algo mais tranquilo, então dê uma olhada na agenda do cinema Odeon. Este espaço maravilhoso remonta ao início do século XX e está perfeitamente preservado.

Onde ficar em Florença

Luxo

Para quem gosta de ficar no coração da cidade, o Hotel Savoy fica na Piazza della Repubblica entre o Duomo e a Galleria degli Uffizi. Aqui a experiência Florentina já começa na decoração, resultado de uma parceria entre o hotel e a casa de moda Emilio Pucci.

O luxuoso hotel boutique J.K. Place Firenze é uma pequena joia na cidade. Localizado na Piazza di Santa Maria Novella, tem acomodações para casais assim como quartos maiores para quem viaja em família.

Já um clássico da cidade é o Hotel Lungarno, que fica na beira do Rio Arno com uma vista magnífica da Ponte Vecchio. Foi remodelado recentemente, ganhando um ambiente mais charmoso de boutique hotel e com peças de arte pelos corredores.

CLIQUE AQUI E ENCONTRE MAIS HOTÉIS LUXOS PARA FICAR EM FLORENÇA NO BOOKING

Custo-Beneficio

Praticamente colado na Ponte Vecchio, fica o pequeno hotel Pontevecchio Relais que é uma ótima opção custo-benefício. Tem aconchegantes quartos com vista para a ponte, para uma verdadeira experiência de “A Room with a View”– famoso filme que se passa em Florença

A casa de hóspedes Camerepontevecchio também é uma boa dica para quem procura hospedagem no Centro Histórico. Localizada entre a Ponte Vecchio e o Palazzo Pitti, é um excelente ponto entre seus passeios por Florença.

Se você está visitando a cidade no verão, vai perceber que vale a pena ficar em um hotel com piscina. É o caso do TSH Florence Lavagnini com decoração super moderna e jovem

CLIQUE AQUI E ENCONTRE MAIS HOTÉIS COM ÓTIMO CUSTO BENEFÍCIO PARA FICAR EM FLORENÇA NO BOOKING

Econômico

O Wow Florence Hostel tem opção de hospedagem a partir de 28 euros com direito a utilizar a cozinha comunitária, a sala de jogos e a lavanderia. Ou seja, se você estiver planejando fazer um mochilão pela Europa, essa é uma parada estratégica.

Para economizar na hospedagem, o Hostel Gallo D’ouro perto da Piazza San Marco também é uma ótima opção. Uma cama em dormitório misto fica a partir de 30 euros, com café da manhã incluso.

CLIQUE AQUI E ENCONTRE MAIS HOSTELS COM ÓTIMO PREÇO PARA SE HOSPEDAR EM FLORENÇA NO BOOKING

Quer ver mais? Dá uma espiadinha no vídeo abaixo, mostrando alguns dos lugares que nós descrevermos aqui. Tenho certeza que você irá se apaixonar pela cidade!

E você, já sabe o que fazer em Florença na sua viagem por Itália? Comente aqui!


ENCONTRE TODAS AS OFERTAS ESSA SEMANA EM HOSPEDAGEM EM FLORENÇA


Booking.com

Você sabia que é obrigatório fazer um seguro em viagens à Itália?

Se você estava pensando em viajar sem um seguro viagem para a Europa, saiba que isso pode se tornar um problema na hora da imigração. Então é bom anotar uma dica importantíssima para quem está planejando a viagem para lá: O Seguro Viagem para qualquer destino da Europa é obrigatório.

O motivo? É o Tratado de Schengen que estabelece a livre circulação e obrigatoriedade do seguro viagem em 26 países europeus. Já que nos planejamos tanto para as férias, criamos expectativas, investimos dinheiro, não vale a pena arriscar qualquer contratempo que pode estragar tudo isso. Você pode conferir as histórias de nossos colunistas que contam o por que vale a pena contratar um seguro viagem.

Para encontrar boas ofertas em seguro viagem, nós recomendamos o site Seguros Promo. Ele compara os preços e coberturas das principais seguradoras do mundo, como SulAmerica, Assist Card, GTA, Affinity, entre outras. Por lá, você pode conferir as apólices que mais tem a ver com a sua viagem e contratar a que você achar melhor.

Como a gente gosta bastante dessa ferramenta, nós conseguimos um desconto de 5% no Seguros Promo para nossos leitores!  É só usar o cupom DICASDEVIAGEM no site clicando aqui

Seguro Viagem: Europa
GTA 55 EUROMAX Assistência médica EUR 55.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 25/dia*
TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 8/dia*
AT 40 INTER Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.500 R$ 8/dia*

 

Receba um chip em sua casa no Brasil e use Internet ilimitada na Itália e por toda a Europa

Você também está cansado de só conseguir usar o seu celular em pontos que encontra Wi-Fi liberado durante a viagem? E ter que pagar por dia para poder usar um GPS no carro alugado na viagem?

A gente também não aguentava mais, ainda mais porque queríamos postar em tempo real fotos de nossa viagem nas redes sociais. Além disso, o Google é um grande aliado para encontrar o que precisamos durante as férias, como informações e lugares, e não dá para usá-lo só onde tem Wi-Fi. Então descobrimos uma das melhores soluções para acabar com este problema, que você não vai mais precisar gastar horas da viagem em lojas de telefonia do país, falando um idioma desconhecido para conseguir um chip. Essa é uma das dicas que adoramos dar para nossos leitores:a EasySim4You.

Anota aí: A empresa envia um Chip internacional em sua casa no Brasil. Quando estiver no avião, é só você trocar o seu chip brasileiro por este internacional. Você vai chegar em Portugal com Internet ilimitada, usando seu celular à vontade, como usa no Brasil. O melhor de tudo? É super barato conseguir este chip: os preços começam em U$ 37!

Chegando na Itália, você pode usar o dia inteiro, em qualquer lugar da Europa. Você vai economizar com aluguel de GPS, com créditos de Skype, e ainda vai poder usar as redes sociais, o Google, ou pesquisar qualquer coisa na internet o dia todo. Além disso, ainda pode ligar para sua casa para mandar notícias da viagem quantas vezes quiser pelo WhatsApp ou Facetime.

Leia mais: 

Guia para visitar Taormina na Sicília – Itália

Aula de culinária em Roma

A pizza mais famosa do mundo

Seguro Viagem Europa: O que você PRECISA saber antes de contratar

Qual o melhor seguro viagem para Europa?

Mochilão pela Europa – tudo o que você precisa saber para organizar um