Antes de mais nada, é preciso que eu  apresente Plovdiv – a segunda maior cidade da Bulgária, com pouco mais de 370 mil habitantes e grande importância no cenário econômico, educacional e cultural do país. Pela apresentação parece uma cidade como todas as outras, mas talvez você se surpreenda – como eu me surpreendi.

O que fazer em Plovdiv

Vista de Plovdiv

Plovdiv tem uma história de mais de 6 mil anos. Isso mesmo! A cidade surgiu antes de Roma e até mesmo de Atenas. Conquistada por diferentes impérios – até mesmo pelo Rei Filipe II da Macedônia (pai de Alexandre, O Grande), em 342 a.C -, já teve vários nomes. Por isso, histórias e lendas não faltam nessa pequena e charmosa cidade búlgara.

Outro destaque: de acordo com uma iniciativa da União Europeia, Plovdiv será a Capital Europeia da Cultura em 2019, juntamente com a cidade de Matero, na Itália.

Plovdiv a capital cultural, o que fazer

O que isso significa?

A cidade está transbordando arte e cultura, com vários eventos artísticos e show gratuitos de todos os estilos e gostos – que vão desde óperas em um dos teatros antigos da Old Town, até concertos de pop/rock, sem contar os inúmeros museus e ateliês da cidade. A parte mais interessante de Plovdiv está, sem dúvida, na Old Town e em seus arredores. É possível conhecer as muitas casas antigas (a maioria transformadas em museus), igrejas, restaurantes, praças e parques dessa área caminhando tranquilamente. Uma dica: use calçados bem confortáveis e apropriados para ferro acidentado, pois as ruas são todas de pedra e bem desniveladas.

Como explorar a cidade?

Existe um free walk tour, com duração de aproximadamente 2 horas – eu fiz e recomendo muito. São pessoas locais e voluntárias que tem autorização do município para realizar essa função de “guia” pela cidade. A guia do meu tour era muito simpática e mostrava tudo com o maior orgulho. Em cada ponto interessante da cidade, era uma nova história ou lenda local.

Dicas do que fazer em plovdiv

Roteiro Plovdiv

Estátua de Miro – Plovdiv

Entre maio e setembro, o tour acontece duas vezes ao dia – às 11h e às 18h. Já no período de baixa temporada (de outubro à abril), apenas uma vez ao dia, às 14h. O tour não tem custo algum e não é necessário fazer reservas. O ponto de encontro é em frente à fonte central, no City Hall (Obshtina).

Coisas para fazer em Plovdiv

Onde se hospedar?

Eu fiquei no Old Plovdiv Hostel, localizado no coração da Old Town – parte histórica a cidade. O hostel é um casarão com mais de 140 anos de idade, que tem uma estrutura invejável – internet, banheiros enormes e limpos, lockers nos quartos e café da manhã incluso. A recepção também é surpreendente! Logo na chegada você verá uma placa de boas vindas em sua língua nativa! #povoatencioso #povoeducado

Onde se hopedar em Plovdiv

Hostel em Plovdiv

Café da Manhã

Fiquei em um dormitório para quatro pessoas e dei sorte de ficar sozinho no quarto na primeira noite. O preço? R$ 37 reais a diária. Com aquelas portas enormes de madeira maciça e os móveis e objetos antigos, me senti dormindo em um castelo! E o melhor: tudo muito bem conservado e nada de cheiro de mofo.

Não perca as ofertas dessa semana em Plovdiv na Bulgária


Booking.com

Onde comer?

Claro que eu não poderia deixar de explorar a culinária local! Após uma rápida pesquisa, descobri o restaurante Puldin,  localizado a duas quadras do hostel em que estava hospedado. O local é um antigo monastério, com partes de uma ruína romana preservada. Para se ter uma ideia do clima do lugar, a decoração me deu a sensação de estar em um episódio de Game of Thrones. Procurei no cardápio algo que me desse ideia do que os búlgaros gostam de comer e a resposta foi fácil: carne – especialmente a de porco! Por isso, escolhi o Trakian Grill, um prato que vem com variados tipos de carne (bife, Kafta, frango com bacon e linguiça suína), batata frita e um pão local quentinho.

O custo da refeição foi em torno de 18 lev – o que corresponde a cerca de R$ 30 -, com o serviço incluso. Que tal?

onde comer em Plovdiv

Para acompanhar esse prato delicioso, optei por uma Koka-Kola bem gelada!

Restaurante em Plovdiv

Gostou das dicas dessa cidade cultural? Conta pra gente!

Dá uma olhada nesse vídeo que mostra o visual da cidade, olha que legal!

 

Você sabia que é obrigatório fazer um seguro em viagens à Europa?

Se você estava pensando em viajar sem um seguro viagem para a Europa, saiba que isso pode se tornar um problema na hora da imigração. Então é bom anotar uma dica importantíssima para quem está planejando a viagem para lá: O Seguro Viagem para qualquer destino da Europa é obrigatório.

O motivo? É o Tratado de Schengen, que estabelece a livre circulação e obrigatoriedade do seguro viagem em 26 países europeus. Já que nos planejamos tanto para as férias, criamos expectativas, investimos dinheiro, não vale a pena arriscar qualquer contratempo que pode estragar tudo isso. Você pode conferir as histórias de nossos colunistas que contam o por que vale a pena contratar um seguro viagem.

Para encontrar boas ofertas em seguro viagem, nós recomendamos o site Seguros Promo. Ele compara os preços e coberturas das principais seguradoras do mundo, como SulAmerica, Assist Card, GTA, Affinity, entre outras. Por lá, você pode conferir as apólices que mais tem a ver com a sua viagem e contratar a que você achar melhor.

Como a gente gosta bastante dessa ferramenta, nós conseguimos um desconto de 5% no Seguros Promo para nossos leitores!  É só usar o cupom DICASDEVIAGEM5 no site, clicando aqui.

Receba um chip em sua casa no Brasil e use Internet ilimitada  em Plovdiv e por toda a Europa

Você também está cansado de só conseguir usar o seu celular em pontos que encontra Wi-Fi liberado durante a viagem? E ter que pagar por dia para poder usar um GPS no carro alugado na viagem?

A gente também não aguentava mais, ainda mais porque queríamos postar em tempo real fotos de nossa viagem nas redes sociais. Além disso, o Google é um grande aliado para encontrar o que precisamos durante as férias, como informações e lugares, e não dá para usá-lo só onde tem Wi-Fi. Então descobrimos uma das melhores soluções para acabar com este problema, que você não vai mais precisar gastar horas da viagem em lojas de telefonia do país, falando um idioma desconhecido para conseguir um chip. Essa é uma das dicas que adoramos dar para nossos leitores: a EasySim4You.

Anota aí: A empresa envia um Chip internacional em sua casa no Brasil. Quando estiver no avião, é só você trocar o seu chip brasileiro por este internacional. Você vai chegar na Bulgária com Internet ilimitada, usando seu celular à vontade, como usa no Brasil. O melhor de tudo? É super barato conseguir este chip: os preços começam em U$ 35!

Chegando em Plovdiv, você pode usar o dia inteiro, em qualquer lugar da Europa. Você vai economizar com aluguel de GPS, com créditos de Skype, e ainda vai poder usar as redes sociais, o Google, ou pesquisar qualquer coisa na internet o dia todo. Além disso, ainda pode ligar para sua casa para mandar notícias da viagem quantas vezes quiser pelo WhatsApp ou Facetime.