Quando o assunto é Bali, a ilha mais visitada da Indonésia, já sabemos que as opções são ilimitadas, a beleza é abundante, os preços são acessíveis, as expectativas são altas e o número de visitantes, em alguns lugares, já chega a ser maior do que seria confortável. Viajar para Bali se tornou um dos grandes sonhos de muitos viajantes e experimentá-la é uma mistura de sentimentos, cores, cheiros e gostos.


#ParaNãoEsquecer: Já comprou seu seguro viagem?
Adquira seu plano com desconto usando o cupom DICASDEVIAGEM5 (5% off).
Clique aqui e aproveite!


o que fazer em ubud na indonesia por marina zoppei

O maior templo de Bali, pura Besakih

QUANTO TEMPO FICAR EM UBUD

Essa é uma pergunta que recebi muito ultimamente e devo dizer que não há uma resposta certa para ela. Conheci gente que foi para Ubud para ficar 3 dias e acabou ficando meses por lá, assim como aqueles que foram para ficar uma semana e acabaram optando por sair mais cedo e ir “matar a sede das ondas” no litoral. Se o seu tempo é limitado e você quer ver de tudo, tanto o litoral de Bali, quanto a região interna da ilha, sugiro que reserve ao menos 3 dias na cidade e agora nós explicamos o que fazer em Ubud:

O QUE FAZER EM UBUD E REGIÃO

Reserve meio dia em Ubud para visitar as atrações na própria cidade: o Palácio, o templo Pura Taman Saraswati e a Floresta Sagrada dos Macacos. Na outra metade do dia você também pode experimentar uma das centenas de opções de tratamentos em SPAs ou aulas de yoga que são oferecidas a cada esquina.

Comece cedo no segundo dia, visite o Palácio de Klungkung e siga para o extremo leste de Bali em direção ao templo da caverna de morcegos, Pura Goa Lawah. Siga para o norte e pare para almoçar em frente a uma das vistas mais impressionantes da ilha pra os terraços de arroz com o vulcão Batur ao fundo, no restaurante Mahagiri, em Rendang.

Siga mais ao norte até Pura Besakih, o maior templo de Bali e continue viagem para Penelokan, mais ao norte, para apreciar a vista no pé do vulcão. Comece a descer em direção a Ubud novamente, mas não antes de parar nos terraços de arroz de Tegalalang e os templos de Tampaksiring: Gunung Kawi e Tirta Empul. O dia é puxado mas cobre praticamente tudo de interessante que tem pra ver na parte Leste da ilha.

Dá pra visitar tudo por que eu mesma testei o roteiro e garanto que dá tempo, mas se quiser quebrar o passeio em dois dias, recomendo deixar Tegalalang e os templos de Tampaksiring para um outro dia, mas isso não vai diminuir os kms rodados já que essas atrações estão no caminho de volta para Ubud de qualquer forma.

o que fazer em ubud na indonesia por marina zoppei

Pura Goa Lawah, o templo de Bali em uma caverna cheia de morcegos

o que fazer em ubud na indonesia por marina zoppei

O restaurante Mahagiri, com uma das melhores vistas para os terraços de arroz de Bali

No terceiro dia, percorra a longa distancia até o templo Pura Ulun Danu Bratan, o mais famoso templo de Bali sobre as águas, e também o que aparece na nota de 50.000 rupiah.

Siga para o oeste e pare para visitar a cachoeira de Munduk, que exige menos de 1km de caminhada do estacionamento e depois do almoço, comece a voltar para o sul e faça um d-tour até os terraços de arroz mais bonitos de Bali, na minha opinião, em Jatiluwih, e depois retorne para Ubud.

A dica mais valiosa de o que fazer em Ubud nesse terceiro dia é, com certeza, Jatiluwih. Não faça como os outros e se contente com a visita sem graça aos terraços de Tegalalang (que transborda de turistas por ser mais próxima de Ubud). Jatiluwih são disparados os terraços de arroz mais bonitos que eu encontrei no país e merecem o esforço para chegar até la.

o que fazer em ubud na indonesia por marina zoppei

Pura Ulun Danu Bratan, o templo sob a água de Bali

o que fazer em ubud na indonesia por marina zoppei

Jatiluwih

COMO SE LOCOMOVER EM UBUD

O ideal é alugar algum meio de transporte para explorar a ilha, seja ele um carro ou uma scooter/moto. Lembre-se que por lá que eles dirigem pela mão inglesa, ou seja, contrária a que dirigimos no Brasil e que o transito em Bali pode ser bem caótico perto das cidades maiores, por isso, somente opte pela moto se se sentir bastante confortável dirigindo uma e tenha atenção redobrada em Ubud, Denpasar, Sanur e Kuta.

O aluguel de uma scooter é em torno de 3-4USD e o tanque de gasolina completo, no máximo 1,5USD. O carro, principalmente com um motorista, pode ser até 10 vezes mais caro que isso, mas se estiver em um grupo grande, vale a pena.

o que fazer em ubud na indonesia por marina zoppei

Os terraços de arroz de Tegalalang, uma das atrações de Bali com entrada gratuita

QUANDO VISITAR UBUD

A melhor época de visitar Bali e Ubud é de março a outubro, quando a chuva é escassa. Julho e Agosto são, porém, os meses mais caros, na alta temporada, quando você pode chegar a pagar 50% a mais na acomodação e as atrações e praias da ilha ficam mais lotadas de visitantes.

o que fazer em ubud na indonesia por marina zoppei

Entrada para o templo Pura Ulun Danu Bratan

ONDE SE HOSPEDAR EM UBUD

Provavelmente essa será a decisão mais difícil que você tomará em Ubud, mas não porque não há boas opções, mas sim porque há infinitas opções para todos os gostos, tamanhos e orçamentos. Há desde acomodações de extremo luxo com bungalows particulares de diárias de três dígitos até hostels de 6 dólares por noite.

Para os mochileiros e viajantes solo, recomendo o Joker Hostel II, Secret Garden e o New Ubud Hostel. Lembre-se que a localização não é um fator extremamente importante em Bali já que você provavelmente estará com uma moto alugada, mas a rua Raya Pengosekan tem uma infinidade de restaurantes e, por isso, eu achei bem conveniente ficar próximo dela para poder ir jantar a pé nas proximidades.

Se você estiver viajando com mais outra pessoa, sugiro ficar em hotel mesmo porque há ótimas opções por Ubud de quartos privados com custo por pessoa as vezes ainda mais baixos do que nos hostels. Se o orçamento não estiver tão apertado, você pode conseguir quartos espetaculares e até com piscina privativa por um preço muito acessível se compararmos com a oferta desse tipo de quarto em outros lugares do mundo. Com 30-40USD você consegue milagres nesse cantinho do mundo.

ONDE COMER EM UBUD

Ubud também é a capital da culinária balinesa e um dos melhores lugares para comer da Indonésia. As opções são infinitas e atendem todos os gostos. Há desde comida mexicana e japonesa até a mais refinada e apimentada comida local.

Consequentemente, uma refeição em Ubud acaba sendo, muitas vezes, 2 vezes mais cara do que se comparado a outros lugares na Indonésia. Se você quiser comer barato, opte por qualquer lugar que tenha a palavra “warung” no nome. Nessas cabanas, a comida é barata, 100% local e com um menu de opções bem limitado e apimentado!

Não é exagero falar que a essência de Bali está na comida. Os temperos são apimentados mas há também muitos pratos a base de coco, cana de açúcar e coentro. Não deixe de experimentar os famosos arroz frito (nasi goreng), o macarrão frito (mie goreng), e o gado gado, um prato de vegetais variados com molho de amendoim. As opções de pratos tradicionais é imensa, e a maioria incluem vegetais em abundância e cores variadas.

Para quem não curte comida local, Ubud também conta com centenas de opções de culinária italiana, japonesa, mexicana e mediterrânea.

COMO CHEGAR

O aeroporto internacional de Jakarta é um dos principais portos de entrada da Indonésia, mas se o seu plano é concentrar a sua visita na região de Bali, o melhor é voar diretamente para lá, no aeroporto de Denpasar, que também é bem movimentado. Os preços para voar diretamente para Bali também não são mais caros do que Jakarta já que Bali conta com muitos voos diretos para Kuala Lumpur, Singapura, Bangkok, e outras grandes cidades do sudeste asiático.

o que fazer em ubud na indonesia por marina zoppei

Pura Besakih, o templo no norte de Bali

o que fazer em ubud na indonesia por marina zoppei

Os terraços de arroz mais impressionantes de Bali estão em Jatiluwih

PARA ONDE IR DEPOIS

De Bali, as opções são tão diversas que até seria difícil de listar aqui. Além de poder facilmente continuar a sua viagem para um destino internacional pelo aeroporto da ilha, há também inúmeras conexões de ônibus e balsas para seguir não tão longe dali.

Há quem continue para ilhas bem mais remotas da Indonésia, como Sulawesi, Sumatra, Maluku, Papua, Timor, Alor, Borneo/Kalimantan e Sumba. Se o seu plano é continuar pela área com mais infra estrutura e turistas, há suas opções: ou seguir para o oeste, em Java, ou para o leste, nas ilhas Gilis, Nusa Lembongan e Penida, Lombok, Sumbawa e Flores.

Para a primeira opção há inúmeras conexões de ônibus para Banyuwangi, já em Java, da onde você conseguirá embarcar em um trem para praticamente qualquer lugar da ilha. Para a segunda opção, há inúmeros horários de balsas disponíveis saindo de Sanur, Padang ou Kuta para Lembongan, Gilis e Lombok. Para explorar Komodo, Sumbawa e Flores, indico a inesquecível (e com alguns perrengues) experiência de passar 4 dias e 3 noites em um cruzeiro bem simples que sai de Bangsal, em Lombok até Labuanbajo, em Flores.

A empresa Perama é a mais consolidada no mercado, e também a mais cara mas, normalmente, a mais indicada para fazer o trajeto. O cruzeiro inclui dezenas de paradas para snorkel com arraias mantas, hikings e uma visita aos dragões de Komodo. A comida servida é bem básica e você não tomará banho, mas vai dormir sob um colchonete apreciando céus mais estrelados a cada noite que passa. Esse passeio é para os aventureiros com poucas exigências de conforto.

E você? Já sabe o que fazer em Ubud? Comente aqui! Você confere mais dicas de Bali e da Indonésia clicando aqui.

Leia Mais