Águas mais cristalinas que as caribenhas, grutas fantásticas, cachoeiras, mergulhos e experiências inesquecíveis. Descubra os passeios em Bonito que precisam estar em seu roteiro.

Não é à toa que Bonito leva esse nome. Referência mundial em ecoturismo, a cidade de apenas 20.000 habitantes encanta com suas belezas naturais preservadas e sua eficiência no modo de fazer turismo sustentável no cerrado matogrossense.

História de Bonito.

Acredite se quiser, toda esta eficácia é recente. Na década de 1990, os primeiros “exploradores” chegaram a Bonito e começaram a apostar no potencial da região. Cachoeiras, rios de águas cristalinas, grutas fantásticas com vestígios do período Pleistoceno. Além de mergulhos que estão entre os melhores do Brasil, fauna e flora que é uma mistura do cerrado, com um pouco da Mata Atlântica. Aquele lugar não era pouca coisa. Não demorou muito para que os fazendeiros locais percebessem também a importância do lugar. Estruturas de passeios foram montadas, agências de turismo criadas, a cidade se desenvolveu através do turismo, mas sem perder a essência de ter o máximo de cuidado para deixar as belezas naturais do jeitinho que eram antes de serem descobertas.

Leia Mais:

5 passeios em Bonito que são imperdíveis 

Dicas de como economizar em Fernando de Noronha

Onde ficar em Cuiabá: Hotel Paiaguás

Bonito fica a 3h30 de carro saindo do aeroporto de Campo Grande. Existem transfers que fazem esse trajeto ou é possível – e muito recomendado – alugar um carro. A estrada é bem tranquila, então não há com o que se preocupar. É melhor alugar um carro porque os trajetos para os passeios precisam de um meio de locomoção, já que acabam ficando afastados do centro de Bonito.

Para garantir que o turismo seja feito do jeito certo, os passeios só podem ser reservados por meio de agências. Nós recomendamos muito a Agência Ygarapé, uma das pioneiras da região e com muita experiência em passeios em Bonito.

Só tínhamos 4 dias em Bonito e a Ygarapé fez questão que conhecêssemos o melhor da região. Fizeram um roteiro completo – e intenso – com os passeios mais legais de se fazer por lá. O ideal é conhecer Bonito em 7 dias, mas se você só tiver um feriadinho de quatro dias, consegue conhecer Bonito – mas é preciso disposição!

Siga o Mochilando no Youtube para vídeos completos dos destinos com os nossos colunistas!

Olha só os passeios em Bonito que precisam estar na sua listinha:

Duck Radical no Ecopark Porto da Ilha

Prepare-se para descer corredeiras e cachoeiras em um caiaque inflável, chamado de Duck Radical, no Rio Formoso. O nome pode parecer uma atividade cheia de adrenalina, mas na verdade é bem tranquila e super gostosa.

O EcoPark Porto da Ilha possui várias atividades, como: passeio de bote (para famílias), Stand Up Paddle e Duck Radical. Além disso, tem uma super estrutura para quem quer relaxar e passar um dia gostoso em meio as cachoeiras e tomando um banho de rio.

passeios em bonito Foto: Virginia Falanghe

Descidas emocionantes no Duck Radical feito no Rio Formoso em Bonito.

passeios em bonito Foto: Virginia Falanghe

Descendo as corredeiras do Rio Formoso em Bonito.

Abismo Anhumas

O maior passeio de aventura do Brasil precisa estar no seu roteiro. O valor pode ser alto, mas não há preço que pague tamanha experiência. O Abismo Anhumas é uma gruta do tamanho de um campo de futebol, uma imensidão coberta de estalactites e estalagmites esculpidas durante milhões de anos. Um lago azul turquesa cristalino ocupa o centro da caverna, com formações de rochas calcárias que se assemelham a cones, formando uma verdadeira floresta submarina. O lago chega a uma profundidade de 80 metros, no que se tornou um dos melhores mergulhos do mundo.

passeios em bonito Foto: Virginia Falanghe

A cor turquesa da água já vale a pena a aventura!

passeios em bonito Foto: Virginia Flanghe

Formações rochosas formam a parede do Abismo Anhumas.

Toda essa maravilha continua intacta graças ao acesso restrito de visitantes e também a dificuldade de chegar por lá. É preciso descer – e subir no grip depois – 72 metros de rapel, o equivalente a um prédio de 30 andares. Pode deixar o medo de lado porque a segurança é um dos fortes do passeio. É só aproveitar e curtir a vista privilegiada que poucos tem ao descer ao “centro da terra”.

Os guias especializados fazem um passeio de bote pelo lago aos visitantes que começam a “aterrissar” no deck flutuante. Explicam a história da caverna e as inúmeras curiosidades dela. Depois, o mais impressionante ainda está por vir: conhecer as belezas submersas do Abismo Anhumas.

Quem tem certificado de mergulho autônomo pode descer a 18 metros em um mergulho de 30 minutos entre os cones e as incríveis formações rochosas do lugar. Quem não tem a carteirinha de mergulho, faz a flutuação pelo lago e também conhece as maravilhas debaixo d’água. É simplesmente indescritível, tem que ir para entender o quão inesquecível e maravilhosa é essa experiência.

Para fazer o passeio, é preciso fazer um treinamento obrigatório de rapel no dia anterior. Vale todo o esforço.

Gruta do Lago Azul

O cartão postal de Bonito é a Gruta do Lago Azul. É preciso descer 300 degraus para ver a tonalidade da água – um azul cristalino turquesa, formado pela incidência da luz do sol na água refletida pelo fundo de calcário. O efeito é surreal e o cenário deslumbrante.

É um dos passeios “musts” de Bonito. É como ir para Paris e não conhecer a Torre Eiffel. Então já marque seu horário, porque há um limite de disponibilidade.

passeios em bonito Foto: Virginia Flanghe

Gruta do Lago Azul, uma dos passeios imperdíveis em Bonito!

Flutuação no Rio Sucuri

Qual é a diferença entre flutuação e snorkeling? Na flutuação, nadadeiras são proibidas. Isso porque não pode bater o pé nos rios, assim a visibilidade fica a mais perfeita possível.

Com a visibilidade impecável, é só boiar e aproveitar o trajeto de 2.000 km rio abaixo. As águas do Rio Sucuri estão entre as mais cristalinas do planeta e o fundo parece um verdadeiro jardim submerso. É um passeio que vale muito a pena, mas a dica é fazer o Sucuri antes do Rio da Prata, ok? Ah, e não deixe de olhar para cima às vezes e ver as araras que sobrevoam o Rio.

passeios em bonito Foto: Virginia Falanghe

Flutuação nas águas cristalinas do Rio Sucuri.

passeios em bonito Foto: Virginia Falanghe

Estância Mimosa

Um dos passeios em Bonito que vale a pena para famílias e passar uma tarde na Estância Mimosa. A fazenda tem um dos melhores almoços da região (fogão à lenha e comida caseira, combinação perfeita!) e várias atividades: passeios a cavalo, um lago cheio de jacarés e uma trilha com 7 cachoeiras!

A trilha é o máximo, dá para tomar banho nas cachoeiras, saltar de algumas, entrar embaixo de outra. Vale muito a pena!

passeios em bonito Foto: Virginia Falanghe

Uma das cachoeiras na Estância Mimosa.

Flutuação na Estância Ecológica Rio da Prata

A flutuação do Rio da Prata é um outro “must” em Bonito. Tudo começa na nascente do Rio Olho D’água e depois de 2 km de flutuação, chega-se ao Rio da Prata. Mas a parte bonita mesmo é a primeira, onde os visitantes se deparam com cardumes de piraputangas, curimbatás e dourados.

A vida submarina é bem variada no Rio, o que dá a impressão de estar descendo um aquário gigante. Os grupos são pequenos, apenas 9 pessoas por vez. O que deixa o paraíso ainda mais exclusivo.

passeios em bonito Foto: Virginia Falanghe

Flutuação no Rio da Prata.

Zagaia Eco Resort

Para curtir tudo isso e ter disposição, é muito importante ficar em um bom lugar. Os passeios em Bonito acabam cedo, por volta das 16h, então é bom se hospedar em um lugar que tenha atividades e uma área gostosa pra relaxar e terminar o dia.

O Zagaia Eco Resort é o único hotel de Bonito que tem uma área gigante e muita infraestrutura para famílias, amigos e casais.

passeios em bonito Foto: Virginia Falanghe

Infraestrutura do resort vista de cima.

São três piscinas (uma delas aquecida), várias jacuzzis, restaurante, quadras, lago, mini golf, e tudo o que você puder imaginar para curtir muito todo o segundo em Bonito. O café-da-manhã e jantar são inclusos, o que torna tudo ainda mais prático!

passeios em bonito Foto: Virginia Falanghe

Jacuzzi com vista linda para o resort!

Recomendamos muito a hospedagem por lá!

E você? Gostou das dicas de passeios em Bonito? Comente aqui!