Praga é considerada por muitos a cidade mais linda do Leste Europeu e eu estive lá para conferir e acabei compartilhando a mesma opinião. A cidade velha tem alma jovem e sedutora, atraindo todos que por ela passam.

Quatro dias são suficientes para caminhar por toda a cidade e admirar cada ruazinha, que são verdadeiras obras de arte a céu aberto. Além disso, oferece vida noturna agitada, sendo muitas as opções de baladas, bares e pubs (com alta variedade de rótulos de cerveja local), galerias de arte e museus para todos os gostos.

Praça central de Praga na Republica Tcheca

Praça central de Praga

Os principais pontos turísticos estão situados no centro. A região reúne fachadas e monumentos góticos, renascentistas, barrocos e neoclássicos e isso já é o suficiente para lhe fazer parar por alguns instantes no meio da rua e simplesmente observar cada detalhe, portanto, não estranhe ao se deparar com muitos turistas fazendo o mesmo.

A Praça Central está sempre abarrotada de pessoas, tornando-se uma aventura transitar por ali. É lá que se encontra o famoso Orloj, um relógio astronômico medieval formado por três componentes principais: uma esfera astronômica que indica a hora e a posição do sol e da lua, outra com medalhões que representam os meses e um mecanismo que mostra aos espectadores a cada hora a procissão dos Doze Apóstolos. Além de lindo, é um dos mais antigos e mais detalhados já fabricados no mundo.

Vista da Ponte Carlos em Praga na Republica Tcheca

Mas foi a Ponte Carlos (Charles Brigde) que me arrancou os mais profundos suspiros – com certeza a mais linda que já pisei. Durante a estada na cidade, todos a cruzam muitas vezes e a sensação é sempre única. A cada instante é tomada por diferentes artistas – pintores, retratistas, músicos, performáticos que ali expõem sua arte e se misturam às trinta estátuas barrocas que repousam nos pilares desse monumento gigante que chamaram de Ponte.

Em uma das extremidades da ponte está o Portão da Pólvora, considerado uma das torres góticas mais bonitas e bem preservadas do mundo e, do outro lado, duas torres emoldurando a Cúpula da Catedral de San Nicolas. Portanto, para onde quer que se olhe a vista revela somente paisagens inspiradoras.

Essa mesma ponte nos leva ao Castelo de Praga e seus mil anos de história. Estou falando do maior castelo do mundo, um complexo com muitos pátios, palácios, museus e jardins. Um dia inteiro deve ser reservado para conseguir admirar toda a surpreendente história do trono dos reis, imperadores e presidentes tchecos. Em toda área domina a catedral gótica de São Vito, pertencente à lista das mais belas da Europa.

Também faz parte do circuito turístico os bairros de Josefov, Staré Mesto, Malá Strana e Nové Mesto, que merecem toda nossa atenção e longas caminhadas. Se quiser uma dica, aproveite a visita a estes lugares para fazer suas refeições, já que os preços dos restaurantes são muito mais acessíveis.

Vista da Ponte Carlos em Praga

Vista da Ponte Carlos em Praga

Relógio Olorj na Praca da cidade velha em Praga

Relógio Olorj na Praça da cidade velha em Praga

Relogio Olorj na Praca da cidade velha em Praga a noite

Charles Bridge - Ponte Carlos em Praga na Republica Tcheca

Charles Bridge – Ponte Carlos em Praga na Republica Tcheca

Igreja Nossa Senhora de Tyn em Praga na Republica Tcheca

A verdade é que adjetivos não seriam suficientes para descrever toda a efervescência e energia da Pérola do Oriente, como é apelidada Praga. Sendo assim, considere-a em sua lista de destinos a visitar e surpreenda-se!