Um dos pontos turísticos mais interessantes de Londres na íntegra. Saiba sobre o passado sombrio da Tower of London e descubra tudo sobre a visita.

A Torre de Londres é um ponto turístico bastante visitado na maior cidade do Reino Unido, e é sempre um das primeiras referências que as pessoas lembram quando pensam na terra da rainha – além, claro, de outros lugares igualmente icônicos, como o Big Ben, o Buckingham Palace e a London Eye

O que poucos comentam é sobre o passado “sombrio” da torre, e sobre qual era sua função antigamente. Neste post, você vai descobrir mais sobre essas curiosidades, além das informações básicas que precisa saber para visitá-la.

A Torre de Londres é um dos pontos turísticos mais legais e interessantes para visitar na Inglaterra, e adicionar esse passeio ao itinerário deixa a viagem ainda mais completa.

História da Torre de Londres

Prisão e torturas

Na época do feudalismo, em 1066, foi construída uma fortaleza e um castelo para abrigar os monarcas às margens norte do rio Tâmisa. Ao longo dos séculos seguintes, diversas torres foram sendo construídas, a comando de reis ingleses nos terrenos de dentro da fortaleza.

Entre elas, a White Tower, ou Torre de Londres, construída a comando de Guilherme I, em 1078. Por 900 anos o castelo foi símbolo de prepotência, violência e abuso por parte do reinado dos monarcas em questão.

O castelo era utilizado como prisão, lugar de tortura e local onde muitas mortes aconteceram. Se naquela época alguém fosse preso na Tower of London, por desacato à família real ou por algum outro tipo de crime, muito raramente essa pessoa voltaria a ver a luz do dia.

Vista da Torre de Londres ao longe
A fortaleza próxima do Rio Tâmisa – Foto: Joseph Gilbey via Unsplash

Zoológico

A Torre de Londres também foi o primeiro zoológico oficial da cidade, criado por volta do século XIII. Mais de 500 animais provindos de doações de outros reis e líderes de outros países foram colocados lá dentro.

Estes eram exibidos com ostentação e eram conhecidos como Royal Beasts. Entre eles se encontravam leões, ursos e animais de todos os tipos. Esse “zoológico”, infelizmente, também possui um histórico triste, de brigas instigadas entre os animais para “entreterem” o rei e sua corte.

Casa da Moeda

Em 1800, a torre começou a ser usada como Casa da Moeda e, pouco tempo depois, passou por uma reforma que deixou para trás alguns grandes traços da arquitetura pós medieval.

Os arquitetos envolvidos no projeto queriam voltar com sua aparência original, então características da arquitetura medieval retornaram às torres. 

Primeira e Segunda Guerra Mundial

Durante a Primeira e Segunda Guerra Mundial, o local voltou a ser uma prisão. Foi cenário de algumas crueldades como tortura e assassinato de espiões. 

Patrimônio Cultural da UNESCO

Atualmente, apesar do passado com uma carga obscura, a Torre de Londres é considerada patrimônio cultural pela UNESCO.

Ao invés de ser utilizada como residência real é abrigo e exposição para uma coleção de valor (tanto financeiro quanto histórico) inestimável das jóias da coroa inglesa. São muitas peças incrustadas de diamantes, ouro e as mais finas pedras preciosas. Muitas armaduras de séculos passados podem ser vistos em exposição também.

Aproveite a oportunidade e reserve seu passeio para a Torre de Londres!
Clique aqui e verifique quais passeios estarão disponíveis para a data de sua viagem pela GetYourGuide.

A Tower Bridge vista da fortaleza
A Tower Bridge também pode ser vista das dependências da Torre de Londres – Foto:
Julia Worthington via Unsplash

Como chegar na Torre de Londres

O endereço da Torre de Londres é EC3N 4AB, entre Finsburry e Whitechapel. Mais especificamente em City of London. A forma mais fácil de chegar até lá é de metrô. A estação Tower Hill inclusive fica bem perto do ponto turístico e você pode chegar até ela pela linha Circle e District Line.

[mapa]

Como é a Torre

Restaurada no século XIX, A Torre de Londres exibe diversas características medievais. É uma grande fortaleza que circunda uma vasta área com diversas torres, construídas por diferentes monarcas no decorrer de seus reinados.

Para visitar a Torre de Londres, o mais interessante é fazer um passeio guiado. Este pode ser em inglês, com os próprios guias, ou você pode optar pela escuta traduzida, com fones especiais.

Se você arranhar no inglês, já vale a pena tentar entender o guia no idioma original, pois eles fazem algumas encenações e interagem com os visitantes em certos pontos dos passeios.

Confira os melhores passeios da região e reserve seus ingressos na GetYourGuide.

A Torre de Londres com prédio moderno ao fundo
A Torre de Londres é repleta de história e contrasta com a modernidade da cidade – Foto: adrian larkin via Unsplash

O que fazer na Torre e quanto tempo leva o passeio?

Se você quiser ver tudo o que é possível no local, separe um dia inteiro de visita.

São muitos lugares, detalhes históricos e particularidades na arquitetura que facilmente fazem você gastar cerca de seis horas lá dentro.

Para te ajudar, abaixo você encontra os pontos que você não pode deixar de ver durante sua visita:

White tower

A torre principal e primeira a ser construída, são quatro andares de pura história.

Comece a organizar sua viagem e adquira seus ingressos para a Torre de Londres
Compre seu ingresso e verifique a disponibilidade do passeio clicando aqui.

A White Tower da Torre de Londres
A White Tower já serviu como palácio real no passado – Foto: Amy-Leigh Barnard via Unsplash

Exposição Fit for a King

Com armaduras reais usadas pelos reis e guardiões do passado. Esta exposição já acontece há 300 anos, imagine a idade das peças lá expostas. Por lá, estão as armadura dos séculos XVI e XVII usadas por Henrique VIII, Charles I, Príncipe Henry Stuart e James II.

Coleção de Joias da coroa

Essa é imperdível! As peças são principalmente ligadas às cerimônias religiosas de coroação dos monarcas. E melhor, algumas das joias expostas ainda são usadas pela atual rainha da Inglaterra, Elizabeth II. 

Outros locais interessantes da Torre de Londres

  • O local onde os Royal Beasts eram mantidos; 
  • O local das execuções que aconteceram no passado: Sim, é possível visitá-lo, inclusive agora existe um memorial dedicado às vítimas que foram decapitadas na torre, que incluem até mesmo a Ana Bolena, figura histórica da monarquia inglesa e segunda esposa de Henrique VIII, assassinada a mando do próprio marido por uma suposta traição com o irmão dela. Ou seja, ela foi acusada de traição e incesto;
  • Os corvos de estimação da torre;
  • A Capela de São Pedro, construída em 1520.

Lembre-se de ir com uma roupa e sapatos confortáveis, pois a andança é grande. Caso você queira ver só pontos específicos, como as joias da coroa e a White Tower, é possível também, mas o mais legal é que você veja tudo. Apesar de cansativo, o passeio que vale a pena e o ingresso não é dos mais baratos, então aproveite as oportunidades e veja todos os cantos e detalhes da torre.

Confira os melhores passeios da região e reserve seus ingressos na GetYourGuide.

Ingressos para Torre de Londres

Esse passeio não é um dos pontos turísticos mais baratos em Londres. Ele custa aproximadamente 24 libras para os adultos, 10 libras para menores de 16 anos, 20 libras para idosos e para crianças com menos de 5 anos a entrada é gratuita. Mas uma coisa é certa, vale cada centavo. Não deixe de ir! Você pode comprar os ingressos pelo site oficial da Tower of London, ou então reservar seus passeios direto pelo GetYourGuide

Uma boa dica também é o London Pass, que funciona como um ticket online. Você paga determinado valor e tem acesso a vários pontos turísticos e passeios em Londres, incluindo a Torre de Londres. Vale a pena caso você queira visitar muitos lugares e economizar uma grana. Você ainda tem a opção de escolher por quantos dias o London Pass vai funcionar, de acordo com o tamanho de sua viagem.

Mão segurando ingresso para a Torre de Londres
Vale super a pena comprar o ingresso para a Torre de Londres – Foto: Amy-Leigh Barnard via Unsplash

Quando ir a Torre de Londres

Em relação a quando visitar, no verão e primavera o local funciona por uma hora a mais nos dias tradicionais e por mais dias durante a semana, logo você tem mais tempo para encaixar o ponto turístico no seu roteiro. A primavera é uma estação perfeita para a visita, com clima ameno e dias bonitos para belas fotografias e passeios pelos jardins.

O local fica aberto de terça a sábado, das 9h às 17h, e aos domingo e segundas das 10h às 17h30. Já durante inverno (novembro a fevereiro) a torre funciona de terça a sábado das 9h às 16h30. 

Curiosidades sobre a Torre de Londres

Agora que você já sabe das principais informações e sobre a história da Torre de Londres, saiba que existem ainda mais curiosidades do lugar.

  1. Capela de São Pedro: A capela é linda, a arquitetura é super interessante e ela ainda funciona para missas, mas o que nem todos sabem é há restos mortais de pessoas decapitadas na Torre de Londres, no passado, ainda na capela.
  2. Guardas: Os guardas da Torre são chamados oficialmente de Yaeomen Warders, ou “beefeaters” (comedores de carne, em livre tradução). Apesar do apelido estranho, uma das explicações é de que, em período de guerras e racionamento de comida, esses guardas recebiam uma maior quantidade de carne, já que eram importantes para a segurança do local.
  3. Roubo: Em 2012, alguém conseguiu furtar a chave que dava acesso ao interior da torre, local que turistas não podem entrar. A pessoa nunca foi pega e o acesso foi trocado para que ninguém além da segurança pudesse entrar no local.
  4. Moradores: existem, em média, 150 pessoas que moram na Torre de Londres. Mas não se preocupe, elas não estão aprisionadas. São pessoas que trabalham lá e fazem o serviço de manutenção, limpeza e segurança do lugar. 
  5. Sete corvos são mantidos dentro da Torre de Londres, têm nome e um criado cada um. O motivo? Conta a lenda que eles foram atraídos até ali pelo mau cheiro dos cadáveres. Carlos II, rei da Inglaterra no século XVII, queria que fossem mortos, mas ouviu que, se os corvos fossem mortos, a torre seria destruída e ele perderia o reinado. Então ordenou que os animais fossem mantidos no castelo, e até hoje sete são preservados por lá. Uma lenda um tanto quanto bizarra, não é mesmo?
Corvo preto, animal preservado e mantido na Torre de Londres
Os corvos são um dos fatos mais inusitados do local! – Foto: Kasturi Roy via Unsplash

Roteiros com a Torre de Londres

A Torre de Londres fica numa área cheia de outros pontos turísticos clássicos da capital inglesa, que podem ser facilmente acessados a pé, ou mesmo de metrô. Ao chegar ao destino, você já terá uma vista privilegiada do Rio Tâmisa para aproveitar – e, a partir dali, basta escolher quais lugares você gostaria de visitar no mesmo dia.

Abaixo damos algumas sugestões de roteiro, que envolvem a Torre de Londres, para você escolher o que mais achar interessante para sua viagem.

Não perca tempo e agende agora o seu roteiro por Londres!
Acesse os principais passeios da cidade e reserve seus ingressos na GetYourGuide.

Tower Bridge

A Tower Bridge é um dos cartões postais da Inglaterra, sendo um dos locais mais indispensáveis para conhecer no Reino Unido. Antes de chegar à Torre de Londres, ou mesmo depois do passeio pela fortaleza, é possível visitá-la caminhando, já que os dois pontos turísticos ficam bem pertinho um do outro.

A Tower Bridge em foto mais detalhada e próxima
A Tower Bridge é um dos locais imperdíveis perto da Torre de Londres – Foto: Susan Q Yin via Unsplash

Borough Market

O Borough Market é um dos lugares mais deliciosos de Londres, e outra opção super próxima da Torre de Londres. Vale a pena seguir direto até ele, após o dia explorando a região, para dar um jeito na fome que com certeza já vai ter aparecido. Por lá você vai encontrar frutas deliciosas, lanches de qualquer canto do mundo, além de restaurantes diversos.

St. Katherine Docks Marina

Os barquinhos do Rio Tâmisa fazem parte da rede de transporte público londrina, e por isso seguir até o St. Katherine Docks Marina após conhecer a Torre de Londres é uma ótima ideia. Pelas águas, é possível seguir até outros cantos da cidade e observar os cenários ao ar livre durante o caminho.

City Hall

O City Hall, prédio da prefeitura de Londres, é uma construção redonda, super moderna e instigante, que fica do lado oposto da Tower Bridge com relação à Torre de Londres. Enquanto estiver passeando por ali, confira de perto os detalhes da arquitetura – principalmente se você for fã do assunto.

Sky Garden

O Sky Garden é um dos arranha-céus com vista panorâmica para observar toda Londres das alturas, para os que gostarem desse tipo de passeio. Para subir ao topo é cobrada uma taxa, e você também pode optar por ir a algum dos restaurantes do prédio e apreciar a vista junto da refeição.

St. Paul’s Cathedral (Catedral de São Pedro)

Uma das igrejas anglicanas mais famosas em Londres é a St. Paul’s Cathedral, a Catedral de São Pedro, onde o Príncipe Chales se casou com Lady Di. Lá existe uma cúpula, de onde também é possível ter uma bela vista do entorno de Londres – no entanto, a entrada é paga.

Torre de Londres + London Eye

Temos também uma proposta diferente para um dia do seu roteiro de viagem: Torre de Londres + London Eye. Os dois pontos turísticos ficam relativamente longe, mas podem ser uma ótima opção para passar o dia na região. Você pode começar o passeio tomando um bom brunch e ir para a Torre de Londres ainda antes do meio dia, gastando umas 5 horas no local (caso você queira ver tudo).

Depois, antes do entardecer, jante em alguma restaurante pela redondeza e vá para a London Eye logo depois, pegando o metrô, ou mesmo um táxi ou ônibus.

A distância entre os dois locais são de mais ou menos 3,5 Km, o que dá uns 50 minutos de caminhada, e pois isso o mais indicado é fazer o percurso com um meio de transporte. De metrô é possível sair da estação Tower Hill (Torre de Londres) e parar na estação Westminster (London Eye), pela linha Circle.

A boa dica é que você chegue na London Eye antes do sol se pôr, para ver o entardecer das cabines da roda gigante. Fizemos, inclusive, um texto sobre as informações básicas da London Eye que você precisa saber antes de visitá-la. Confira para saber mais sobre os horários, como funciona, quanto é o ingresso e outras informações necessárias.

Chip de Internet na Inglaterra

Está cada vez mais fácil e barato ter internet ilimitada durante toda a viagem pela Inglaterra. Hoje em dia você pode comprar online um chip internacional de celular enquanto ainda estiver aqui no Brasil. Nós sempre usamos e adoramos!

Você recebe o sim card em seu endereço e depois é só inserir no celular para já chegar ao destinocom a internet 4G ilimitada funcionando.

Leia também mais dicas sobre chip:

Quer ter internet ilimitada durante toda a viagem?
Compare os preços e compre seu chip de viagem internacional antecipadamente na America Chip.

Seguro Viagem para a Inglaterra

Contratar um seguro viagem para a Inglaterra é indispensável. Para se divertir e aproveitar o melhor das atrações do país sem se preocupar, o melhor a fazer é contratar um seguro viagem com boa cobertura médico-hospitalar. Assim você fica tranquilo para curtir o destino.

Leia tudo sobre seguro viagem:

Faça sua cotação de seguro viagem na Seguros Promo e garanta 5% de desconto com nosso cupom DICASDEVIAGEM5

Aluguel de Carro na Inglaterra

Alugar um carro na Inglaterra é uma ótima ideia para quem vai a outras regiões do país, além de Londres. Além de otimizar muito seu tempo, você vai conseguir aproveitar mais sem ter que depender de transportes públicos.

Gostamos muito da Rent Cars para encontrar os carros que usamos em nossas viagens. Ela é a única no Brasil que compara as melhores locadoras do mundo, mas te deixa pagar em reais, sem IOF. Além disso, também é a única que deixa você pagar em 12x sem juros. Vale a pena!

Ainda não alugou o carro para sua viagem?
Garanta o melhor preço, sem IOF, e pague em até 12x sem juros na RentCars.

Passagens Aéreas para Londres

Procurando uma boa oferta e preços de voos? Na hora de comprar passagens para Londres, vale dar uma olhadinha no site Passagens Promo.

É bem comum encontrar opções de voo mais em conta e melhores que de outros sites. Nós sempre usamos e vale a pena 😉

Avião da British Airways
Foto: Isaac Struna via Unsplash

Conta pra gente o que achou da torre de Londres! Bem interessante a história, né?! Sentiu vontade de visitar o ponto turístico? Se eu fosse você, não perderia!

Dúvidas frequentes

O que ver na Torre de Londres?

São muitos os pontos de interesse para ver na Torre de Londres, como a White Tower, a coleção de joias da Coroa, as exposições de armaduras, os corvos do local, entre outros atrativos.

Qual horário funciona a Torre de Londres?

A Torre de Londres funciona de terça a sábado, das 9h às 17h, e aos domingo e segundas das 10h às 17h30. No inverno, fecha meia hora mais cedo.

Vale a pena ir à Torre de Londres?

Com certeza é um dos passeios mais indispensáveis para fazer em Londres, principalmente para os que gostam de história e belas vistas. Vale a pena reservar ao menos uma tarde do seu roteiro para visitar a Torre de Londres.

Como chegar à Torre de Londres?

Para chegar à Torre de Londres, a forma mais fácil é ir de metrô, pegando as linhas Circle e District Line com direção a estação Tower Hill. Confira mais informações.

Quanto tempo ficar na Torre de Londres?

Se você tiver pouco tempo na cidade, com um mínimo de três horas é possível dar uma passada rápida pelos principais locais da Torre de Londres. Porém, é fácil se encantar e passar horas admirando o espaço, por isso, reserve um dia inteiro, se tiver tempo disponível.

O que fazer perto da Torre de Londres?

Alguns dos pontos turísticos mais próximos da Torre de Londres são a Tower Bridge e o Borough Market, mas você pode esticar o passeio até a London Eye, se estiver com pique. Veja mais sobre os pontos turísticos de Londres.