Zanzibar são duas pequenas e paradisíacas ilhas na costa leste africana. Um lugar onde a incrível beleza natural é a principal atração. Por isso, é melhor se atentar: a viagem é para quem curte mesmo a natureza, porque aproveitá-la é a única atividade por lá.

O arquipélago pertencente a Tanzânia, é dividido em duas grandes ilhas Pemba e Unguja, sendo a última a mais popular e turística. O acesso é super fácil, voos diários e Ferry Boats de Dar Es Salaam (cidade costeira mais próxima) levam e trazem turistas todos os dias. Para quem prefere voar, o aeroporto fica a cerca de cinco minutos de Stone Town, centro de Zanzibar, e ponto de partida para quem está de chegada na ilha.

Viajar para Zanzibar é saber que lá é um ponto super conhecido pelo Kitesurf. Prepare-se para ver, além dos turistas, muitos praticantes que enchem a praia e colorem os oceanos.

viagem para zanzibar

Nascer do sol em Paje Beach

viagem para zanzibar

Por do Sol

viagem para zanzibar

viagem para zanzibar

Barco a vela

viagem para zanzibar

Estrela do mar na praia de Zanzibar

viagem para zanzibar

Formação de chuva na praia

Uma vez por lá, é preciso saber como se locomover e que língua falar

Você pode cruzar a ilha em transporte público, no famoso Dala Dala, uma combinação de ônibus com caminhão, que carrega pessoas exprimidas na parte traseira. Se você tem malas grandes ou mais de 1,80m de altura, você não vai gostar da experiência. O custo sim faz valer, uma viagem custa certa de 1500 a 2000 shillings – moeda local (um pouco menos de 1 dólar Americano), mas vi turistas sendo cobrados até 4000 com a desculpa que tem de pagar pela bagagem. Fique atento, isso não é verdade: o único fato é que em Zanzibar, como em muitos outros lugares, turistas são sempre alvos de exploração e oportunismo.

O dinheiro é o Shilings e nada é muito barato por lá, mas é possível fazer a a viagem ser custo-benefício. Eu em quase 15 dias gastei cerca de 500 reais. Por exemplo, um táxi para cruzar a ilha chega a cobrar 30, 40 dólares americanos, mas se você tem mais pessoas para compartilhar, o preço abaixa por cabeça. No aeroporto internacional, que recebe voos diretos da Europa, por exemplo, chegam a cobrar 50, 60 doláres americanos num táxi para te levar às praias, ou seja, os taxistas aproveitam-se dos recém-chegados! Se você quer economizar, se prepare para uma aventura e suba num Dala Dala!
A língua aqui é o Swahili e o inglês. Porém, muitos não falam a língua americana, mas a grande maioria domina, já que chega a ser uma necessidade para eles.

O hostel em que me hospedei fica com o pé na areia e tem um atendimento e localização excelentes!

viagem para zanzibar

viagem para zanzibar

Caminho do hostel para a praia

viagem para zanzibar

Hostel visto por dentro

Praia do Pajé

Fiquei hospedado por 12 dias na costa sul/leste da ilha, numa praia chamada Pajé. Sem dúvida, uma das melhores praias em que já estive – talvez a melhor de todas. A areia é tão branca que chega a doer os olhos, o mar com seus intervalos de maré baixa e alta dão a à praia dois ambientes diferentes.

viagem para zanzibar

Maré baixa em Zanzibar

Algumas pessoas acham horrível quando a maré baixa pois você tem de caminhar um bocado até encontrar água suficiente para se refrescar. Isso porque a temperatura fora d’água é muito alta e a vontade é de ficar dentro do mar o dia todo. Sinceramente num cenário desse, é impossível reclamar, seja de distância ou temperatura. Quando a maré começa a subir ela traz consigo uma temperatura mais agradável. Além disso, também canoas e seus pescadores, que junto com a maré vão e voltam em busca de peixes, polvos, lagostas e caranguejos. Um prato cheio para fotógrafos e claro que para os Comilandos também!

viagem para zanzibar

Maré alta na Pajé Beach

viagem para zanzibar

Pescadores em Zanzibar

viagem para zanzibar

Colheita de frutos do mar

Por lá, os locais tentam reunir turistas em diferentes hotéis ou hostels para fazer um famoso churrasco de peixe. A estratégia é a seguinte: eles tentam juntar grupos para assinar uma lista e assim que conseguem um número suficiente de pessoas, preparam um banquete incrível de frutos do mar. Então se for abordado por alguém com essa intenção, você não vai se arrepender.

Stone Town, a principal cidade

Stone Town é a cidade principal, o centro da ilha e uma cidade histórica, popular pela arquitetura, formada por pequenas vias que se cruzam sem direção e formam um labirinto onde é impossível não se perder. Por lá, você irá se deslumbrar com prédios muito antigos e portas incrivelmente lindas e trabalhadas, onde cada uma conta uma história com seus desenhos. Andar por essas vias me fez lembrar muito de Varanasi na Índia (o lugar mais mágico que já visitei). Por um lado, a impressão que ficou é a de Stone Town como Varanasi, porém sem tanta riqueza espiritual e cultural que você encontra na Índia.

viagem para zanzibar

Stone Town

Por lá tem um mercado famoso que é a principal atração. Porém, não se engane: o passeio em si não é especial. O mais interessante que vi foi a parte dos peixes, que é um pouco mais atraente visualmente e a parte de açougue onde haviam por exemplo, cabeças de ovelhas com olhos abertos, era algo diferente que deixava um clima mais pesado no ambiente. O clima e ambiente não é dos mais favoráveis para um turista, não é muito fácil se sentir a vontade no meio de tanta gente e bagunça, principalmente quando você é fotógrafo e quer fotografar quase tudo que vê.

viagem para zanzibar

Açougue Zanzibar

viagem para zanzibar

Açougue Zanzibar

Se você quer ir a um mercado que vale a pena, fica a nossa dica: a principal atividade para o turista depois de passar o dia se perdendo pelas vielas é ir até o Mercado de frutos do mar. Vá no fim de tarde, é lá que muitos turistas se reúnem para se deliciar com a comida local e pescada no dia. Imperdível.

 

viagem para zanzibar

Mercado de Peixes

viagem para zanzibar

Mercado de Peixes

viagem para zanzibar

Mercado de Temperos

Dois dias em Stone Town está de bom tamanho. Viajar para Zanzibar é saber que são as praias o principal atrativo ali e um dia na cidade já te faz doer o coração. O bom mesmo por lá é descobrir as belezas naturais do local.

Os tours que valem a pena quando você fizer sua viagem para Zanzibar

Na ilha existem dezenas de tours que você pode fazer. O bom é que você não precisa reservar nada com antecedência, pode ficar tranquilo que não importa onde estiver, alguém vai te abordar tentando te convencer a experimentar um dos passeios deles. São todos super amigos, e a abordagem é muito engraçada: Você percebe que todos agem igual, chegam como amigos e de repente começam a te oferecer todo tipo de atividade.

viagem para zanzibar

Locais oferecem passeios para os turistas em Zanzibar

Os tours mais populares que vi são o Dolphin Tour, o qual você vai ao sul da ilha nadar com golfinhos, o Blue Safari, para curtir um snorkel num banco de areia no meio do mar e depois vai devorar um belo almoço em uma das ilhas próximas. Tem também o Prison Island, para aprender e visitar um pouco mais da cultura e história local, além de ver as gigantes tartarugas (tortoises) que só existem em Zanzibar. Para finalizar o famoso e mais popular, Spice Tour, para conhecer a fundo a origem dos spices que é o produto e marca registrada aqui da ilha.

E aí, preparado para fazer uma viagem para Zanzibar? Comente aqui!