Um guia completo para planejar sua viagem a Visconde de Mauá. Anote as dicas e aproveite muito!

Rodeada de vales e cercada por rios, cachoeiras e piscinas naturais de águas límpidas e cristalinas, bem na divisa entre os estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais, está a região de Visconde de Mauá.

São incontáveis atrações e atividades para se fazer, tanto pela exuberante beleza natural da Serra da Mantiqueira, quanto pela gastronomia e comércio das três vilas da região: Visconde de Mauá, Maringá e Maromba.

O principal acesso para a região de Visconde de Mauá é pela Rodovia Presidente Dutra, entre os municípios de Resende e Itatiaia, no Estado do Rio de Janeiro, pela saída km 311 – Penedo/Visconde de Mauá.

Depois de sair da via Dutra, seguir pela RJ 163 até Visconde de Mauá por 29 km de estrada asfaltada. Passando por alguns mirantes que valem a parada para observar os vários panoramas da Serra da Mantiqueira.

O que fazer em Visconde de Mauá

Tomamos café da manhã no primeiro horário para aproveitarmos o máximo o dia e planejamos um roteiro para visitar as cachoeiras mais próximas da Pousada e das Vilas de Maringá e Maromba.

mapa de visconde de maua

Poço do Marimbondo

O Poço do Marimbondo é uma piscina natural, o acesso ao local é gratuito e se dá pela Estrada do Vale do Pavão. São 6km de estrada de terra, com trechos bem íngremes, sendo aconselhável para veículos mais altos ou 4×4.

Depois de estacionar o carro na estrada, são mais 15 minutos de caminhada por uma trilha bem demarcada, passando por uma linda mata.

Poço do Marimbondo

Poção de Maromba

O Poção de Maromba fica a cerca de 2 km da Vila de Maromba, com acesso fácil e gratuito, no caminho para Cachoeira do Escorrega, sendo uma das piscinas naturais mais belas da região.

O Poção com seus 7 metros de profundidade, é um convite a quem gosta de se aventurar a saltar das pedras de suas margens.

Poção de Maromba

Cachoeira do Escorrega

Programa quase obrigatório para quem visita a região, a Cachoeira do Escorrega fica a apenas 3 km da Vila de Maromba, e por ter fácil acesso é um dos pontos mais concorridos.

Os visitantes não pagam pela acesso, mas se você for de carro, o estacionamento custa R$ 10,00. Caso queira fazer uma parada para comer ou beber, existem bares e restaurantes bem próximos a cachoeira.

Cachoeira Véu da Noiva

Também na Vila de Maromba e de fácil acesso, a Cachoeira Véu da Noiva tem uma queda de 15 m de altura que forma um poço bem rasinho, o que facilita ficar embaixo da queda d´água curtindo uma hidromassagem natural.

Cachoeira Véu da Noiva

Cachoeira Toca da Raposa

Depois de um belo almoço, seguimos até a Cachoeira Toca da Raposa, que fica em uma propriedade particular a aproximadamente 4 km da Vila de Maringá.

A trilha desde a estrada até a cachoeira tem apenas 300 metros. O local possui um bar que serve bebidas e porções, onde também é cobrada a taxa de visitação de R$ 4,00 por pessoa.

A cachoeira fica entre 2 paredões de rocha, que canalizam o spray e o som da queda d´água, aumentando a sensação de poder desse lugar.

Cachoeira Toca da Raposa

Cachoeira Santa Clara

A Cachoeira da Santa Clara é uma das mais belas e conhecidas da região, com acesso fácil a apenas 3 km da Vila de Maringá. As águas do Rio Santa Clara escorrem por um paredão de 30 metros de altura, formando uma piscina natural em sua base.

Cachoeira Santa Clara

Cachoeiras do Alcantilado (Trilha das 9 Cachoeiras)

O Sítio Cachoeiras do Alcantilado é uma propriedade particular, localizado no Vale do Alcantilado a 7 km da Vila de Maringá e a 9 km de Visconde de Mauá.

Saímos da pousada bem cedo, mas não antes de tomar café da manhã com pão de queijo feito na hora pela Dna Rosângela. A estrada de terra é bem irregular, mas nada que impeça um veículo de passeio comum de chegar até a portaria do sítio.

O local possui estacionamento próximo a Recepção, onde é cobrado taxa de visitação de R$ 16,00 por pessoa, que sinceramente vale cada centavo, pois o lugar é simplesmente lindo.

Ao longo de uma trilha de 1,5 km (3 km ida e volta) e quase 300 m de desnível, em meio a Mata Atlântica, visitamos 9 cachoeiras cachoeiras e poços, além de mirantes e grutas, que fazem com que o Sítio Cachoeiras do Alcantilado seja um dos melhores atrativos da região.

O capricho da Administração do Sítio com a trilha é um caso à parte, o caminho é bem demarcado, sinalizado com placas indicativas para cada atrativo, bem conservada e limpa, e principalmente segura, com degraus e corrimãos.

O último trecho da trilha é a mais ingrime, mas o esforço é recompensado de um lado pela Cachoeira do Alcantilado e pelo outro lado com a vista para o Vale do Alcantilado.O Sítio ainda dispõe de uma pastelaria e um bar/lanchonete (recepção), para repor as calorias perdidas na subida.

Veja mais dicas do que fazer na região:

Reserve com antecedência ingressos e passeios com o GetYourGuide

Onde Ficar em Visconde de Mauá

Visconde de Mauá possui inúmeras alternativas entre hotéis, pousadas, campings e hostels, que com certeza atendem todos os gostos e bolsos.

Nós escolhemos ficar na Pousada no Caminho do Marimbondo, localizada no Vale do Pavão, entre Visconde de Mauá e Maringá. O acesso é pela Estrada do Vale do Pavão, com apenas 1,5km de estrada de terra até o portão da Pousada.

A Pousada dispões em seus mais de 15.000 m² de terreno, de piscina com deck de madeira, piscina aquecida coberta, saunas seca e a vapor, sala de jogos, etc. As águas do riacho do Pavão cortam o terreno da Pousada, com uma pequena queda d´água onde forma uma piscina natural.

Fomos recepcionados pelo Sr. Erevan, que prontamente fez nosso check-in e em menos de 10 minutos já estávamos em nosso chalé, que por sinal muito bem equipado com cama Box Queen Size, Lareira, TV por assinatura, Internet Wi-Fi, Cofre, além de banheira de hidromassagem com jardim privativo, onde passamos momentos incríveis.

Veja mais dicas de onde se hospedar:

Encontre as melhores hospedagens em Visconde de Mauá no Booking.com

Onde comer em Visconde de Mauá

A caminho da Cachoeira Toca da Raposa, pela Estrada da Santa Clara, paramos para visitar e acabamos almoçando no Truta Rosa, que também oferece o sistema Pesque e Pague.

O local é bem cuidado e o restaurante tem ambiente muito agradável, com atendimento impecável e pratos para satisfazer todos os seus sentidos.

E voltando a Vila de Maringá, depois de um dia agitado com visita às 6 cachoeiras paramos na Micro Cervejaria “Maresia de Mauá“. Ali os clientes podem ver em ação a Mestre Cervejeira Edna, trabalhando em um dos vários estilos de cerveja produzidos no local.

Além das cervejas produzidas na micro cervejaria, o cardápio oferece cerca de 50 rótulos de cervejas especiais e importadas, além de comidas alemãs para melhor harmonizar com a cerveja de sua preferência.

Texto por: Wilton Esteves.
Empresário e fotógrafo autoral, tem paixão pela fotografia de paisagens e busca em suas viagens inspiração e experiências culturais.
Siga-o no instagram @wiltonesteves

Seguro viagem nacional

Imprevistos acontecem! Se você não tem plano de saúde ou se a sua cobertura médico-hospitalar não atende esta região, contratar um seguro viagem nacional pode ser uma boa. É super barato – a partir de R$ 4 por dia – e com ele você viaja tranquilo, evitando gastos não planejados. SAIBA MAIS AQUI.

Aluguel de carro

Alugar um carro para sua viagem é sempre uma ótima ideia. Além de otimizar muito seu tempo, você consegue aproveitar mais da região sem ter que depender de transportes públicos.

Gostamos muito da Rent Cars para encontrar os carros que usamos em nossas viagens. Ela é a única no Brasil que compara as melhores locadoras do mundo, mas te deixa pagar em reais, sem IOF. Além disso, também é a única que deixa você pagar em 12x sem juros. Vale a pena!

Ainda não alugou o carro para sua viagem?
Garanta o melhor preço e pague em até 12x sem juros na RentCars.

Onde encontrar passagens aéreas com ótimos preços

Procurando uma boa oferta e preços de voos? Na hora de comprar suas passagens aéreas, vale dar uma olhadinha no site Passagens Promo.

É bem comum encontrar opções de voo mais em conta e melhores que de outros sites. Nós sempre usamos e vale a pena 😉

pedra selada em visconde de mauá
Pedra Selada | Foto: Gustavo Machado, via Flickr

Leia todas as nossas dicas e posts do Rio de Janeiro