Mesmo sem a possibilidade de pular as sete ondinhas e com temperaturas muitas vezes abaixo de zero graus, o réveillon em Nova York é um sonho e uma boa pedida para quem quer desfrutar a deslumbrante cidade ainda no clima das festas de final de ano. Além da tradicional passagem na Times Sq., existe uma outra maneira de virar o ano bem divertida e até mesmo saudável. #projetofitness 

 

reveillon em nova york

crédito da imagem http://www.nyrr.org/

Nessa época, a paisagem urbana aliada à neve que costuma cair é transformada em um verdadeiro cenário de filme! Não é à toa que os clássicos natalinos do cinema americano são comumente ambientados por lá, dando a todos a sensação de já tê-la visitado anteriormente, ainda que seja a primeira vez. As vitrines, fachadas e árvores ganham decorações dignas de produções Hollywoodianas, com laços vermelhos enormes e muitas luzes, misturando-se a seriedade dos arranha-céus.

ano novo em nova york

Decoração de Natal no Rockefeller Center

Dentre as tradicionais atrações dessa época do ano, está a grande árvore do Rockefeller Center. Ponto turístico indispensável, a árvore conta com milhares de luzes que encantam a todos que a observam. Além disso, é lá que se encontra a mais famosa pista de patinação no gelo da cidade, com vista para a estátua de Prometeus (Titã da mitologia grega) e as bandeiras que representam os países da ONU. Outra pista que atrai muitos turistas é a Wollman Rink, no Central Park – considerada uma das melhores do mundo.

Obviamente, nesse período, assim como em qualquer outra metrópole, tudo se torna muito mais caro, principalmente os hotéis, cujas tarifas costumam dobrar o valor. A cidade recebe turistas do mundo todo, logo há muitas filas, esperas e multidões em todos os pontos turísticos.

Agora, e a virada?

A cidade é famosa por suas festas e celebrações de réveillon. Há opções para todos os bolsos, gostos e idades.

Quando planejei minha viagem, a ideia era passar a virada na mais famosa cerimônia, que acontece na Times Square. Há mais de um século, milhares de pessoas vão para a avenida aguardar a contagem regressiva, representada pela bola neon (conhecida como a “bola que cai”) que desce os 43 metros desde a cobertura do edifício One Times Square – essa cerimônia tem duração total de meros 60 segundos. Algumas horas antecedentes à contagem regressiva há um show musical, geralmente com presença de personalidades e bandas ou cantores famosos, mas é só o relógio marcar 00h01 para que comece a esvaziar o local.

Além disso, para garantir um bom lugar sem os percalços da aglomeração, é preciso chegar cedo, por volta das 13h. Isso porque toda a avenida é dividida em seções – para facilitar o controle de segurança -, que vão sendo fechadas à medida que estejam abarrotas de gente. O evento possui segurança máxima e todos, sem exceção, são revistados minuciosamente pela polícia. Já a postos, tería que aguardar horas no frio, em pé, sem banheiros disponíveis e sem poder comprar bebidas alcoólicas, pois o consumo é proibido nas ruas. Desanimador, não?

Claro que, para aqueles que não conseguem chegar próximo ao edifício, há telões espalhados pela Times e seus arredores.

Para quem topar desembolsar uma grana, é possível fazer reserva – com muita antecedência – em um dos restaurantes da região que tenha vista para a praça. Há também a opção de comprar ingresso para festejar a virada em uns dos inúmeros barcos que navegam pelo rio Hudson, com vista privilegiada para Manhattan e para queima de fogos. Tudo isso com muito conforto, fazendo seus votos para o ano que está prestes a começar com brinde de champanhe e ao som de algum DJ.

Outra opção para festejar?

Bom, dentre essas e outras opções, preferi o Central Park. Por quê? Não há custo, não há tumulto e há estação de metrô bem próxima que funciona 24 horas (encontrar um táxi disponível na virada é uma missão quase impossível).

A partir das 22h, DJs e dançarinos já começam a esquentar os espectadores com músicas animadas. Há muitos grupos de amigos, famílias, casais, todos dançando e cantando, alguns até degustando suas pequenas ceias. Às 23h começa um concurso e desfile de fantasias e as gargalhadas tomam conta do parque. São famílias inteiras com suas fantasias combinadas, casais, turistas, todos se misturando e se divertindo com algumas confecções bizarras e outras super criativas.

À meia noite começa a queima de fogos de artifício com duração de 20 minutos na Naumburg Bandshell (concha acústica), na altura entre a 66th Street e 72nd Street, sendo os fogos vistos a partir de qualquer ponto dentro do Central Park.

ano novo nova york

Central Park

No mesmo horário é dada a largada da Midnight Run, uma corrida de 6,5 quilômetros pelo parque, organizada pela New York Road Runners, tendo anualmente a presença de centenas de participantes. O programa é perfeito para quem quer entrar no ano novo cumprindo a missão de se manter saudável e super alto astral. #projetofit

Mas, se assim como eu, não conseguir participar devido ao frio, poderá apenas ficar na torcida pelos corajosos.

reveillon em nova york

Foto: http://www.nyrr.org/

Para quem optar por passar ao ar livre, aconselho a ir muito bem agasalhado e com sapatos capazes de suportar a neve. Digamos que eu não estava com botas muito resistentes e sofri um pouquinho com os dedinhos congelados.

Independente de qual seja a escolha, Nova York irá te surpreender!! Qualquer que seja a data comemorativa, será sempre uma boa desculpa para embarcar em dias incríveis pela capital do mundo!

Happy new year!

Leia Mais:

Viagem para Nova York: O guia completo – do planejamento às melhores atrações

Roteiro Nova York 1 dia: Como Aproveitar ao Máximo a Cidade

Nova York a noite: Conheça os melhores rooftops da Big Apple

St Petersburg Florida e Clearwater – Saiba Tudo o Que Fazer e Onde Ficar

The Lion King Broadway: Ingressos com Desconto e Tudo sobre o Musical