O Arquipélago de San Blas é um paraíso panamenho que atraí cada vez mais visitantes. As praias de águas claras do mar do Caribe e areia branca proporcionam paisagens de um paraíso ainda rústico. Chegar até lá pode ser um desafio, mas garanto que vale, e muito, a pena.

San Blas é uma comarca indígena Kuna Yala – ou Guna Yala. Visitar as ilhas é conhecer de perto um pouco da cultura dos índios Kunas. Por ser uma reserva indígena, eles são os únicos que podem investir e lucrar com a região (transporte e hospedagens).

São mais de 365 ilhas no arquipélago de San Blas no mar do Caribe – mas nem todas são habitadas, muito menos visitadas pelos turistas. 

Hoje eles estão mais organizados, falam espanhol e há estruturas um pouco melhores que no passado. Mas, mesmo assim, tenha em mente que você está entrando em território indígena e as coisas ainda são bem rústicas. Vá de mente e coração abertos para viver dias em um dos mais belos destinos de praia que há.

Você vai ver nesse post:

Caso queria pular alguma parte, é só clicar nos links abaixo para ir direto ao tópico 😉

Onde fica o Arquipélago de San Blas

San Blás fica na província de Kuna Yala no Panamá, na região leste do Canal do Panamá. São mais de 365 ilhas habitadas pelos índios Kuna e a capital El Porvenir.

A região é bem turística, com suas águas azuis e areia branquinha, mas tudo é bem rústico e simples.

Como chegar em San Blas

Aqui vou contar um pouco sobre a minha experiência e também dar algumas dicas sobre outras formas de acessar as ilhas de San Blas.

Para entrar na comarca indígena Kuna Yala é necessário apresentar o passaporte e pagar uma taxa de 20 dólares por pessoa.

>> Veja também Como visitar San Blas no Panamá

Travessia de Veleiro

Para a minha viagem contratei com a Blue Sailing, uma travessia saindo de Cartagena na Colômbia, até a Cidade do Panamá, com passagem pelas ilhas de San Blas. Foram cinco dias de viagem em um veleiro, dois deles em mar aberto e outros três por várias ilhas de San Blas.

Os dois primeiros dias foram mais tensos, enjoo e mar agitado. Mas depois que a fase do enjoo passou foi só aproveitar. Foi uma das mais belas viagens que já fiz.

O valor da viagem de veleiro fica em torno de 550 dólares. Incluso o veleiro (transporte e hospedagem), alimentação (café da manhã, almoço, jantar e bebidas não alcoólicas), equipamento de snorkel e passeio por algumas das ilhas. Esse preço varia entre 500 a 700 dólares, pois cada capitão cobra de forma diferente.

Além desse valor, ainda paguei em torno de 70 dólares na parte final da travessia — barco táxi e carro até a Cidade do Panamá.

De carro + barco

É preciso voar até a Cidade do Panamá, de lá seguir de carro até um dos portos e depois pegar um barco até as ilhas. O caminho de carro, desde a capital panamenha até o porto, leva pouco mais de 2h.

É possível alugar um carro 4×4 e seguir por conta própria, mas sugiro contratar o serviço de ida e volta com uma agência ou motorista local.

#UmaDica: mesmo que você não seja do tipo de enjoar na estrada, leve um remédio. Os últimos quilômetros de estrada são complicados e muitos passam mal. Não arrisque já chegar mareado e atrapalhar seu primeiro dia no paraíso.

O percurso do Puerto de Carti, até as ilhas é feito pelos Kunas, em seus próprios barcos. Eles são organizados por ilha (cada qual com seu nome). Então fique atento, e tenha em mente qual o nome do barco/ilha que você deve pegar (veja mais informações sobre as ilhas abaixo).

Às vezes é preciso esperar um pouco, é só ter um pouco de paciência que todos vão embarcar.

O passeio entre as ilhas é feito de barco pelos próprios Kunas, e variam de 10 a 20 dólares por trecho. Como já estava em meu próprio barco (veleiro), não precisei pagar essa taxa, e algumas hospedagens já estão incluso esse valor.

Quando ir para San Blas

San Blas é daquele tipo de destino que dá para visitar o ano inteiro. Calor e temperaturas altas são algumas das características da região. Para se ter uma ideia a mínima raramente é inferior a 20ºC, e a máxima alcança a casa dos 30ºC.

A chuva pode atrapalhar um pouco seu passeio. Elas começam em Maio e podem se estender até meados de Novembro. Nessa época o mar fica mais agitado e dificulta o acesso a algumas ilhas. Além de ficar menos cristalino, o que atrapalhando a visibilidade.

O melhor período para visitar San Blas é entre Dezembro e Abril. Caso não consiga ir nestes meses, sugiro ficar algumas noites na região, não arrisque um bate e volta nos meses de chuva.

Vale avisar que San Blas está fora da rota do furacões e dificilmente é atingido pelas fortes e devastadoras tempestades caribenhas.

Quantos dias ficar em San Blas

Quantos dias ficar em San Blas depende de quanto tempo você pretende relaxar e aproveitar. Sugiro ter no mínimo 2 dias completos nas ilhas. Em San Blas não há muito entretenimento, além das próprias ilhas, passeios de barco e quem sabe um mergulho de snorkel.

Mas definitivamente um bate e volta não vale a pena, você vai gastar mais tempo no deslocamento do que propriamente aproveitando o destino.

O que fazer em San Blas

Que tal ter uma ilha toda só para você?! Com tantas ilhas em San Blas é possível que isso aconteça. São mais de 365 ilhas no arquipélago, e escolher entre elas não é tarefa fácil. Então, te ajudamos com esta lista de ilhas que valem a pena incluir no seu roteiro.

Antes de falar um pouco sobre algumas ilhas, vale explicar que o transporte entre as ilhas (os passeios) são feitos de barco. Se você estiver viajando de veleiro, como eu fiz, não precisa se preocupar, pois seu capitão vai te levar para conhecer as ilhas.

Se estiver viajando por conta própria, lembre-se que será preciso contratar os traslados com os barqueiros locais ou direto com sua hospedagem e terá que pagar uma taxa extra, entre 10 a 20 dólares por trecho.

Reserve com antecedência todos os ingressos e passeios para San Blas e evite filas com o GetYourGuide

Isla Perro

Também conhecida por Achudub ou Perro Chico. Essa ilha é uma das mais visitadas e consequentemente, quase sempre é uma das mais cheias – principalmente nos finais de semana.

Há uma estrutura básica para os visitantes. Além de um grande barco naufragado, ótimo local para prática de snorkel.

Isla Perros em San Blas - Foto: Robinson- via Flickr
Isla Perros em San Blas – Foto: Robinson- via Flickr

Isla Aguja

Outra ilha bem procurada pelos visitantes é também uma das mais próximas do continente.

Na Isla Aguja a estrutura para os visitantes é boa – comércio local, restaurante, cabanas e área de camping, além de banheiros. Têm lindas praias. É bem movimentada, principalmente na alta temporada e finais de semana.

Isla Pelicano

Pequena, com muitos coqueiros e mar azul. Aqui não há hospedagem, nem comércio local. Combine com seu barqueiro a hora de te buscar, e aproveite aqui algumas horas do seu dia no paraíso.  

Isla Pelicano – Foto: Felipe Valduga via Flickr

Piscina de Estrellas

Um grande banco de areia no meio do Caribe que forma uma piscina natural de águas cristalinas. Geralmente os barcos apenas passam por aqui para os visitantes aproveitarem um pouco. E claro, não tire as estrelas de dentro da água só para garantir uma foto.

Isla Coco Blanco

A ilha é exclusiva para hóspedes do hotel, ou seja, é uma ótima opção de onde ficar hospedado em San Blas. Assim você pode curtir “sua ilha” e ainda conhecer outras na região. Daqui saem barcos diários de passeio.

Onde ficar em San Blas

Além da Isla Coco Blanco, existem outras ilhas que valem a hospedagem. Entre elas: a Ilha Diablo, a Ilha Tubisenika, as ilhas Perro Grande e Chichimè também são boas opções para conhecer e também onde se hospedar.

Veja mais dicas em:

Encontre as melhores hospedagens em San Blas no Booking.com ou Hoteis.com

Gastronomia em San Blas

Experimentar a comida local faz parte da experiência, não é mesmo? Algumas das ilhas de San Blas, como a Perro Chico e Isla Aguja, oferecem serviços de restaurantes e lanchonetes. Os pratos são simples e preparados pelos próprios moradores, os índios Kunas.

Algumas hospedagens no arquipélago também oferecem o pacote all inclusive, com café da manhã, almoço e jantar. O que pode ser uma boa dica na hora de reservar um lugar.

Mesmo indo com alimentação garantida pela sua hospedagem, leve lanches extras. Lembrando que você visitará ilhas e praias sem muita ou zero comércio local.

Dicas para anotar antes de conhecer San Blas

Aqui vão algumas dicas finais para ajudar em sua viagem:

  • Não esqueça seu passaporte. Para entrar em San Blas não é necessário visto, mas seu documento será recolhido, checado e carimbado.
  • Leve dinheiro trocado (em dólar). Notas pequenas facilitam os pagamentos de entrada, barcos e alimentação pelas ilhas.
  • Leve roupas frescas, não esqueça seus itens de praia – além de óculos de sol, protetor solar e boné/chapéu que você vai usar todos os dias. Se tiver seu próprio equipamento de snorkel ele pode ser muito útil.
  • Se sua hospedagem na ilha não fornece alimentação, leve alguns lanches e bebidas para garantir.

Chip de Internet em San Blas

Está cada vez mais fácil e barato ter internet ilimitada durante toda a viagem em San Blas. Hoje em dia você pode comprar online um chip internacional de celular enquanto ainda estiver aqui no Brasil. Nós sempre usamos e adoramos!

Você recebe o sim card em seu endereço e depois é só inserir no celular para já chegar ao destino com a internet 4G ilimitada funcionando. Além disso, você estará em um lugar isolado, por isso recomendamos que tenha em mãos uma internet que funcione sempre que precise.

Leia também mais dicas sobre chip:

Quer ter internet ilimitada durante toda a viagem?
Compare os preços e compre seu chip de viagem internacional antecipadamente na America Chip.

Seguro viagem para San Blas

Contratar um seguro viagem para San Blas é indispensável. Para se divertir e aproveitar o melhor das atrações do país sem se preocupar, o melhor a fazer é contratar um seguro viagem com boa cobertura médico-hospitalar. Assim você fica tranquilo para curtir o destino. 😉

Leia tudo sobre seguro viagem:

Faça sua cotação de seguro viagem na Seguros Promo e garanta 5% de desconto com nosso cupom DICASDEVIAGEM5

Isla Diablo

Aluguel de carro em San Blas

Alugar um carro em San Blas é uma ótima ideia. Mas se for alugar seu próprio carro, não alugue um carro pequeno. Dê preferência a carros mais altos, se puder um 4×4. E, mesmo assim, sugiro cotar antes quanto sairia o serviço direto com uma agência. Muitas vezes a economia não vale a pena.

Gostamos muito da Rent Cars para encontrar os carros que usamos em nossas viagens. Ela é a única no Brasil que compara as melhores locadoras do mundo, mas te deixa pagar em reais, sem IOF. Além disso, também é a única que deixa você pagar em 12x sem juros. Vale a pena!

Ainda não alugou o carro para sua viagem?
Garanta o melhor preço, sem IOF, e pague em até 12x sem juros na RentCars.

Passagens aéreas para San Blas

Procurando uma boa oferta e preços de voos? Na hora de comprar passagens para San Blas, vale dar uma olhadinha no site Passagens Promo.

É bem comum encontrar opções de voo mais em conta e melhores que de outros sites. Nós sempre usamos e vale a pena 😉

Leia todas as nossas dicas e posts do Panamá