Dúvidas de quais documentos levar na sua viagem a Europa? Aqui neste post nós damos todas as dicas pra você não errar.

Férias chegando e agora é hora de arrumar toda a documentação para fazer uma viagem tranquila ao velho continente. Deixar os documentos para entrar na Europa em mãos é tarefa fundamental antes do embarque.

Para que você tenha uma entrada mais tranquila nos países pertencentes ao Tratado de Schengen, organizamos uma checklist para cidadãos brasileiros com os documento que precisam ser apresentados na imigração.

As informações são do portal do Ministério de Relações Exteriores do Brasil, o Itamaraty, atualizadas no Dicas de Viagem em Setembro de 2019 e válidas até 2020.

Vamos nessa?

Você vai ler neste post com detalhes:

  • Documentos para entrar na Europa em 2019:
    • Passaporte brasileiro válido*.
    • Passagens aéreas de toda a viagem até o retorno ao Brasil.
    • Seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil euros.
    • Comprovante de reserva em hotel ou carta-convite.
    • Comprovação de recursos financeiros.
  • Documentos extras:
    • Comprovante de vínculo empregatício no Brasil
    • Visto para estudantes
    • Nova documentação para viagens após 2021.
  • Dicas para passar tranquilo pela imigração
Documentos para entrar na Europa
Documentos para entrar na Europa em 2019 e 2020

Documentos para entrar na Europa em 2019, 2020 e pós 2021

A União Europeia estabelece a obrigatoriedade de cinco documentos que todos os visitantes brasileiros que vão ficar até 90 dias em um dos países pertencentes ao Tratado de Schengen precisam apresentar ao entrar na região.

Porém, mesmo se você for viajar a um país que não faça parte do Tratado, as regras continuam as mesmas. A única coisa que difere é a obrigatoriedade da contratação de um Seguro Viagem – que vamos falar mais para a frente.

1) Passaporte Brasileiro Válido

Vale ressaltar: um passaporte válido apenas não é sinônimo de que sua documentação esteja em dia. Para viagens internacionais esse documento é obrigatório, fique atento à validade de seu documento. Sempre recomendo viajar com um passaporte que tenha data de expiração, no mínimo, seis meses depois da data marcada em sua passagem.

Por exemplo, se você vai viajar em Janeiro de 2019, seu passaporte deve ter data de expiração mínima em Junho de 2019. A lei fala que essa carência pode ser de três meses após a data de retorno da viagem. Porém, já tive problemas com isso fazendo check-in no Aeroporto. Por isso, se seu passaporte vai expirar daqui seis meses, renove ele antes de viajar!

Você pode renovar o seu passaporte, ou emitir um novo, no site da Polícia Federal. É super fácil e rápido. Você precisa agendar um horário, levar os documentos descritos no portal da Polícia Federal e depois esperar cerca de 20 dias para retirar o seu novo.

Colecionando países
Documentos necessários para entrar na Europa – Passaporte. Foto: Brian Baldrati

2) Passagem de Ida e Volta

É necessário apresentar uma passagem de ida para a Europa e volta para o Brasil (ou outro destino fora da Europa). Além disso, se for viajar dentro do território europeu, precisa apresentar as passagens dos trechos também.

A imigração européia não aceita brasileiros que viajam, sem visto de permanência longa ou sem passagem de volta. O papel do agente imigratório é barrar tentativas de imigrantes que possam ficar ilegalmente no país. Por isso, eles tomam esta medida para prevenir que isso ocorra.

Se você não tem certeza ainda quando voltará, uma dica é comprar uma data de retorno com opção de “mudança flexível” com a companhia aérea. Você paga um pouquinho mais pela passagem, mas se precisar mudar a data de sua passagem, uma vez lá, não vai precisar pagar preços exorbitantes pela troca.

Quer encontrar passagens baratas para Europa?

Encontre voos para Europa com descontos de até 35% todos os dias no Passagens Promo.

Documentos para entrar na Europa Passagem
Documentos para entrar na Europa – Passagem aérea

3) Seguro Viagem com cobertura mínima de 30 mil euros

Se você está indo para a Europa, é melhor já garantir o seu seguro viagem. O Tratado de Schengen estabelece a obrigatoriedade da contratação de um Seguro Viagem com valor mínimo de cobertura médico hospitalar de € 30.000 euros para todos os turistas que ficam até 90 dias no país.

>> Leia mais no nosso post Seguro Viagem Europa – Guia Completo de Como Contratar.

O objetivo dessa regra é garantir que o visitante possa pagar as possíveis despesas médicas que possam aparecer durante a viagem, inclusive em caso de óbito.

Uma boa dica é comparar o seu seguro viagem para Europa através da ferramenta comparativa Seguros Promo. A plataforma compara coberturas e preços das melhores seguradoras do mercado – e lá dá para encontrar seguros com ótimo custo-benefício.

Utilize o cupom DICASDEVIAGEM5 e pague através de boleto bancário para garantir 10% de desconto em todos os seguros da plataforma.

Se você não vai para um país do Tratado de Schengen, o seguro viagem não é obrigatório. É o caso da Irlanda ou reino Unido. Porém, a contratação é altamente recomendada. Nunca se sabe o que pode acontecer né, desde uma torção a uma mala extraviada, não é mesmo?

Faça a cotação do seu seguro viagem Europa e garante os melhores preços e até 10% de desconto na Seguros Promo clicando aqui.

documentos para entrar na europa
Site da Seguros Promo – a plataforma de comparação de seguro viagem que vai facilitar a sua vida

4) Comprovante de reserva paga em hotel ou carta-convite

Um dos documentos para entrar na Europa, que muita gente acaba esquecendo, é o comprovante de reserva em hotel ou carta-convite.

É preciso apresentar um dos dois documentos que comprovam onde você ficará enquanto estiver no velho continente.

a) Reserva em Hotel

Nós recomendamos a reserva de hotéis pelo Booking.com. Lá, você pode comparar preços de hotéis e descobrir ótimas ofertas. Guarde os comprovantes de hospedagem e imprima para apresentar na imigração.

Inclusive, leia todas as nossas dicas no nossos posts onde se hospedar em Paris ou onde ficar em Lisboa.

b) Carta-Convite

A carta-convite só é necessário caso você não fique em um hotel. Seja por uma ida à negócios ou se for se hospedar com parentes e amigos. O site do Itamaraty estabelece as seguintes condições para a carta-convite:

  • No caso de viagens a negócios, a carta-convite deverá ser assinada pela empresa e/ou instituição que patrocinar a viagem.
  • Já no caso de hospedagem com amigos e familiares, a carta deve ser assinada pelo residente. A carta-convite deverá ser escrita na língua do país onde o viajante ficará hospedado e ser datada.
Modelo Carta Convite

Não há modelo específico para a carta-convite, mas ela deverá conter obrigatoriamente as seguintes informações:

  1. Declaração do anfitrião residente de que o viajante é seu convidado;
  2. Nome completo, números de telefone e endereço completo do anfitrião
  3. Nome completo, números de telefone e endereço completo do hóspede convidado;
  4. Assinatura do anfitrião residente.

A carta-convite pode incluir também informações sobre:

  1. O fato de que o residente pretende providenciar a alimentação e acomodação do viajante
  2. O motivo da visita.

A carta deve ser apresentação em centros de administração regional, como centros policiais ou repartições oficiais locais. Ela pode custar cerca de cem euros.

5) Comprovação de recursos financeiros para a viagem

É preciso comprovar que você tem recursos financeiros para se manter durante a viagem. Os valores mínimos requeridos pelas autoridades federais européias são de aproximadamente 60 euros por dia ou 600 euros por até 90 dias de viagem.

É preciso apresentar este valor em dinheiro, cheques de viagem ou certificado bancário. Se for usar cartões de crédito, é preciso solicitar uma carta do banco especificando o limite do cartão. Cuidado: A comprovação não pode ser via internet.

Documentos para entrar na Europa – Extras e Recomendados:

Comprovante de vínculo empregatício no Brasil

Melhor prevenir, do que remediar. Se você quiser ter certeza de que tudo será tranquilo na imigração, leve um comprovante de vínculo empregatício aqui no Brasil.

Um último holerite, uma carta da empresa, ou até mesmo a escritura de sua própria empresa podem ajudar ainda mais na hora de entrar por lá.

Visto para Estudantes

Não é preciso visto para os turistas que ficarem menos de 90 dias. Isso nos países participantes do Tratado de Schengen que contamos acima.

De acordo com as regras do tratado, ele estabelece a livre circulação de turistas brasileiros em 26 países. Você pode checar mais informações sobre esta questão e tirar dúvidas no Portal do Itamaraty.

Porém, para estudantes que vão fazer uma graduação, mestrado, pós-graduação ou doutorado de longa-duração, é preciso solicitar o visto para o país que for estudar.

Novos Documentos para entrar na Europa após 2021:

A autorização de viagem ETIAS será mais um dos documentos para entrar na Europa a partir de 2021. Todos os brasileiros que viajem a Europa para turismo até 90 dias vão precisar ter um visto ETIAS.

Para combater a crise migratória ao continente, a Comissão europeia criou a autorização de viagem, ou o ETIAS, como nova medida de segurança.

Os brasileiros que viajam aos países do espaço Schengen a partir de 2021 precisam preencher um formulário online e pedir o ETIAS. A boa notícia é que é um processo online, rápido e a resposta vem por e-mail.

Após a aprovação, imprima ao menos duas cópias e tenha uma com você todo o tempo que estiver no espaço Schengen.

Documentos para entrar na Europa após 2021 - ETIAS
Documentos para entrar na Europa após 2021 – checklist das informações necessárias para preencher o formulário pedindo a autorização de viagem – ETIAS

Dicas para passar pela imigração no aeroporto

Quando chegar ao aeroporto, na hora de conversar com o agente de imigração, vale a pena se atentar à algumas dicas.

1º – Fique tranquilo!

Quem nunca tem um frio na barriga na hora da imigração? É normal! Nem sempre os agentes federais são simpáticos e receptivos, mas não estresse.

Se você não estiver com nenhuma má intenção e estiver indo de férias mesmo, relaxe.

É só apresentar os documentos e ter uma postura séria e tranquila que será fácil passar pela imigração. Responda todas as questões do agente de imigração – se houver.

2º – Viaje com todos os documentos e provas impressos!

Sim, o mundo é todo ligado na tecnologia. Porém, para estas coisas é melhor recorrer ao velho papel impresso.

Leve os documentos em uma pastinha, bem conservados, com todas as provas impressas. Além disso, se precisar encontrar algum documento na hora da imigração, muitas salas de controle imigratório não oferecem acesso à internet.

E você, já sabe quais são os documentos para entrar na Europa? Esperamos que este post tenha ajudado! Comente aqui :).


Leia Mais:

Tratado de Schengen – Países Membros e Regras para Viajantes

Melhor Seguro Viagem Europa – Qual Escolher para sua Viagem?

Seguro Viagem Europa – Guia Completo de Como Contratar

Quanto Custa Seguro Viagem para Europa 2019

Seguros Promo é Confiável – Os 8 Fatos para Considerar

Roteiro Portugal – 13 Lugares que Você Precisa Conhecer

Onde se Hospedar em Paris – Guia Completíssimo Bairro a Bairro