Capital da Áustria, Viena é famosa por seus centros históricos, palácios, museus, arte moderna e cafés.

Viena Austria é um país com um povo muito receptivo e uma história incrível. Visitei a cidade com uma amiga local e fiquei encantada com tudo o que descobri. Conto toda as dicas aqui pra vocês.

Viena, foi capital do Império Austro-Húngaro entre os anos de 1867 e 1918. Em 1873, ela acabou se tornando sede da Exposição Universal e, para celebrar a data, foi construído o famoso Teatro da Ópera, no centro da cidade.

Durante a Primeira Guerra Mundial, o império foi dividido e, em 1912, nasceu a República da Áustria. Porém, apenas em 1855, o país conseguiu sua independência. Viena, além de capital, acabou se tornando sede de diversos congressos internacionais.

Viena Austria –  História

A capital da Áustria fica localizada às margens do popular rio Danúbio – o segundo mais longo da Europa. Viena é um local que não pode ficar de fora do seu roteiro pelo leste europeu.

O local já foi escolhido diversas vezes como a cidade com a melhor qualidade de vida do mundo. Isso por conta da educação, saúde, lazer e natureza. Além disso, ela é conhecida por seus famosos parques que são incríveis, com uma vasta área verde e água limpa e pura, que desce dos Alpes.

É possível explorar a capital austríaca em apenas alguns dias e conhecer os diversos pontos turísticos. Separei algumas dicas de 10 coisas que você precisa visitar em Viena para aproveitar ainda mais a sua estadia!

viena austria

Viena vista a noite – Linda! Foto: @spoti via Instagram

Pontos turísticos para conhecer em Viena

Viena é uma cidade que possui diversos lugares incríveis para conhecer. O local é dividido em 23 distritos, mas os mais conhecidos pelos turistas são o Inner City e Leopoldstadt, conhecidos como Primeiro e Segundo distritos. Para quem for passar alguns dias na cidade, o ideal é optar visitar apenas esses dois locais, que são o centro da cidade.

De fácil locomoção, não é necessário alugar um carro para conhecer a cidade. Vale a pena fazer tudo de trem e metrô. Acabei comprando um ticket de 24 horas de metrô e esse foi o meu meio de transporte durante a viagem.

Se estiver na dúvida, é possível conseguir informações sobre o transporte nos diversos mapas espalhados pelos transportes públicos.

Pra você não perder nenhum ponto turístico de Viena, fizemos um mapa com todos os lugares que falamos aqui.

 

Stephansdom: Catedral de Viena ou Catedral de São Estevâo

A igreja mais famosa de Viena fica em Stephansplatz, um dos cartões postais da capital. Ela é chamada de Catedral de São Estevão ou Catedral de Santo Estevão (Stephansdom).

Além do próprio símbolo religioso, ela foi construída em 1147. Todavia, apenas as Torres dos Pagões e a porta ainda são as mesmas. Seu design é uma mistura entre o estilo romântico e gótico.

Na Torre Norte é possível observar o maior sino da Áustria, um marco que é conhecido pela população como Sino Boomer. Ao lado, encontra-se a entrada para as catacumbas, um lugar subterrâneo que conta com 14 membros da família monarca Habsburgo.

Existe também uma visita guiada as catacumbas que é bem popular. Acabei não fazendo esse passeio, mas ele custa aproximadamente 5,50 euros. A Catedral possui ainda um Museu com diversas pinturas religiosas dos séculos XVI e XVII.

viena austria

Stephansdom – Catedral de São Estevão – Foto: SBA73 via Flickr

viena austria

Os vitrais coloridos da Catedral de Viena – Foto: Josef Lex via Flickr

 

Ringstrasse

Conhecida como Ringstrasse, ou apenas Ring – para os locais – é uma via circular que passa por aproximadamente 20 pontos turísticos como a Prefeitura, a Bolsa, o Parlamento, o Burgtheater, Museu de História da Arte, Palácio Real Hofburg entre outros.

Se você é um amante de atrações culturais, comece pelo Museums Quartier, que conta com 8 museus e é parada obrigatória! Ao lado, a praça pública Maria-Theresien Platz é uma ótima pedida para descansar e observar a cidade. No centro da praça, uma grande estátua da imperatriz Maria Theresia encanta os turistas. Em um final de semana que eu estava no local, alguns jovens etavam fazendo uma festa alternativa com danças e músicas por lá.

Ali perto também é possível visitar o parque Rathauspark que é incrível com muitas árvores e uma vasta área verde. Por ser bastante local, você consegue encontrar os vieneses lendo um livro, passeando com os cachorros e relaxando. É um lugar bem gostoso para descansar entre um passeio e outro.

viena austria

The MQ – Museums Quartier. – Foto: www.mqw.at

viena austria

Maria-Theresian Platz – Foto:Jorge Royan via commons.wikimedia

viena austria

Estátua da imperatriz Maria Theresia – Foto: George Thompson via Flickr

Outro ponto não muito turístico, mas bastante interessante, é a University of Vienna. Como estava com uma amiga local, acabamos entrando no prédio que foi inaugurado em 1365 e é a mais antiga universidade em língua alemã. Foi uma descoberta bem legal, já que consegui ver um pouco de como funciona o sistema de ensino da capital austríaca. Existem visitas guiadas, consulte mais informações no site oficial da Universidade

Pátio da Universidade de Vienna – Foto: @univienna via Instagram

 

Ópera de Viena (Wiener Staatsoper)

Um dos mais importantes e conhecidos, o Teatro da Ópera (Straatsoper) foi inaugurado em 1869 em uma apresentação de Mozart.

Para conhecer, é preciso fazer visitar guiadas, que estão disponíveis em inglês e espanhol. Vale a pena assistir um espetáculo de ópera e vivenciar essa experiência. Os ingressos podem ser comprados pela internet ou no local. Os preços variam entre 150 euros mas existem alguns de 4 euros – assistindo em pé, sem acento.

Dica: Para quem não quer perder o espetáculo, é possível comprar os ingressos pela internet, ainda no Brasil, clique aqui.

viena austria

Ópera de Viena – Foto: Vicente Laguna via Flickr

 

Palácio Schönbrunn (Schloss Schönbrunn)

O PalácioSchönbrunn era um dos lugares que eu mais estava ansiosa para conhecer! Construído no século XVII, o Palácio lembra bastante Versalhes, na França. Durante muitos anos, era a residência de verão da família imperial de Viena.

Seus lindos e floridos jardins são gratuitos. Também é possível visitar o interior do palácio e conhecer um pouco mais sobre os cômodos decorados. No interior, você consegue ver os aposentos íntimos de Isabel da Baviera, a Sissi – famosa imperatriz da Áustria e rainha da Hungria. Vale lembrar que o público só pode ter acesso a 40 aposentos.

viena austria

Foto: @schoenbrunnpalace via Instagram

viena austria

Foto: @schoenbrunnpalace via Instagram

Optei por fazer o menor tour, pois estava encantada com os jardins e queria aproveitar a área externa do Palácio. Os jardins rendem muitas fotos lindas. A parte do Palácio que mais me agradou foi o grande salão de bailes, um salão de festas que também recebia banquetes e audiências. É tudo tão lindo que o local entrou para a lista de Patrimônio Mundial da UNESCO.

Depois da visita, vale conhecer o Tiergarten Schönbrunn, o zoológico mais antigo do mundo. Construído em 1752, o local possui diversos animais como os pandas, que não são comuns no Brasil. O vídeo abaixo mostra o zoológico de Viena visto de cima, vale a pena ver! É lindo.

 

Roda Gigante (Wiener Riesenrad)

A atração fica um pouco afastada do centro de Viena, mas é um dos pontos turísticos que vale conhecer! A Wiener Riesenrad  tem 65 metros de altura, e foi construída em 1897 para celebrar o Jubileu de Ouro de Franz Joseph I, o imperador da época.

O “brinquedo” fica em Prater, um parque de diversões situado no segundo distrito. Os ingressos podem ser adquiridos no local por aproximadamente 10 euros (adulto). Minha dica é andar na roda gigante durante o dia, já que existem diversos parques que podem ser observados do alto.

Para os mais românticos, existem algumas cabines que fazem jantares românticos com direito a luz de velas e tudo! Uma boa ideia para planejar um momento especial a dois.

O bairro de Prater também é bem agradável com diversos restaurantes e casas noturnas famosas que vale a pena conhecer!

viena austria

Por do sol na Roda Gigante de Viena – Foto: @WienerRiesenrad via Facebook

 

Museu Sigmund Freud

Sigmund Freud nasceu na República Tcheca, mas com apenas quatro anos de idade acabou se mudando para Viena. Por ser de origem judaica, ele acabou se retirando do país durante a Segunda Guerra Mundial e morou em Londres, na Inglaterra, até sua morte, em 1939.

Em Viena, a casa em que ele viveu e trabalhou – Museu Sigmund Freudé aberta ao público e hoje tornou-se um museu com alguns pertences pessoais. Mesmo sendo um pouco distante dos outros pontos turísticos, vale a pena conhecer. Os ingressos custam em torno de 12 euros por pessoa.

JÁ ENCONTROU SEU HOTEL EM VIENA? CLIQUE AQUI E VEJA AS OFERTAS DESSA SEMANA. NÃO PERCA!



Booking.com

 

Palácio Belvedere (Schloss Belvedere)

O Palácio Belvedere (Schloss Belvedere) foi construído para ser uma residência de verão do Príncipe Eugene de Saboya. Por dentro, só é possível ver a capela, o hall de entrada e a sala de mármore. Os outros locais não possuem nenhuma decoração, apenas coleções de pinturas.

Em 1903, foi inaugurada a Galeria Moderna no Belvedere, que trouxe a primeira coleção austríaca dedicada a arte moderna, com nomes como Vicent Van Gogh e Claude Monet.

O mais interessante é visitar as exposições do Alto Belvedere e ver famosas obras como “O beijo”, de Gustav Klimt. Dica: Eu queria muito comprar uma obra do Klimt como recordação para a minha casa, mas fui aconselhada a comprar as lembrancinhas nas lojas de souvenires no centro e não no museu, pois o preço é bem mais em conta.

Desde 2001, Belvedere se tornou Patrimônio Mundial da UNESCO.

Alto Belvedere – Foto: www.belvedere.at

Tudo sobre Viena Austria: As 10 dicas que você precisa anotar

Palácio Belvedere Viena Austria – Foto: Daniel Plan

austria viena

A famoso obra “O beijo”, de Gustav Klimt – Foto: www.belvedere.at

 

Café Central

Viena é tão conhecida por seus cafés que eles também entraram para a lista de Patrimônio Cultural e Imaterial da UNESCO, em 2011. Além de deliciosos, eles já fazem parte da programação dos turistas.

Não importa o horário, os cafés estão sempre cheios. Durante a minha estadia, acabei gostando muito do Café Central, que servia além das bebidas diversas tortas locais.

Além de uma decoração elegante, o salão abriu em 1876 e era frequentado por Adolf Hitler, Leon Trotsky e Sigmund Freud. Nos anos 30, ele ficou conhecido pelos visitantes como a Universidade do Xadrez, já que diversas pessoas frequentavam e se reuniam para jogar uma partida.

Acabei optando por tomar um café no fim da tarde e fui surpreendida por uma música ao vivo no piano.

A incrível faixada do Cafe Central em Viena Austria – Foto: cafecentral.wien

 

Hundertwasserhaus

O Hundertwasserhaus é um conjunto residencial que foi construído entre os anos de 1983 e 1986. A forma e as cores do edifício, feito pelo arquiteto ícone de Viena e mais vanguardista – Friedensreich Hundertwasser – surpreende os turistas.

Com 52 apartamentos, 19 pátios e 250 árvores que crescem dos telhados – e aparecem de algumas janelas – o local é um dos queridinhos para tirar belas fotos. Com paredes onduladas e pisos irregulares, ele chama a atenção pela irreverência.

Bem em frente, fica um Centro Comercial, com obras que são colocadas à venda como presentes e souveniers, chamada de Hundertwasser Village.

viena austria

A incrível arquitetura de Friedensreich Hundertwasser em Viena Austria – Foto: Eli Goren via Flickr

Museu de História da Arte (Kunsthistorisches)

Viena é uma das queridinhas para quem gosta de museus, artes e história. Construído em 1891, o Museu de História da Arte fica localizado na Maria-Theresian Platz. .É possível tranquilamente passar aproximadamente quatro horas andando e vendo diversos clássicos como Velázquez, Canaletto entre outros.

O térreo é destinado para as antiguidades orientais, gregas, romanas e egípcias. Já o primeiro andar é todo dedicado para as pinturas. O segundo andar surpreende os turistas com uma coleção de moedas e medalhas com mais de 700 mil objetos expostos.

viena austria

Kunsthistorisches Museum – Foto: Sebastian via Flickr

Logo na entrada já é possível optar por um áudio guia para explicar um pouco mais sobre as peças. O ingresso custa 15 euros.


Gostou das Dicas? Mas não acabou, ainda vamos te ajudar com alguns roteiros dos arredores de Viena:

Roteiro Viena – Praga

A melhor opção para quem deseja sair de Viena e conhecer Praga é pegar um trem. A viagem dura entre quatro e cinco horas e é feita pela empresa Österreichische Bundesbahnen ÖBB. O preço é de aproximadamente 62 euros o trajeto. Uma dica legal é tentar perguntar pelo “Sparschiene Tschechien” que, muitas vezes, é possível conseguir um desconto e preço vai para apenas 29 euros.

Para quem tem mais tempo e busca economizar uma grana, existe também um ônibus que faz o trajeto em mais ou menos 6 horas de viagem por 19 euros só ida. Consulte horários e tarifas no site da Euro Lines aqui

Viena também conta com um voo para Praga, mas o preço acaba sendo bastante alto! O tempo é de aproximadamente uma hora, mas o valor ultrapassa os 300 euros.

 

Roteiro Viena – Itália

Para os viajantes que pretendem aproveitar a viagem e dar um pulinho na Itália, é possível pegar um trem de Viena até Veneza, também pela Österreichische Bundesbahnen ÖBB. O tempo de viagem é de aproximadamente 9 horas e o preços é de aproximadamente 40 euros.

Uma outra opção é viajar de Viena para Milão ou Roma. Ambos os destinos acabam sendo um pouco mais longo, cerca de 13 horas. A passagem mais barata, segunda classe, custa 49 euros.

Existem companhias aéreas que fazem o trajeto Viena e Roma, por exemplo, mas o preço acaba saindo um pouco mais alto, 150 euros. O tempo de voo é de aproximadamente 1 hora e 45 minutos.

Gostou das nossas dicas? Conta tudo pra gente aqui…


CLIQUE AQUI E ENCONTRE OS MELHORES HOTÉIS PARA SE HOSPEDAR EM VIENA



Booking.com

Você sabia que é obrigatório fazer um seguro em viagens à Viena?

Se você estava pensando em viajar sem um seguro viagem para a Europa, saiba que isso pode se tornar um problema na hora da imigração. Então é bom anotar uma dica importantíssima para quem está planejando a viagem para lá: O Seguro Viagem para qualquer destino da Europa é obrigatório.

O motivo? É o Tratado de Schengen, que estabelece a livre circulação e obrigatoriedade do seguro viagem em 26 países europeus. Já que nos planejamos tanto para as férias, criamos expectativas, investimos dinheiro, não vale a pena arriscar qualquer contratempo que pode estragar tudo isso. Você pode conferir as histórias de nossos colunistas que contam o por que vale a pena contratar um seguro viagem.

Para encontrar boas ofertas em seguro viagem, nós recomendamos o site Seguros Promo. Ele compara os preços e coberturas das principais seguradoras do mundo, como SulAmerica, Assist Card, GTA, Affinity, entre outras. Por lá, você pode conferir as apólices que mais tem a ver com a sua viagem e contratar a que você achar melhor.

Como a gente gosta bastante dessa ferramenta, nós conseguimos um desconto de 5% no Seguros Promo para nossos leitores!  É só usar o cupom DICASDEVIAGEaqui.

Receba um chip em sua casa no Brasil e use Internet ilimitada em Viena e por toda a Europa

Você também está cansado de só conseguir usar o seu celular em pontos que encontra Wi-Fi liberado durante a viagem? E ter que pagar por dia para poder usar um GPS no carro alugado na viagem?

A gente também não aguentava mais, ainda mais porque queríamos postar em tempo real fotos de nossa viagem nas redes sociais. Além disso, o Google é um grande aliado para encontrar o que precisamos durante as férias, como informações e lugares, e não dá para usá-lo só onde tem Wi-Fi. Então descobrimos uma das melhores soluções para acabar com este problema, que você não vai mais precisar gastar horas da viagem em lojas de telefonia do país, falando um idioma desconhecido para conseguir um chip. Essa é uma das dicas que adoramos dar para nossos leitores: a EasySim4You.

Anota aí: A empresa envia um Chip internacional em sua casa no Brasil. Quando estiver no avião, é só você trocar o seu chip brasileiro por este internacional. Você vai chegar em Viena com Internet ilimitada, usando seu celular à vontade, como usa no Brasil. O melhor de tudo? É super barato conseguir este chip: os preços começam em U$ 35!

Chegando em Viena, você pode usar o dia inteiro, em qualquer lugar da Europa. Você vai economizar com aluguel de GPS, com créditos de Skype, e ainda vai poder usar as redes sociais, o Google, ou pesquisar qualquer coisa na internet o dia todo. Além disso, ainda pode ligar para sua casa para mandar notícias da viagem quantas vezes quiser pelo WhatsApp ou Facetime.

Leia Mais:

Mochilão pela Europa – tudo o que você precisa saber para organizar um

10 coisas pra fazer em Berlim!

O que fazer em Zurique na Suíça

Seguro Viagem Europa: O que você PRECISA saber antes de contratar

Praga! A pérola do Oriente